8 dicas que você precisa saber antes de fazer uma reforma

    8 dicas que você precisa saber antes de fazer uma reforma
    Lucas Vogan

    Por Lucas Vogan

    10 novembro 2019

      Compartilhar esse post

      A reforma de um apartamento pode ser realizado por meio de dois caminhos: você pode contratar uma empresa especializada, como Decorati e Vobi, para evitar preocupações; ou você pode fazer da maneira tradicional, coordenando tudo você mesmo. 

      Caso opte pela maneira tradicional, veja 8 dicas que você precisa saber antes de iniciar sua reforma.

      Busque inspirações

      quadro negro com um desenho de pensamento com uma lâmpada dentro.
      Busque sempre por inspirações e ideias para utilizar em sua reforma.

      Antes de transformar o seu apartamento, você precisa ter alguma ideia do produto final, ou seja, saber o que você deseja mudar.

      Busque inspirações pesquisando, por exemplo,  o que outras pessoas já fizeram e projetos que ficaram famosos. O Pinterest é um bom lugar para encontrar novas ideias.

      Monte o seu time para planejar a reforma

      5 pessoas se cumprimentando com um soquinho em conjunto.
      Um time que trabalha bem junto é fundamental para o sucesso de sua reforma.

      Essa é uma das partes mais importantes: você precisa escolher com quem vai trabalhar. 

      Dependendo de como será sua reforma, você precisará de arquiteto, pedreiro, eletricista, marceneiro, encanador, entre outros diversos profissionais.

      Montar uma equipe com profissionais qualificados e confiáveis fará toda a diferença e, com certeza, evitará muitas dores de cabeça. Além disso, é obrigatório apresentar para o gestor condominial um plano de restauração e um Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) ou uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

      É importante lembrar que, mesmo que você não contrate um arquiteto para fazer o projeto, é esse profissional, ou um engenheiro, quem aprova o projeto e assume a responsabilidade técnica (por isso é necessário apresentar o RRT).

      Conforme as regras do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), a fiscalização do cumprimento do decreto deve ser realizada pelo Poder Público, pelo síndico, pelos condôminos e também pelos ocupantes.

      Formalize tudo por escrito 

      homem de camisa branca assinando os trâmites da reforma.
      Formalizar os processos da reforma é importante para que tudo ocorra conforme o combinado.

      Uma das coisas mais difíceis em uma reforma é o desentendimento. Combinar uma coisa e depois descobrir que algo diferente foi feito, ou então se deparar com cobranças inesperadas no final da obra.

      Para prevenir-se desse tipo de acontecimento, é importante formalizar tudo por escrito, definir o que será feito, quem fornecerá os materiais, se existem garantias e quais são os prazos.

      Além disso, antes de formalizar, é preciso se informar sobre quais são as possibilidades. Ou seja, se é realmente possível realizar a reforma que você tem em mente.

      Por isso, acesse a Norma das Reformas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) (NBR 16.280:2015), e certifique-se. As normas foram criadas para garantir a segurança dos moradores e a durabilidade das edificações.

      De acordo com a ABNT:

      Toda obra de imóvel que altere ou comprometa a segurança da edificação ou de seu entorno precisa ser submetida à análise da construtora/incorporadora e do projetista, dentro do prazo decadencial (a partir do qual vence a garantia). Após este prazo, exige laudo técnico assinado por engenheiro ou arquiteto e urbanista e autorização expressa do proprietário…

      A norma determina que uma reforma de apartamento só pode ser realizada com a apresentação de um laudo técnico e plano de reforma para o síndico, portanto, caso esteja planejando realizar sua reforma no apartamento, ela deve ser comunicada ao síndico.

      Dentre as reformas que requerem apresentação do laudo técnico estão: mudanças estruturais, alterações nos sistemas hidráulicos, envidraçamento de sacadas, trocas de revestimentos, instalação de ar condicionado e de equipamentos industriais, dentre outros.

      Faça o projeto

      pessoa com camiseta azul e calça jeans projetando em um caderno.
      Projetar juntamente com o seu time de profissionais é muito importante para um bom resultado da obra.

      É importante que você defina o seu projeto junto com o time de profissionais que escolheu para que eles consigam pensar em todas as possibilidades  e na melhor forma de executar cada etapa.

      Nesse momento, cabe aos profissionais realizar todas as medições necessárias para evitar inconvenientes futuros. Já imaginou fazer toda a reforma e, no final, descobrir que o armário não encaixa onde você queria?

      No melhor dos casos você irá conseguir colocar as mãos na planta original do apartamento; caso não seja possível uma medição completa deverá ser feita.

      Monte um cronograma para a sua reforma

      Mulher segurando uma agenda e um lápis, para mostrar que é importante fazer um cronograma para sua reforma.
      Estabelecer um cronograma para a reforma seguindo uma ordem é importante para que ela ocorra da melhor forma.

      Estabelecer um cronograma para sua reforma é muito importante. Se começar pela instalação do piso para depois colocar o revestimento, por exemplo, verá o piso riscado pelos andaimes necessários para a colocação do revestimento.

      Por isso, montar um cronograma é essencial, pois existe uma ordem a ser seguida.

      1. Demolição

      Tire tudo o que você quer mudar.

      2. Construção civil

      Esta é a hora de subir paredes, sejam elas de alvenaria ou drywall.

      3. Infraestrutura elétrica e hidráulica

      É importante já ter construído as paredes, para que os canos e os fios passem por dentro delas.

      4. Revestimento e forro das paredes e do teto

      É o momento de preencher os buracos abertos nas paredes e deixá-las lisinhas, além de planejar e executar o forro do teto, normalmente feito de gesso.

      5. Piso

      Agora que a parte mais pesada já passou, é o momento de colocar o piso junto com o rejunte.

      6. Marmoraria

      Coloque as pedras e não se esqueça de fazer os furos nas bancadas nesse momento. Prepare-se porque a poeira não será pouca.

      7. Marcenaria

      Quando a poeira for embora, chame o marceneiro para instalar tudo o que é de madeira.

      8. Finalização

      O momento da finalização compreende pintura, instalação de rodapés, luminárias e retoques.

      Esteja preparado para viver com a obra

      Se a obra do vizinho já incomoda, imagina quando ela acontece na sua casa.

      Proteja seus móveis. Se você puder colocá-los em outro lugar,  melhor. Caso contrário, tente cobri-los da melhor forma possível, para protegê-los de partículas de poeira e gotas de tinta rebeldes. 

      Além disso, é importante colocar proteção no piso, nas paredes, portas e janelas. Não queremos que a reforma quebre mais que o necessário, não é mesmo?

      Isso sem mencionar o barulho e as pessoas entrando e saindo de sua casa o tempo todo. Nem sempre é possível ficar em um hotel quando nossa casa está em obras; resta conviver com o barulho e com aquela dor de cabeça ocasional. 

      Esteja preparado para atrasos

      Se existe uma coisa que completa a obra, uma coisa com a qual a obra não vive sem, é o atraso.

      Por isso não se desespere, espere. Os atrasos são esperados em todas as obras.

      Um cano estourou, uma entrega atrasou, um pedreiro ficou doente. O atraso sempre encontra a sua forma de dar as caras.

      Mude o planejamento. Adapte-se.

      Com os atrasos, muitos outros imprevistos podem acontecer, como uma matéria-prima estar em falta, haver uma viga em um local inesperado etc.

      Às vezes, a mudança acontece porque, no meio do processo, você teve uma ideia melhor.

      Não tenha medo de mudar o planejamento original; deixe a casa falar com você.

      Planeje a limpeza após a reforma

      Homens vestidos com camisetas vermelhas e camisetas verdes limpando o chão com vassoura, dando a ideia que a limpeza da reforma deve ser realizada por especialistas.
      Limpeza feita por especialistas.

      Ao final de uma reforma, a primeira coisa que você irá notar é a sujeira, que não será pouca.

      Você mesmo pode limpar, mas será trabalhoso e demorado.

      A recomendação, então, é deixar com profissionais. Uma empresa especializada em limpeza pós-obra, com os produtos certos para cada material, será capaz de fazer uma limpeza muito mais minuciosa, retirando até mesmo os excessos de rejunte.

      É bem provável que saia mais caro, mas, se você colocar na ponta do lápis todos os produtos que precisaria comprar para fazer uma limpeza do mesmo nível, verá que essa é uma opção mais atrativa do que você imagina.

      Além disso, há o fator tempo, pois uma empresa especializada leva um ou dois dias para finalizar o trabalho – tempo ideal se você está com pressa para retomar a vida, agora com a casa reformada.

      Fim

      Então, caso você tenha a intenção de realizar uma reforma, organize-se e planeje-a muito bem.

      Se estiver na dúvida sobre a troca de revestimentos, acesse nosso conteúdo sobre as diferenças entre a cerâmica e o porcelanato.

      Quer relatar sobre algum erro?

      Avise a gente
      LEIA TAMBÉM
      Posts relacionados
      News do Live

      Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

      Seu melhor e-mail