Automação residencial, saiba o que é e como funciona

A casa inteligente já é uma realidade no Brasil. Através da automação residencial, é possível programar temperatura, iluminação, som, segurança e mais, tudo com simples cliques no seu smartphone, por exemplo, você estando em casa ou não. 

Abrir e fechar persianas, aumentar ou diminuir o ar-condicionado e, inclusive, agendar esses movimentos, tudo é possível quando se fala de automação.

Mas, afinal, como funciona este sistema? É possível ter um lar inteligente em um apartamento-padrão? Quanto custa ter uma casa automatizada? O que significa “preparado para automação”? 

Estas são algumas das dúvidas comuns sobre automação residencial para curiosos sobre o assunto. Neste post, vamos te explicar tudo sobre esse sistema inteligente, para que você possa escolher como e o que fazer para deixar sua casa mais confortável através da inteligência digital. 

O que é automação residencial

Automação residencial é um sistema eletrônico e digital que permite controlar e agendar o acionamento automático de diversos dispositivos que você tem em casa, a partir de smartphones, tablets ou computadores. 

É possível conectar a essa rede desde lâmpadas, cortinas, ar-condicionado, televisão, alarmes, câmeras e, até mesmo, eletrodomésticos, como uma cafeteira. O único requisito para que um dispositivo se conecte à rede de automação é que ele seja elétrico. 

Dispositivos conectados ao sistema de automação residencial.
Dispositivos conectados ao sistema de automação residencial. Fonte: Pinterest

O sistema de automação conecta os equipamentos a uma controladora, uma central conectada à internet. A configuração do sistema, para acionar e programar os dispositivos conectados, é feita via Wi-Fi, através de aplicativos digitais ou painéis de comando. 

Os painéis de comando são normalmente instalados em uma localização de fácil acesso na casa, como no hall de entrada, no living, ou em um ambiente de circulação e relação entre ambientes, sendo parecido com um tablet fixado à parede. 

Mas não fica por aí, além de aplicativos e dos painéis de controle, é possível acionar dispositivos através dos conhecidos dispositivos pessoais móveis, como a famosa Alexa, do Amazon Echo, que também, conectada à rede Wi-Fi, é comandada por voz. 

Sim, você pode “conversar” e pedir coisas à sua casa inteligente; com um simples: “Alexa, apagar as luzes do quarto” ou “Alexa, ligar o ar-condicionado” e, até mesmo, “Alexa, abrir a porta”. 

Vantagens da automação residencial 

As duas principais vantagens da automação residencial, sem dúvida, são: o conforto e a segurança. Com um sistema de automação em casa, você pode sair durante o dia, ou vários, sem a preocupação de como a casa está e como irá estar quando você retornar. 

Faça chuva ou sol, você pode controlar o seu lar e deixá-lo perfeito para receber você mesmo. 

E quando se está em casa, a comodidade fica ainda mais clara ⏤  você não precisa sair do sofá ou do home office para fechar e abrir janelas e portas, mudar a temperatura e a iluminação. É mais do que conforto, é praticidade para o seu dia a dia e eficiência residencial. 

Como você já pode ter percebido, as vantagens da automação residencial são muitas, afinal a combinação do sistema é infinita e feita sob medida para as suas necessidades específicas.

Tipos de automação

A automação residencial pode ser feita de diferentes maneiras, com ou sem-fio, sendo, em todos os casos, indispensável estar conectada a uma rede de internet Wi-Fi, pois é através dela que você poderá controlar toda a sua casa. 

Quando realizada via cabos, é necessária uma instalação elétrica exclusiva para a rede de automação, na qual todos os fios são conduzidos a um painel de controle. Esses cabos conectam os dispositivos, como lâmpadas, persiana, ar-condicionado, ao painel de controle, sendo possível acioná-los usando o painel ou um dispositivo móvel. 

Painel de comando da automação residencial.
Painel de comando da automação residencial. Fonte: Pinterest

Já a automação sem-fio não requer uma estrutura física, pois ela é feita diretamente conectando dispositivos inteligentes a uma rede Wi-Fi. A diferença do método anterior para este é que os dispositivos têm que prover conexão à rede Wi-Fi por si próprios. 

Sim, já existem desde geladeiras a aspiradores de pó com Wi-Fi. Essa segunda maneira é mais simples e móvel, ou seja, uma opção perfeita para quem mora de aluguel e não quer mexer no cabeamento elétrico do apartamento. Basta ter aparelhos que tenham Wi-Fi e uma central controladora para conectá-los. 

O que significa “apartamento preparado para automação residencial”

É cada vez mais comum, tanto para novos empreendimentos luxuosos como para apartamentos compactos, perceber que entre as características da descrição aparece a frase: “apartamento preparado para automação residencial”. Mas o que isso significa?

Embora a expressão “preparado para automação residencial” possa sugerir que o apartamento é entregue com todo o cabeamento do sistema de automação pronto, e com painel de comando, não é sempre assim. 

Na maioria das vezes, quer dizer que o apartamento contém uma instalação elétrica preparada para receber os dispositivos para automação. Inclusive, pode acontecer de significar apenas que o apartamento tem um espaço para receber esse cabeamento. 

Por isso, é importante sempre confirmar com a construtora do empreendimento o que a frase quer dizer para o edifício em questão. Assim, evita-se desentendimentos e você pode ficar livre para escolher o sistema e os dispositivos que deseja para automatizar sua casa.

O preço da automação residencial

Como visto anteriormente, a automação residencial pode ser feita de diversas maneiras, desde as mais simples e, portanto, mais baratas, até as complexas, totalmente personalizadas, onde o céu é o limite também para o preço do sistema.

Para um projeto de automação residencial cabeado, é necessário um projeto de automação exclusivo, de acordo com o apartamento, as necessidades e os dispositivos. O sistema é composto pelo projeto de instalação e programação. Portanto, o preço varia conforme o tamanho e a complexidade de cada projeto. 

Quando a automação é feita somente utilizando dispositivos inteligentes de forma independente, o valor de tais equipamentos será o preço da automação. Esse método é menos complexo e, portanto, mais barato.

Se você é novo no assunto e quer experimentar aos poucos como funciona uma casa automatizada, uma ótima ideia é comprar equipamentos digitais, que você possa controlar via dispositivo móvel, como lâmpadas, eletrodomésticos ou tomadas inteligentes.

Ficou interessado sobre o tema? Saiba mais sobre a casa inteligente e como a tecnologia pode estar presente em seu lar.

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Varanda com caminho em pedras.
Decoração
Como criar um jardim na varanda

As varandas são espaços cobertos que fazem a transição entre a parte interna da residência para a área livre desta. Atualmente, muitas pessoas costumam ter a ideia de fazer um […]

Rua Augusta – Que rua é essa?
Cidade-se
Rua Augusta – Que rua é essa?

A rua Augusta é reconhecida pela diversidade e pelas variadas opções de lazer que a sua infraestrutura completa oferece à região dos Jardins, em São Paulo, onde está localizada. Seu […]

Vista do palco de apresentações da Sala São Paulo.
Arquitetura
Sala São Paulo – Que prédio é esse?

A Sala São Paulo faz parte de um importante conjunto arquitetônico e patrimônio histórico da cidade de São Paulo, sendo palco para orquestras, corais, grupos de dança, atores e solistas […]

Arquitetura
Estilos arquitetônicos - Desconstrutivismo

Nascido em berço filosófico com o DNA do Construtivismo russo e as influências do Cubismo e do Futurismo, o Desconstrutivismo é rejeitado por muitos teóricos como movimento ou estilo arquitetônico. […]

Peter Zumthor - Biografia e obras
Arquitetura
Peter Zumthor - Biografia e obras

Peter Zumthor é um arquiteto suíço reconhecido como um dos profissionais mais renomados da contemporaneidade, com uma trajetória marcada por feitos poéticos e atemporais. Suas obras refletem o minimalismo, a […]

Melhores bairros de Goiânia.
Cidade-se
Viver o Brasil: conheça os melhores bairros de Goiânia

A capital de Goiás é considerada uma das melhores cidades brasileiras para se viver, principalmente para quem busca uma excelente qualidade de vida em diversos aspectos, sendo o destino ideal […]