Você sabe o que é Retrofit?

Apesar de bastante recorrente no mercado imobiliário e na construção civil, o termo retrofit ainda gera muita confusão. Seria retrofit uma reforma? A restauração de um edifício? Conheça o que caracteriza um retrofit e porque ele tem se mostrado uma solução viável e vantajosa.

Retrô Fit

Antigo conhecido das capitais europeias, o retrofit surgiu como uma solução para a modernização dos edifícios antigos e preservação do patrimônio histórico e arquitetônico das cidades.

Em tradução livre, o termo significa “dar uma nova forma ao antigo” e é aplicável a equipamentos, instalações, sistemas, edificações e até espaços urbanos. Nas construções, ele se dá pela atualização dos sistemas, acabamentos e, às vezes, até do uso, de forma a valorizar e prolongar a vida útil do edifício.

Edifício comercial, projeto de retrofit pelo escritório Crié Arquitetura
Miguel Couto: Edifício comercial feito a partir do retrofit de sobrados contíguos em área central do Rio de Janeiro. Projeto: Cité Arquitetura. Imagem: Cité Arquitetura.

Muito utilizado em edifícios tombados, o grande trunfo do retrofit é trazer modernização e tecnologia às edificações enquanto valoriza sua história, podendo manter algumas de suas características arquitetônicas como fachada, acabamentos e esquadrias originais.

Sua equação econômica envolve valores intangíveis como memórias de uma comunidade, patrimônio cultural e histórico. Ainda sim, se colocado na ponta do lápis, se mostra uma solução muito positiva.

Em entrevista à Folha de São Paulo, Raquel Tomassini, gerente da área técnica e de produtos e parcerias da Lello, diz que um retrofit valoriza em média 40% a mais que um prédio tradicional, e pode até dobrar o valor do imóvel. Sem contar a melhoria do entorno.

Rio By Yoo: Antiga sede do Clube de Regatas Flamengo abrigará empreendimento residencial de alto padrão da Cyrela.

A escassez de terrenos nos grandes centros também impulsiona a prática. Pois mesmo que, devida sua complexidade, o retrofit não seja uma obra barata, muitas vezes o valor da localização compensa o investimento.

Reforma x Restauração x Retrofit

Não é tudo a mesma coisa. A reforma é a atualização ou alteração de algo que não envolva grandes questões conceituais ou legais, como um tombamento, por exemplo. Pode ser a mudança de uma parede, de um piso ou outro acabamento. Serve para a manutenção e prolongamento da vida útil da construção.

A restauração, por sua vez, é sempre uma obra realizada em um bem tombado pelos órgãos de Defesa do Patrimônio Histórico. O Condephaat – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo, por exemplo, ou IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional. O tombamento existe para preservar e proteger nosso patrimônio histórico e por isso restringe intervenções arquitetônicas que descaracterizem a edificação.

Projeto de restauração do Museu Paulista, no Ipiranga
Projeto de restauração do Museu Paulista no Ipiranga. Projeto: Hereñú Arquitetos. Fonte: Jornal da USP.

Em 2017 a USP divulgou o projeto vencedor do concurso promovido para a restauração do Museu Paulista, no Ipiranga. Em seu site, Hereñú & Ferroni Arquitetos, o escritório vencedor, explica o que norteou o projeto: “O conjunto de intervenções propostas não quer ter destaque. O objetivo geral não é impor a face do novo, mas revelar de maneira nova o que já estava lá, por meio de articulações, disposições espaciais e percursos que as intervenções discretamente propiciam.”

Perspectiva interna do projeto de restauração do Museu Paulista

Projeto de restauração do Museu Paulista no Ipiranga. Projeto: Hereñú Arquitetos. Fonte: Jornal da USP.

Já o Retrofit, visa modernizar o edifício ao mesmo tempo que valoriza suas características originais, podendo ser um edifício tombado ou não. O processo serve ainda para a normatização às regulações atuais, aumento da eficiência energética e de manutenção e readequação de uso.

Vista do Edificio Altino Arantes, o antigo prédio do Banespa
Edifício Altino Arantes, o antigo prédio do Banespa foi reinaugurado como Farol Santander em 2018. Fonte: A Vida no Centro.

Considerado por 20 anos o edifício mais alto de São Paulo, o edifício Altino Arantes, famoso prédio do Banespa, passou a integrar o patrimônio do Santander em 2000. Em 2018, após dois anos fechado para obras, o edifício foi inaugurado como Farol Santander.

Loft disponível para locação no AIRBNB no 25º pavimento do Farol do Banespa
Sala do Loft disponível para locação no 25º pavimento do Farol Santander. Fonte: Hypness.

Pista de skate no 21º pavimento do Farol do Banespa foi projetada pelo skatista Bob Burnquist.
Pista de skate projetada por Bob Burnquist. Fonte: Farol Santander.

A fachada tombada em 2014 continua a mesma, mas todo o espaço interno foi remodelado. Hoje está aberto ao público com salas de exposições, lofts para locação disponíveis no AIRBNB e até pista de skate. Todas as atrações estão disponíveis no site.

O renascimento de um ícone municipal

O Othon Palace Hotel, inaugurado em 1954, já foi um dos melhores e mais luxuosos hotéis da cidade de São Paulo. A torre de 25 andares de estilo Art Decó ocupa um terreno de 720m² próximo ao Viaduto do Chá.

A partir dos anos 80, o centro começa a sofrer um declínio com a migração do fluxo econômico para a Av. Paulista e Berrini. A fachada do prédio foi tombada em 1992. Em 1999 o hotel foi posto à venda e em 2008, desativado por falta de recursos.

Restaurante do antigo Othon Palace Hotel.
O restaurante Chalet Suisse (Acervo da família Othon Bezerra de Mello/Veja SP)

No final de 2015 inicia-se a obra do retrofit projetado pelo Arquiteto Walter Makhohl. Em entrevista à Pini, o arquiteto conta os maiores obstáculos enfrentados no processo. Foi preciso adequar e reforçar o sistema estrutural existente. Além disso, foi encontrado uma mina de água no subsolo, a qual descobriram posteriormente ser capaz de fornecer água para as descargas do edifício.

O arquiteto conta que um dos maiores desafios foi a descaracterização do prédio causada por ocupações por movimentos sociais de moradia entre 2012 e 2014. “Levaram metais, mármores dos banheiros, lustres e até madeiramento do chão” lembra. O que dificultou muito a preservação histórica.

Secretaria da Fazenda do município de São Paulo.
Prédio da Secretaria da Fazenda de São Paulo. Fonte: Secretaria da Fazenda do Município de São Paulo.

Hoje o edifício abriga a sede da Secretaria da Fazenda do município. “Temos um edifício 100% inteligente, mas com linhas antigas. Unimos o que há de mais moderno em central digital, sistema de segurança, iluminação, hidráulica e elevadores sincronizados à memória da cidade” conta o arquiteto à Pini.

Os moradores agradecem

O Rio By Yoo, empreendimento da Cyrela, é um clássico exemplo do uso do retrofit como solução à escassez de terrenos em localizações privilegiadas.

Após décadas de abandono,o edifício Hilton Santos, que já foi sede social do Clube de Regatas Flamengo, abrigará o edifício residencial de alto padrão. Em raríssima localização remanescente na região do aterro do Flamengo o empreendimento se beneficiará de uma vista privilegiada para Baía de Guanabara.

Todas as unidades do Rio By Yoo têm vista para a Baía de Guanabara.
Vista dos aptos do Rio By Yoo para a Baía de Guanabara.

O escritório britânico Studio By Yoo é responsável pelo projeto de requalificação do antigo prédio que conta com 23 andares e 148 apartamentos.

Empreendimento tem apartamentos de 147m² a 181m².
Empreendimento tem aptos de 147m² a 181m².
Fachada do empreendimento Rio By Yoo.

Vale a pena conhecer um pouco mais da história do edifício Hilton santos e os detalhes do projeto que está em fase de lançamento.

Tendência no Brasil

Estes são apenas alguns exemplos de como essa prática já tem transformado nossas cidades para melhor.

Tendo em vista todos os ganhos tangíveis ( localização, modernização, investimento) e intangíveis ( preservação do patrimônio cultural e histórico ), assim como na Europa, o retrofit tem tudo para se consolidar e virar um processo mais vez mais comuns nas grandes cidades Brasileiras.

Mais em Live

Arquitetura
Você sabe o que é Retrofit?

Apesar de bastante recorrente no mercado imobiliário e na construção civil, o termo retrofit ainda gera muita confusão. Seria retrofit uma reforma? A restauração de um edifício? Conheça o que […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Pátio Victor Malzoni - QUE PRÉDIO É ESSE?

Quem passa pela Faria Lima, em São Paulo, e vê o imponente Edifício Pátio Victor Malzoni com seu vão livre de mais de 40 metros de largura a 30 metros […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Gazeta - QUE PRÉDIO É ESSE?

Figurinha carimbada nos marcos da capital paulistana. Quem nunca passou pelo Edifício Gazeta quando está dando aquela voltinha pela Paulista e se perguntou: que prédio é esse? Você conhece a […]

Continue lendo
Arquitetura
ONGs que criam moradias e condições para viver melhor

Nós do Live temos o lema “More bem, viva melhor”, mas e as pessoas que sequer possuem onde morar? O Brasil tem 15 milhões de pessoas vivendo em situação de […]

Continue lendo
Arquitetura
Para ganhar espaço e ver o mundo - Quando a janela rouba a cena

A janela! Pode ser um item corriqueiro, muitas vezes despercebido, mas já inspirou milhares de canções (você vai se lembrar de alguma). Se observadas do ponto de vista poético, as […]

Continue lendo
Arquitetura
Loft, studio, kitnet… O que caracteriza cada tipo de apartamento?

O mundo do mercado imobiliário pode ser um pouco confuso para quem está começando a busca por um imóvel. Muitos termos utilizados com frequência não ficam muito claros para quem […]

Continue lendo