12 dicas para escolher onde morar

Escolher onde morar pode ser uma das partes mais difíceis do processo de busca por um novo lar; muitos fatores e critérios precisam ser considerados na hora da escolha de uma localização, pois só assim você consegue garantir que seu novo bairro vai atender a todas as suas necessidades.

A localização é um dos quesitos mais importantes e deve ser pensada com cuidado, já que pode influenciar diretamente na sua qualidade de vida, por isso segurança, infraestrutura, mobilidade e até sua rotina diária são alguns dos critérios que devem ser analisados antes de você achar o melhor local.

Não é nada fácil escolher onde morar, e para ajudar nessa jornada elaboramos um conteúdo pensado para você, com 12 dicas incríveis que te ajudarão a tomar uma decisão com propriedade e achar a localidade certa para seu estilo de vida. Confira!

1. Defina suas prioridades

Lista de prioridades, uma das melhores formas de escolher com precisão onde morar.
Definir todas suas prioridades com uma lista vai ajudar no processo de escolher onde morar. Fonte: Unsplash

O primeiro passo para escolher onde morar é definir suas prioridades, então comece a pensar no que mais faz sentido para você. Morar perto do trabalho, ficar próximo da sua família, contar com diversas opções de transporte público, estar em um bairro cheio de comércios ou viver em um local calmo e sossegado?

Pensar em tudo que é mais importante para você vai ajudar a começar o processo de busca dos melhores bairros que se encaixam nos seus desejos, assim todas suas necessidades e expectativas sobre essa nova vida serão atendidas.

Com esse ponto de partida, você também vai conseguir filtrar a sua busca. Assim, se você prefere uma vida mais calma, pode optar por bairros mais afastados dos centros e locais mais residenciais; já se você prefere uma vida muito ativa e urbana, você pode começar sua busca por bairros mais movimentados.

Esse passo é muito importante para que você não comece sua busca do zero e escolha com mais facilidade onde morar. Sem definir nenhuma prioridade para esse novo local, uma decisão errada pode ser tomada e provavelmente você não ficará satisfeito, por isso comece com uma breve lista do que é mais importante ter em seu novo bairro.

2. Pensar na sua rotina é uma das melhores formas de escolher onde morar

Enquanto o passo anterior vai te ajudar a definir desejos que você gostaria de atender com o novo local para onde você vai se mudar, este vai te ajudar a definir coisas essenciais que realmente são necessárias para você conseguir manter sua rotina diária.

Então é importante pensar no que você faz no seu dia a dia e que infraestrutura essa atividade envolve, assim você vai conseguir optar por locais que vão te ajudar a facilitar essa rotina e o estilo de vida que você valoriza será parte da sua escolha.

Por exemplo, se você é uma pessoa que não tem carro e depende do transporte público para trabalhar, sua escolha de onde morar será mais restrita a locais com muitas opções de transportes. Ou, caso você seja uma pessoa muito ligada à saúde, que gosta de praticar esportes e de ter uma vida mais natural, você vai entender que os melhores bairros para você são locais com parques, academias e feiras. 

3. Considere o valor a ser gasto

Homem segurando com as mãos uma carteira preta com dinheiro e cartões.
As melhores localizações da cidade geralmente possuem um preço mais alto agregado à infraestrutura. Fonte: Unsplash

Durante a busca pelos melhores bairros para se morar, podemos ficar um pouco empolgados e esquecer um dos itens mais importantes que podem fazer você desistir de uma escolha, o preço.

Para não se frustrar durante sua jornada e garantir que você vai escolher a melhor localização que o seu bolso pode pagar, defina esse passo como um dos primeiros fatores a serem considerados.

Não tem muita ideia de quanto você pode gastar comprando um imóvel? Descubra qual seu potencial de compra, facilitando sua busca por onde morar, suas chances de achar o imóvel ideal para ficam ainda maiores!

Caso você queira continuar fazendo uma busca mais ampla e ver suas opções pela cidade, saiba que algumas regiões possuem uma maior valorização e para encaixar essas áreas no seu orçamento você vai precisar optar por imóveis muito menores, tudo é questão do que fazer sentido para você como entendido nas dicas anteriores.

4. Pesquise sobre os melhores bairros

Com suas prioridades definidas, suas necessidades registradas e seu orçamento estipulado, agora você pode começar uma busca com muita propriedade. Então nada melhor do que começar a escolher onde morar com os melhores bairros da sua cidade.

Procure por bairros mais famosos que já possuem uma infraestrutura consolidada, com muitos comércios, opções de lazer e uma boa rede de transporte. Talvez esses bairros não se encaixem no seu orçamento, mas lembre-se: em grandes cidades, a malha urbana é muito homogênea e, muitas vezes, essa infraestrutura completa se espalha pelos bairros vizinhos.

Então pensar nos melhores bairros vai te ajudar a destacar áreas da cidade que você tem interesse e, assim, achar bairros vizinhos com uma boa infraestrutura vai ser mais fácil, mostrando a você que uma vizinhança autossuficiente, com tudo que você precisa a poucos minutos de caminhada, não necessariamente precisa custar tão caro.

5. Mobilidade é importante

Transporte público, um ponto-chave a ser observado na hora de escolher onde morar.
A mobilidade é um dos pontos-chave a serem observados quando você está escolhendo onde morar. Fonte: Unsplash

Na hora de escolher onde morar, um dos critérios mais importantes a serem considerados é a mobilidade do bairro. Pensar nesse ponto vai evitar que você faça deslocamentos desnecessários no dia a dia e te deixar perto de tudo que você precisa.

Caso o transporte público seja parte da sua rotina, escolha imóveis que estejam ao lado ou a poucos minutos de caminhada de pontos de ônibus, estações de metrô e trens ou até terminais de ônibus. Considere o meio de transporte que faz sentido para sua rotina de deslocamento.

As vias de acesso deste bairro também são importantes de serem observadas principalmente para quem tem o carro como meio de transporte, então busque proximidade com vias expressas, de fluxo rápido e avenidas largas, pois essas características geralmente definem áreas que vão te proporcionar um fácil acesso a qualquer ponto da cidade.

Lembrando que a mobilidade não deve ser pensada apenas para você; pessoas que podem trabalhar na sua casa ou até familiares que vão acabar te visitando em algum momento necessitam dessas opções de deslocamento para chegar até você.

6. Segurança sempre será prioridade na hora de escolher onde morar

A segurança sempre vai ser um dos aspectos mais importantes para você escolher os melhores bairros para morar. Esse critério essencial vai garantir sua qualidade de vida e muita tranquilidade no dia a dia.

Então valorize bairros com boa iluminação, movimento nas ruas, câmeras de segurança e policiamento, principalmente quando falamos do período da noite, em que diversos perigos podem se instalar. Pesquise também sobre o histórico de violência e criminalidade da região, você consegue facilmente encontrar notícias e dados públicos.

Caso não ache informações sobre a situação da segurança no bairro ou queira uma confirmação mais real, pergunte para os moradores da vizinhança antes de tomar a decisão; confirme com eles sobre a segurança do bairro no dia a dia e se incidentes são comuns.

7. Procure uma infraestrutura completa que facilita sua rotina

Comércios e serviços perto do seu imóvel garantem um dia a dia mais tranquilo.
Um bairro com uma infraestrutura completa permite que no seu dia a dia você tenha uma variedade de comércios e serviços essenciais. Fonte: Unsplash

Um bairro que oferece uma infraestrutura completa para o dia a dia deve ser um item de grande importância para escolher onde morar. Áreas autossuficientes vão te oferecer uma diversidade de comércios e serviços essenciais para atender às suas necessidades diárias sem precisar de grandes deslocamentos. 

Os serviços são muito importantes, mas não só eles fazem parte da sua vida. Garanta que sua escolha de onde morar vai envolver também espaços de lazer, fácil acesso a transportes públicos e uma rede de saúde, proporcionando maior bem-estar e acessibilidade a itens necessários que, às vezes, passam despercebidos. 

Mesmo que você opte por um bairro mais afastado ou um local mais tranquilo, é importante lembrar que no dia a dia você vai precisar de algumas infraestruturas essenciais, como supermercado, farmácia, banco e até um hospital ou um posto de saúde, os quais garantem maior comodidade e segurança para sua vida.

A infraestrutura urbana é outro fator que deve ser observado. Calçadas, boa iluminação, saneamento básico consolidado, rede elétrica, sistema de coleta de lixo e importantes vias de acesso também precisam ser reparadas para garantir toda a eficiência desse local da cidade.

8. O lazer faz parte do dia a dia de todo mundo

Para ter uma vida equilibrada, o lazer deve fazer parte do seu dia a dia, afinal, depois de uma semana muito cansativa, todo mundo merece um pouco de descanso. Então porque não achar uma área com diversos espaços de lazer que vão te proporcionar bons momentos e muita diversão?

Comece pensando um pouco sobre as coisas que você mais gosta de fazer no seu tempo livre e depois encontre uma localidade com suas opções de lazer preferidas, assim todo o processo de definir onde morar vai ficar mais fácil.

Busque locais com espaços diversos onde o lazer e a cultura são bem movimentados. Dependendo de suas preferências, esses espaços podem ser áreas abertas, como parques e praças, centros de compras, como shoppings e galerias, espaços culturais, como cinema e teatro, bem como áreas gastronômicas, como restaurantes, cafés e lanchonetes. 

Não deixe o seu lazer rotineiro de lado, uma vez que momentos de descanso são importantes para você viver uma vida mais equilibrada e harmônica. Por isso, na hora de escolher onde morar, valorize áreas da cidade que vão te proporcionar uma variedade de opções de lazer para você se divertir.

9. Conhecer a vizinhança vai te ajudar a escolher onde morar

Conhecer sua futura vizinhança antes de escolher, é a melhor maneira de decidir onde morar.
Decidir onde morar sempre é difícil, mas não esqueça de considerar seus planos de longo prazo. Fonte: Unsplash

A vizinhança é o que dá a cara de um bairro, então conhecê-la bem antes de você decidir onde morar garante que esse local vai ser mesmo uma boa área da cidade para se viver e, além disso, vai combinar com seu estilo de vida.

Então a dica é ir até o bairro e caminhar por suas ruas. Conheça os espaços, os comércios e os serviços, observe a dinâmica do local e das pessoas. Esse é o momento perfeito para você conferir também o movimento, a segurança, a mobilidade e até as áreas de lazer que esse bairro pode te oferecer.

Repare também nas infraestruturas públicas, como pontos de ônibus, calçadas, iluminação, sistemas de monitoramento e delegacias ou bases de policiamento, garantindo que os itens necessários, vistos anteriormente, para um bairro te oferecer uma boa qualidade de vida vão estar inseridos naquela vizinhança.

Conhecer o bairro vai permitir que você entenda se essa vizinhança realmente se encaixa na sua rotina e nas suas necessidades; caso você observe alguns comportamentos que não funcionem para seu dia a dia, descarte-os da sua lista de opções.

10. Visite a vizinhança e converse com os moradores

Ao conhecer a vizinhança, é muito importante que você planeje suas visitas em horários distintos, já que as características e as dinâmicas de um bairro podem variar de acordo com o horário, principalmente no período noturno.

Ao longo do dia, as atividades e os fluxos em um local são bem diferentes. Durante o dia, determinado bairro pode ser muito movimentado por conta dos comércios e dos serviços, mas durante a noite ele pode ficar mais calmo e tranquilo. 

O planejamento dessas visitas em horários variados permite que você identifique as características principais de cada período e não tenha surpresas desagradáveis ao descobrir que aquele bairro não atende mais às suas expectativas durante um horário específico. 

Nesse momento, você também pode aproveitar e conversar um pouco com seus futuros vizinhos, perguntar um pouco sobre alguns pontos que só quem mora ali vai saber. Confirme sobre a segurança, o movimento do bairro, o barulho no dia a dia, o trânsito e até sobre os serviços e as infraestruturas essenciais. 

11. Pense sempre no futuro ao escolher onde morar

Pensar nos seus planos futuros vai te ajudar a decidir onde morar.
Decidir onde morar sempre é difícil, mas não esqueça de considerar seus planos de longo prazo. Fonte: Unsplash

Chegando ao final da jornada para escolher onde morar, um último critério deve ser muito avaliado antes de você conseguir tomar uma decisão, o futuro. Mas o que isso significa na prática? Incluir seus possíveis planos na sua escolha. Então pense o que você pretende nos próximos meses ou anos ⏤ ter filhos, adotar um pet, levar seus pais para morar com você?

Essas perguntas não só vão te ajudar a achar o imóvel ideal para você, mas também a encontrar o bairro certo para sua vida atual e futura, já que esses novos planos vão necessitar de algumas infraestruturas específicas. Caso você vá ter filhos, locais com escolas são opções certas, ou se você pretende aumentar a família com um bichinho de estimação, parques e praças devem fazer parte da sua rotina. 

Pensar no futuro na hora de escolher onde morar também possibilita um retorno financeiro certeiro caso você venha vender seu imóvel. Se você vai morar sozinho, não tem porque pensar em um imóvel muito grande, por isso foque na localização perto de transportes públicos, shoppings e parques, assim quando seus planos de vida mudarem o seu retorno financeiro vai ser certo.

12. Coloque prós e contras do local na balança

Fechando essa busca pelos melhores bairros para se morar, nada melhor do que fazer uma lista com todos os pontos e as características sobre o local, ou seja, coloque todas as informações que você conseguiu coletar durante todo o processo.

Compare sua lista de prioridades e necessidades a tudo que aquele bairro vai oferecer para seu dia a dia, anote os prós e os contras de cada local e não tome nenhuma decisão precipitada, afinal essa escolha pode mudar sua vida! 

Agora chegou a hora de escolher onde morar

Com todas essas dicas, você já pode tomar uma decisão com propriedade e achar a localidade certa para sua vida, mas não tenha pressa e vá no seu ritmo. Sempre lembrando que esse novo bairro deve atender às suas prioridades sem abrir mão de suas necessidades e infraestruturas essenciais.

A jornada de compra de um imóvel pode ser muito complicada, e se você está procurando por um novo lar e não sabe por onde começar, confira um conteúdo exclusivo com conhecimentos e informações essenciais para você não ter dores de cabeça durante sua busca.

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Vista de empreendimento sendo construído. Erguer uma construção requer cuidado em cada uma das etapas de uma obra.
Você Apto
Etapas de uma obra: conheça os passos do projeto até a entrega

As etapas de uma obra se iniciam muito antes de erguer a edificação. Isso porque existem passos essenciais que envolvem planejamento, desenvolvimento e organização para uma construção bem-sucedida, seja ela […]

Cidade-se
Viver o Brasil: melhores bairros para morar no Rio de Janeiro

Morar na cidade maravilhosa é o sonho de muita gente que valoriza estar perto da praia, em ambiente alto astral, com energia vibrante, paisagens naturais surreais, lugares históricos e muito […]

Atmosfera Condominium Park Tijuca RJ
Mercado Imobiliário
Atmosfera Condominium Park – Leve sua família para morar em um resort

Em bairro tradicional carioca, a Cyrela lança o condomínio em terreno com mais de 8.500 m², sendo mais de 4.000 m² dedicados apenas ao lazer. Com apartamentos de 89 m² […]

Varanda com piso de madeira e vasos de plantas.
Decoração
Como criar um jardim na varanda

As varandas são espaços cobertos que fazem a transição entre a parte interna da residência para a área livre desta. Atualmente, muitas pessoas costumam ter a ideia de fazer um […]

Rua Augusta – Que rua é essa?
Cidade-se
Rua Augusta – Que rua é essa?

A rua Augusta é reconhecida pela diversidade e pelas variadas opções de lazer que a sua infraestrutura completa oferece à região dos Jardins, em São Paulo, onde está localizada. Seu […]

Vista do palco de apresentações da Sala São Paulo.
Arquitetura
Sala São Paulo – Que prédio é esse?

A Sala São Paulo faz parte de um importante conjunto arquitetônico e patrimônio histórico da cidade de São Paulo, sendo palco para orquestras, corais, grupos de dança, atores e solistas […]