IPCA: o que é e como é calculado

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é considerado um dos principais índices da economia do país. Afinal, ele é o indicador oficial da inflação no Brasil.

E com tantas siglas, taxas e índices, como IGP-M, INCC, dentre outros, muitas vezes é complicado distinguir as funções e a importância de cada um deles. Principalmente quando estão diretamente atrelados ao consumo e aos gastos do dia a dia, como é o caso deste índice.

Confira, a seguir, a relevância, a função e o impacto do IPCA no cotidiano e na economia do país.

O que é IPCA?

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo é um expressivo indicador da economia brasileira, pois tem como objetivo medir a variação dos preços de produtos e serviços, concentrando informações que podem ajudar o consumidor final.

Em outras palavras, ele indica o quanto o poder de compra dos consumidores foi alterado, dentro do período determinado pela coleta dos dados estudados.

Além disso, o IPCA mede a inflação de diversos produtos, bem como é uma ferramenta de correção de investimentos, afinal todas as aplicações financeiras são afetadas pelo índice. Portanto, é essencial entendê-lo para ser um bom investidor.

O índice também determina a taxa Selic, que é a taxa básica de juros do Brasil. Isso é muito importante, pois é a partir dela que são determinadas as taxas de empréstimos ou, até mesmo, a remuneração das instituições financeiras nas operações com títulos públicos.

O IPCA é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor (SNIPC), e sua divulgação é feita entre a primeira e a segunda semana de todos os meses.

O índice é medido com base no custo de vida, ou seja, nos bens de consumo de famílias que têm uma renda fixa familiar com rendimentos entre 1 e 40 salários mínimos. Abrange os indivíduos residentes nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Fortaleza, Belém, Recife, Aracaju, Rio Branco, São Luís, Porto Alegre, Curitiba, Distrito Federal, Campo Grande e Goiânia.

Como é calculado o IPCA?

O IPCA é calculado com base em uma coleta de dados acerca dos preços de diversos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços das já citadas regiões metropolitanas do Brasil.

A coleta de preços é feita, geralmente, do dia 1º ao dia 30 do mês de referência.

Calendário da coleta de dados de 2020, por IBGE.
Calendário da coleta de dados de 2020, divulgado pelo IBGE. Fonte: IBGE

Por se basear no custo de vida das famílias,as despesas analisadas para o cálculo são divididas em grupos organizados de acordo com os bens que constituem os gastos dentro de um orçamento familiar. São eles: Alimentação e bebidas; Artigos de residência; Comunicação; Despesas pessoais; Educação; Habitação; Saúde e cuidados pessoais; Transportes; e Vestuário.

Também são levados em conta os “pesos” de cada despesa, além de sua variação. Por exemplo, desde janeiro deste ano, as despesas do grupo “Transportes” tornaram-se o principal componente do IPCA, correspondendo a 20,8% do indicador.

Ainda assim, dentre os comparativos da estrutura de ponderação do índice, a participação de cada componente pode variar, de acordo com o uso do orçamento das famílias.

A variação dos preços das despesas pode acontecer por causa de inúmeros fatores, como: custos de produção e de mão de obra, alterações no clima, variáveis de resultados de safras e cotação do dólar.

Após a coleta dos valores, os preços são comparados com o período base anterior, e assim é calculada a taxa que indica a inflação no país. As taxas mensais, por sua vez, são somadas e, assim, o resultado é a taxa de aumento dos preços para o ano, ou seja, trata-se da inflação acumulada para o período anual.

Moedas sobre cédulas de dinheiro representando o poder de compra ligado ao IPCA.
O IPCA está diretamente ligado ao poder de compra no país.

O cálculo do IPCA reajusta os preços das despesas em todas as compras feitas. Esse reajuste pode ser para cima (os preços ficam mais caros e, por isso, acabam gerando a inflação naquele período) ou para baixo (quando o IPCA é negativo, os preços reduzem e tem-se a deflação) do valor “habitual’ de cada uma dessas despesas. 

Assim, por meio de uma média, o IPCA indica quanto o seu dinheiro valorizou ou desvalorizou no período. Quando é necessário usar mais dinheiro para comprar o mesmo item, o dinheiro desvalorizou, pois perdeu poder de compra.

IPCA acumulado

Ao pesquisar sobre o IPCA, pode ser que você se depare com o termo “IPCA acumulado”. 

Trata-se do resultado da soma das taxas de inflação obtidas dentro de um certo período, no intervalo de 12 meses consecutivos. 

Representa, então, a média dos índices de cada um dos meses avaliados.

Quando o IBGE disponibiliza os valores do IPCA do mês referente, também apresenta o acumulado dos últimos 12 meses, assim como o valor acumulado do ano.

Tabela IPCA 2020

MêsValor mensal (%)Acumulado do ano (%)Acumulado dos últimos 12 meses (%)
Janeiro0,210,214,19
Fevereiro0,250,464,01
Março0,070,533,30
Abril-0,310,222,40
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro

Histórico do IPCA (2000 – 2019)

Confira, a seguir, o histórico do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, desde 2000.

AnoIPCA acumulado (%)
20194,31
20183,75
20172,95
20166,29
201510,67
20146,41
20135,91
20125,84
20116,50
20105,91
20094,31
20085,90
20074,46
20063,14
20055,69
20047,60
20039,30
200212,53
20017,67
20005,97

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Você Apto
Investimentos imobiliários: como funcionam e por que considerar?

Os imóveis estão entre os bens preferidos dos brasileiros. Não apenas ter a casa própria e sair do aluguel, mas também fazer investimentos imobiliários e obter bons lucros no longo […]

Continue lendo
chave do primeiro imóvel
Você Apto
Subsídio Habitacional: o que é e como utilizar

Conquistar a casa própria é a meta de muitas famílias. Essa meta representa sair do aluguel, garantir estabilidade de moradia e ter o seu patrimônio.  Hoje em dia o caminho […]

Continue lendo
Cidade-se
Feira da CEAGESP: O que acontece lá?

A feira da CEAGESP, localizada na Vila Leopoldina, é um local por onde passam mais de 50 mil pessoas por dia e onde são comercializados cerca de 10 mil toneladas […]

Continue lendo
Você Apto
Taxa Referencial (TR): o que é, como funciona e qual o valor

Quando falamos dos setores financeiro e imobiliário no Brasil, são muitos os indicadores que influenciam nosso dia a dia: Selic, CDI, IPCA, e muitos outros. Entre todos, talvez a Taxa […]

Continue lendo
vista exterior da casa da cascata.
Arquitetura
Frank Lloyd Wright — biografia e suas obras

Frank Lloyd Wright, arquiteto, designer de mobiliário, escritor e educador estadunidense, foi um dos arquitetos mais importantes do século XX. Considerado “o maior arquiteto americano de todos os tempos”, segundo […]

Continue lendo
Você Apto
Como comprar um apartamento?

Comprar o primeiro apartamento pode parecer um processo muito complicado, afinal, existem algumas etapas a serem consideradas: procurar um imóvel, definir a forma de pagamento e ainda lidar com toda […]

Continue lendo