Conheça a Kalanchoe, uma planta que atrai fortuna

Kalanchoe laranja bastante florida e com botões prestes a se abrir.

A Kalanchoe, também conhecida como flor da fortuna, é uma planta de porte pequeno e aparência graciosa.

A grande quantidade de ramificações, assim como as pequenas flores que essa espécie de planta possui, dão o aspecto de buquê e fazem da Kalanchoe um presente especial e bastante apreciado.

Vasos de Kalanchoe vermelha e amarela bastante floridos vistos de cima.
A flor da fortuna possui muitas ramificações e pequenas flores. Fonte: Pixabay

Características e tipos de Kalanchoe

A Kalanchoe blossfeldiana é uma suculenta com provável origem na ilha de Madagascar, uma região onde há duas estações principais demarcadas: a primeira é chuvosa e com temperatura quente e acontece de novembro a abril; e a segunda é seca com temperaturas amenas de maio a outubro.

Portanto, além de ser resistente ao calor, ela acumula certa quantidade de água em suas folhas, necessitando de cuidados básicos para suculentas.

A chamada flor da fortuna possui mais de 200 variedades, sendo parte delas produzida e melhorada em laboratório.

As cores mais comuns encontradas são rosa, amarela, laranja, branca, vermelha e, até mesmo, lilás. O que varia, no entanto, é a mistura de tons, que pode resultar em colorações rajadas, como também a quantidade de pétalas e o formato.

Canteiro repleto de flores em tons avermelhados, roxo e rosa.
A Kalanchoe possui muitas cores e texturas. Fonte: Maya Garden

A Calandiva, por exemplo, é uma variação que possui as pétalas das flores dobradas e com mais camadas que a Kalanchoe. Uma pequena diferença que dá outro aspecto para a planta, mas não muda os tipos de cuidados que essa suculenta necessita.

Calandiva vermelha com pétalas em camadas.
A flor da fortuna também pode ser a Calandiva, com flores que lembram pequenas rosas. Fonte: Pixabay

De maneira geral, todos os tipos de Kalanchoe blossfeldiana alcançam uma altura máxima de 45 cm e possuem folhas brilhantes em tons de verde escuro, com formato ovalado e borda serrilhada. 

Esquema representando a Kalanchoe, com pétalas simples e folhas serrilhadas.
A Kalanchoe possui pétalas simples, em poucas camadas, e folhas com bordas serrilhadas. Fonte: Live

A resistência da Kalanchoe não é exclusividade de suas densas folhas, pois ela é também visível em suas flores, que duram até cinco semanas após abertas. 

Além disso, essa planta pode produzir flores durante todo o ano, dependendo dos cuidados que recebe. Mas, em geral, o período em que as flores começam a aparecer em grande quantidade vai do início do inverno ao fim da primavera.

Flor da fortuna, uma planta para presentear e decorar

A Kalanchoe está entre as plantas que levam boas energias, como é o caso do bambu da sorte. Por esse motivo, é conhecida também pelo nome flor da fortuna, afinal um dos seus significados é o desejo de prosperidade e abundância.

Esse significado, por si só, torna a planta uma bela opção para presentear ou mesmo para oferecer de lembrança ao final de um evento. Ademais, as cores, os tons e as nuances bastante vivos levam alegria, reforçando a função de presente que a flor da fortuna costuma ter no Brasil.

Na hora de escolher a sua Kalanchoe para presentear, prefira as que ainda estão com alguns botões fechados, isso porque aos poucos eles irão se abrir, garantindo uma planta florida por mais tempo.

Planta com flores brancas e botões que ainda não se abriram.
A flor da fortuna desenvolve diversos botões que se abrem aos poucos e garantem belas flores. Fonte: Pixabay

A função da Kalanchoe não precisa ficar restrita aos presentes e às datas comemorativas, afinal a planta vai bem em qualquer ambiente da casa e pode fazer parte da decoração, do jardim ou enfeitar o parapeito da janela.

Utilizando a Kalanchoe na decoração

Por ser uma planta com diversas opções de coloração, a Kalanchoe pode ser a peça-chave da sua decoração, seja ela mais neutra, seja mais alegre e divertida. Isso porque apenas um único vaso é capaz de mudar totalmente a atmosfera do ambiente.

Para um ambiente mais limpo, em que a quantidade de adornos é equilibrada, você pode utilizar as plantas com florzinhas brancas.

Aposte em cestos e cachepôs

Dispondo os vasinhos em um cesto rústico ou um cachepô trançado você garante um visual que lembra uma decoração de campo, sendo perfeito para decorar a sua varanda ou mesmo a sua janela.

Vasos com plantas nas cores, rosa, vermelho e laranja um cesto rústico.
A flor da fortuna é perfeita para composições alegres no ambiente. Fonte: Pinterest

Para combinações criativas, a Kalanchoe pode ser acompanhada por folhagens verdes com diversas texturas e formatos. Quando combinada com folhas compridas e folhagens pequenas, está pronto um centro de mesa.

A clorofito, por exemplo, é uma espécie com dois tons de verde e folhas longas que enchem. Outra opção para complementar um belo arranjo é a avenca, com suas folhinhas pequenas que parecem pinceladas verdes.

Combinação de Kalanchoe e folhagens em diversas texturas e tons.
Com um pouco de criatividade, a Kalanchoe pode ser um belo centro de mesa. Fonte: Pinterest

Combine flores e folhagens

Escolhendo uma Kalanchoe de cor forte, com tom que se destaca, é possível criar um arranjo temático. No Natal, por exemplo, basta unir a planta de flores vermelhas a folhagens em tons verde escuro.

Folhagens em tons de verde escuro combinadas com Kalanchoe de flores vermelhas.
Utilizando os tons de verde certos, a Kalanchoe pode se tornar um grande destaque. Fonte: Pinterest

Combine variados tipos de suculentas

Para quem gosta de plantas, mas não possui muito tempo disponível para se dedicar ao cultivo, um vaso com suculentas é uma ótima opção. Isso porque, como já foi dito, a Kalanchoe é uma suculenta bastante resistente e que necessita apenas de cuidados básicos.

Suculentas lisas, espinhosas e flor da fortuna cor de rosa.
Uma combinação de suculentas cria um arranjo belo e duradouro. Fonte: Pinterest

Utilize a Kalanchoe em floreiras

Você também pode utilizar essa espécie na área externa da sua casa ou em jardins ao ar livre, pois, quando bem-colocada, a Kalanchoe é um alegre cartão de visitas. 

Em floreiras próximas da janela, por exemplo, a planta fica visível para quem observa da rua, embelezando a fachada da sua residência e também a rua.

Flores em diversos tons de roxo na janela.
A Kalanchoe também pode ser colocada em floreiras externas. Fonte: Pinterest

Eleja o melhor local de sua casa e comece a cultivar as suas Kalanchoes, observando sempre os cuidados necessários de acordo com a época do ano.

Dicas e cuidados para a Kalanchoe

A Kalanchoe é muito bonita, mas também fácil e prática de ser cuidada. Quem ganha ou adquire essa planta, mesmo que não tenha habilidades de jardinagem desenvolvidas, consegue lidar facilmente com a ajuda de um tutorial.

Ela é bastante resistente a diversas situações climáticas e deve ser cultivada a pleno sol ou à meia-sombra. No entanto, se a região em que você está possui um verão muito intenso, prefira cultivar a sua planta protegida em horários de sol intenso.

Em relação aos climas frios, essa planta também possui certa resistência. De forma geral, a flor da fortuna apenas não pode ser exposta a situações muito extremas, portanto, deixá-la próxima da janela pode ser uma boa opção.

Ambiente totalmente branco com flor da fortuna vermelha, em destaque.
A flor da fortuna deve ser cultivada à meia-sombra. Fonte: Pinterest

Se você tem bichinhos de estimação, outros cuidados muito importantes devem ser tomados, afinal a Kalanchoe é considerada uma planta tóxica, caso haja ingestão. Nesse caso, coloque a planta em locais onde o seu pet não possui acesso, suspensa do chão.

As regas devem seguir uma rotina

As regas devem seguir uma rotina de, no máximo, duas vezes semanais em épocas secas ou apenas uma vez na semana em temporadas mais úmidas.

Ainda, a água deve ser colocada diretamente na terra, sem que entre em contato com as flores e as folhas. 

Pétalas simples e vermelhas.
A Kalanchoe deve receber água diretamente em sua terra, evitando as folhas e flores. Fonte: Pixabay

Ao regar, deixe que uma pequena quantidade de água escorra para o pratinho no qual o vaso de plantas está apoiado e, logo em seguida, descarte-a para não proliferar fungos e insetos indesejados.

Esse processo é importante para a garantia de que a água infiltre em todos os cantos do vaso, mas não exagere, pois o excesso de água pode ser fatal para essa plantinha. Se o substrato estiver constantemente úmido, as raízes da planta podem apodrecer.

Em resumo, a principal dica para realizar as regas da Kalanchoe é: observe a temperatura do ambiente e a umidade do substrato.

Cuide do substrato

O substrato deve ser poroso, bastante solto e rico em matéria orgânica, como é característico da terra preparada para suculentas.

Você pode encontrar a preparação pronta em casas de jardinagem ou manipular a própria mistura. Para isso, basta unir três partes de terra vegetal, duas partes de areia grossa e adubo para tornar a terra fértil e saudável.

A terra também pode ser combinada com seixos e argila expandida, de forma que os pequenos espacinhos entre as pedras facilitem a drenagem. Além disso, o ideal é que o vaso da planta contenha furinhos para o escoamento da água em excesso.

Mesmo que a Kalanchoe não necessite de regas extremamente constantes, é importante manter a terra bem adubada e saudável.

Realize podas para manter a saúde da sua Kalanchoe 

Ao fim do período de floração plena da Kalanchoe, com alguns cuidados é possível manter a saúde da planta para que ela dure por muito tempo e volte a florescer nas próximas temporadas. 

Pode as hastes secas que restaram da floração e, para que a planta se desenvolva de maneira ainda mais saudável, transplante para um vaso maior.

Dessa maneira, a Kalanchoe terá mais espaço para crescer e produzir uma quantidade maior de flores.

Sempre que realizar esses passos, renove também a preparação do substrato para garantir que a planta terá todos os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento saudável.

Flores Kalanchoe em tons de amarelo, rosa e vermelho.
A poda garante que a planta floresça novamente. Fonte: Pinterest

Além da poda, a sombra auxilia no surgimento de novos botões de flores, por isso parte dos produtores da Kalanchoe realiza um processo de indução que basicamente consiste em alternar a quantidade de luz a cada 12 horas. 

Esse processo é feito por algumas semanas, especialmente nas épocas próximas da primavera. Da mesma forma, você pode realizar em casa, tomando o cuidado de não expor a planta a situações de sol extremo.

O plantio e o cultivo de novas Kalanchoes 

As cores chamativas e o leve aroma das flores de Kalanchoe atraem abelhas e, até mesmo, pássaros durante a primavera. Os animais são responsáveis pela polinização e pela reprodução das espécies, assim como o vento.

Além disso, também é possível manipular a Kalanchoe para dar origem a uma nova e bela planta. No primeiro passo, retire uma das folhas, cortando próxima do caule, depois apoie-a sobre a terra em um novo vaso.

A parte da folha que foi cortada deve estar coberta por uma fina camada de substrato, de forma que a ponta irá começar a brotar e enraizar na terra. A partir daí nascerá a sua nova planta, com as mesmas características da Kalanchoe-matriz, inclusive a cor das flores.

Para as regas dessa nova muda, você pode utilizar algum tipo de solução que auxilie no nascimento do broto. Essas soluções são encontradas em casas de jardinagem e devem ser diluídas na água da rega.

Caso você deseje replantar uma Kalanchoe adulta em outro vaso ou mesmo em um canteiro, basta preparar o substrato e seguir utilizando os fortificantes indicados diluídos na água.

Qual é o preço?

Por ser um presente bastante comum, a Kalanchoe é fácil de ser encontrada, em floriculturas, lojas de jardinagem ou mesmo em supermercados.

Arranjo de flores com Kalanchoe e outra flor com pétalas grandes em diversos tons de vermelho.
A Kalanchoe é uma planta fácil de ser encontrada. Fonte: Pixabay

O sucesso dessa planta é tanto que em 2017 foram comercializadas 630 toneladas de Kalanchoe na feira da CEAGESP.

A Kalanchoe possui preço acessível, que varia de 5 a 30 reais, dependendo do tamanho do pote, ou seja, do estado de crescimento em que está a planta. Basta escolher a sua favorita para presentear ou decorar a sua casa!

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
pedras para jardim
Decoração
Pedras para jardim: conheça os tipos e saiba como utilizar

O jardim é um lugar da casa que pode dar espaço a diversas atividades ⏤ relaxamento, cafés da manhã tranquilos, brincadeiras, reuniões de família e amigos, horta e por aí […]

Arquitetura
Espelho d'água: o que é, como utilizar e espaços para inspirar

A casa é o nosso refúgio, sendo essencial, portanto, que ela tenha uma atmosfera tranquila e prazerosa. Para alcançar isso, existem diversos recursos arquitetônicos e decorativos, e o espelho d’água […]

Mercado Imobiliário
Portaria virtual: o que é e como funciona este sistema de segurança

Você já imaginou chegar em casa com segurança, ter o portão aberto e alguém acompanhando você até a entrada no apartamento, sem ter ninguém fisicamente presente no local? Pode até […]

riserva golf
Mercado Imobiliário
Riserva Golf: viver com exclusividade no Rio

Um Rio de Janeiro diferente, com uma sucessão de vistas inimagináveis. Tranquilo, calmo, com o som do mar e a brisa da praia ao fundo. O Riserva Golf é viver […]

sorvete caseiro
Dentro de Casa
Como fazer sorvete caseiro: receitas e dicas

Sorvete é aquela sobremesa que agrada quase todos, afinal existem muitos sabores e tipos de sorvete. Se você sempre acaba comprando sorvete pronto no mercado, porque fazer sorvete caseiro ainda […]

receitas de drinks
Dentro de Casa
Tudo sobre drinks: receitas de drinks clássicos, combinações e dicas

Drinks divertem qualquer comemoração ou encontro. Neste post, ensinaremos diversas receitas de drinks, de clássicos a inovadores, coloridos, com e sem álcool, para agradar a todos!  Coloque uma música dançante […]