Casa das Rosas – QUE PRÉDIO É ESSE?

Na Avenida Paulista, a mais icônica de São Paulo, há uma lembrança do que foi o glorioso passado cafeeiro da cidade. A Casa das Rosas hoje abriga uma instituição ativa e importante na agenda cultural da cidade.

O que pode ser mais paulistano do que um passeio na Avenida Paulista tendo como destino final a Casa das Rosas?

Nascida em berço de ouro

Após a finalização de sua construção, em 1935, a Casa das Rosas cumpriu sua função residencial por 51 anos, antes de ser desapropriada. A primeira família a habitar a mansão foi a de Ernesto Dias de Castro e sua esposa, Lúcia Ramos de Azevedo, filha de Francisco de Paula Ramos de Azevedo, renomado arquiteto do período cafeeiro de São Paulo. Após alguns anos, a residência passou a ser do filho do casal, Ernesto Dias de Castro, e de sua esposa, Anna Rosa.

Fonte: Acervo Estadão
Fonte: Marcia Zoeti/Estadão

A construção foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (CONDEPHAAT) em 1985 e desapropriada em 1986 pelo Governo do Estado de São Paulo, que assumiu sua conservação. A casa passou por algumas reformas até que, em 1991, a Secretaria de Cultura inaugurou a Casa das Rosas – Galeria Estadual de Arte.

O imóvel foi reinaugurado em 2004, após novas reformas, com o nome de Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, em homenagem ao importante poeta e tradutor brasileiro falecido em 2003.

Detalhes de nobreza

O Escritório Técnico Ramos de Azevedo, que assinou o projeto original, também foi responsável por importantes obras na cidade de São Paulo, como o Theatro Municipal de São Paulo e a Pinacoteca do Estado de São Paulo. O arquiteto autor do projeto foi Felisberto Ranzini.

Apesar de a arquitetura revelar elementos dos estilos neoclássico, neocolonial e art noveau, o estilo clássico francês predomina no projeto.

A casa de 1.500 m² possui 30 cômodos distribuídos em quatro pavimentos: porão, térreo, pavimento superior e sótão. Além da casa, o terreno de 5.500 m² abriga ainda pomares e jardins de roseiras, que deram origem ao nome da instituição.

Fonte: Guia melhores destinos
Fonte: Guia melhores destinos

Quase todos os materiais e revestimentos nela utilizados foram importados: os mármores que revestem as escadas internas e externas são italianos; os vidros e cristais vieram da Bélgica; a tubulação hidráulica de cobre e as louças também vieram da Europa.

Fonte: Guia melhores destinos
Fonte: Guia melhores destinos

Hoje, uma moderna construção, um prédio comercial com acesso à Alameda Santos, divide o terreno com o museu.

Presença ativa na agenda cultural de São Paulo

Quando a Casa das Rosas foi inaugurada, em 1991, seu objetivo era abrigar exposições circulantes e do próprio acervo de obras de arte do Governo do Estado de São Paulo. Depois de sua reinauguração, em 2004, passou a direcionar sua agenda mais especificamente para a arte literária, com cursos, oficinas de criação literária, palestras, círculos de debates, saraus, lançamento de livros e cursos de formação aos que pretendem se tornar escritores.

Seguindo sua vocação literária, a instituição possui o Centro de Apoio ao Escritor, que promove concursos literários e oferece orientação a respeito do mercado literário. O Centro de Referência Haroldo de Campos, além de preservar a memória e o acervo do artista, promove aulas de poesia. No site da Casa das Rosas é possível obter informações sobre a programação de eventos, cursos e exposições. Nele também é possível realizar oficinas on-line

Visitar a Casa das Rosas é uma experiência riquíssima. Conhecer seu interior é como explorar uma parte do passado glorioso do período cafeeiro paulista. Um passeio rico, cultural e tipicamente paulistano.

Fonte: Guia melhores destinos

A casa conta, ainda, com uma livraria parceira em seu interior, onde é possível encontrar livros de literatura, poesia e humanidades, além de um charmoso bistrô na área externa, onde é possível tomar um café tendo seus famosos jardins como cenário.

Mais em Live

Arquitetura
8 dicas que você precisa saber antes de fazer uma reforma

Quando se quer reformar um apartamento, há dois caminhos possíveis: você pode contratar uma empresa especializada, como Decorati e Home Hero, para evitar  preocupações; ou você pode fazer da maneira […]

Continue lendo
Arquitetura
Casa das Rosas – QUE PRÉDIO É ESSE?

Na Avenida Paulista, a mais icônica de São Paulo, há uma lembrança do que foi o glorioso passado cafeeiro da cidade. A Casa das Rosas hoje abriga uma instituição ativa […]

Continue lendo
Arquitetura
Você sabe o que é Retrofit?

Apesar de bastante recorrente no mercado imobiliário e na construção civil, o termo retrofit ainda gera muita confusão. Seria retrofit uma reforma? A restauração de um edifício? Conheça o que […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Pátio Victor Malzoni - QUE PRÉDIO É ESSE?

Quem passa pela Faria Lima, em São Paulo, e vê o imponente Edifício Pátio Victor Malzoni com seu vão livre de mais de 40 metros de largura a 30 metros […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Gazeta - QUE PRÉDIO É ESSE?

Figurinha carimbada nos marcos da capital paulistana. Quem nunca passou pelo Edifício Gazeta quando está dando aquela voltinha pela Paulista e se perguntou: que prédio é esse? Você conhece a […]

Continue lendo
Arquitetura
ONGs que criam moradias e condições para viver melhor

Nós do Live temos o lema “More bem, viva melhor”, mas e as pessoas que sequer possuem onde morar? O Brasil tem 15 milhões de pessoas vivendo em situação de […]

Continue lendo