Casa Paraty – Que prédio é esse?

    Casa Paraty – Que prédio é esse?
    Victória Baggio

    Por Victória Baggio

    23 fevereiro 2022

      Compartilhar esse post

      Lugares onde a beleza natural é exuberante, com floresta tropical e vistas deslumbrantes para o litoral é algo que podemos encontrar em diversas regiões do Brasil. Porém, ter o privilégio de estar confortável, em um espaço que ampare as necessidades e surpreenda, ao proporcionar habitar o natural de maneira contemporânea e com cuidado ao meio ambiente é algo raro.

      O projeto Casa Paraty, premiado não por acaso, oferece exatamente isso, em uma residência de luxo rodeada de mata atlântica. 

      Habitar o natural é algo tão complexo quanto surpreendente, requer um olhar e um modo de instalar o artifício cuidadoso com o lugar e sua vida própria, mas que, quando benfeito, resulta em ambientes de qualidade espacial, térmica e acústica únicos, além de visuais jamais apreciados.

      A arquitetura tem o poder de proporcionar novas perspectivas, vistas que se fazem possíveis a partir de andares e janelas. Porém, quando se trata de um entorno natural de tamanha riqueza, a construção também pode gerar problemas, como desmatamento e mudança de um ecossistema. 

      Casa Paraty.
      Casa Paraty. Fonte: Nelson Kon

      O projeto da Casa Paraty realizado pelo renomado Studio MK27, dirigido por Marcio Kogan, foi feito com todo o cuidado que o entorno merece, valorizando-o. A qualidade do projeto e sua materialização impecável levou-o a premiações dentro e fora do País, como o prêmio de arquitetura do IAB-SP, também como na categoria Best New Private, da revista inglesa Wallpaper, além do Leaf Awards e do International Property Awards.

      Construída em 2009, a Casa Paraty foi uma das principais portas para uma internacionalização do MK27, graças à sua vasta publicação em importantes plataformas de arquitetura pelo mundo. 

      Studio MK27

      Os anos passam e o legado da arquitetura modernista brasileira segue vivo tanto através das obras construídas na época quanto nas mais recentes, através de novas interpretações. 

      O Studio MK27 é um claro exemplo de um escritório de arquitetura brasileiro contemporâneo que tem como base os conceitos do Modernismo próprio do País e utiliza-o como principal referência nos projetos. 

      Materiais, como concreto armado, a vista, sem revestimentos, linhas geométricas simples e horizontalidade, uso de elementos propriamente brasileiros, como o cobogó, são algumas das características que se fazem presentes no conjunto da obra do Studio Mk27, também como na Casa Paraty.

      Piscina com deck de madeira.
      Casa Paraty. Fonte: Nelson Kon

      Fundado pelo arquiteto paulista Marcio Kogan, no final dos anos 70, o Studio MK27, situado em São Paulo, compõe um grupo com mais de 30 arquitetos e colaboradores pelo mundo. A obra do escritório é conhecida pelas linhas puras, pela integração entre interior e exterior, e por um cuidado minucioso para os detalhes construtivos e acabamentos. 

      Residências de luxo em lugares paradisíacos no Brasil e não só, além de casas urbanas, hotéis e resorts compõem o portfólio do Studio MK27, que já recebeu mais de 250 prêmios internacionais e nacionais, tais como IAB, Bienal de Arquitetura de São Paulo e de Buenos Aires, Architectural Review, Wallpaper Design Awards e Prix Versailles.  

      A Casa Paraty, embora tenha autoria de Marcio Kogan, foi um projeto realizado por uma equipe composta por vários profissionais do Studio MK27 e colaboradores externos. A obra tem como coautora a arquiteta Suzana Glogowski, uma das diretoras do escritório, e o design de interiores por Diana Radomysler, da equipe do Studio.

      O paisagismo da casa é projeto de Gil Fialho. O cálculo estrutural esteve a cargo da empresa SF Engenharia. A obra da residência foi realizada pela construtora Lock Engenharia. 

      A arquitetura da Casa Paraty

      “Chegando de barco na praia onde fica a Casa Paraty, a arquitetura demora a surgir no meio da densa mata. Esse aspecto é dificilmente representado pelas fotografias. Ao mesmo tempo em que a arquitetura busca se afastar da natureza como um gesto artificial, ela se torna parte da paisagem.”

      A interpretação de Gabriel Kogan, filho de Marcio Kogan, define precisamente o conceito materializado na arquitetura da Casa Paraty, que parece querer se esconder entre a mata enquanto gera uma nova paisagem, no encontro do concreto e da vegetação envolvente.

      Casa Paraty vista desde a praia.
      Casa Paraty vista desde a praia. Fonte: Nelson Kon

      O projeto parte de dois volumes prismáticos de linhas horizontais, encaixados na topografia acidentada, de maneira que o volume inferior e perto da praia tende a buscar o mar, enquanto o superior parece recuar-se no interior da mata. A distinção programática da residência se divide entre os dois volumes: o social, que faz frente à piscina; e o privado, mais resguardado.

      A conexão entre os dois prismas é feita por um único pilar, exposto em um andar entre os volumes, encapsulado por um espaço de vidro de piso a teto, que organiza a circulação vertical da casa, além de ser um importante componente estrutural.

      O esquema aparentemente simples, de prismas puros de concreto armado aparente, revela um cálculo estrutural sofisticado, que inclui um balanço de 8 metros e 27 metros de vão livre. 

      Vista lateral da Casa Paraty com o núcleo de circulação envidraçado.
      Vista lateral da Casa Paraty com o núcleo de circulação envidraçado. Fonte: Nelson Kon

      Desde a praia, que é também o acesso à Casa Paraty, a qual só se chega de barco, vislumbra-se uma base de pedra baixa, onde estão a piscina e as espreguiçadeiras, e o volume social, onde living e sala de jantar se fazem vistos de ponta a ponta, devido ao fechamento de vidro que percorre toda a fachada.

      A piscina de borda infinita em frente ao mar o aproxima ainda mais da casa, o oceano e o construído se fundem em um só plano azul translúcido. Um espaço de atmosfera tranquila, para estar em contato com o natural, aparado por toda a infraestrutura contemporânea desejada. 

      Interior de um dos dormitórios.
      Interior de um dos dormitórios da Casa Paraty. Fonte: Nelson Kon

      O prisma superior, de modo semelhante ao anterior, reflete o programa íntimo na fachada, que, ao contrário da transparência dos espaços compartilhados, recebe um sistema de painéis retráteis de gravetos de eucaliptos, que protegem os dormitórios do sol e brindam com privacidade os espaços interiores.

      Além disso, os quartos ganham ainda mais privacidade e contato com a natureza envolvente através de pátios voltados para a montanha.

      Ambas as coberturas da Casa Paraty são também generosos terraços mirantes, que possibilitam novas perspectivas visuais para o litoral e para a mata. Além disso, esses espaços funcionam como jardim de plantas medicinais e ervas comestíveis.

      Sala de estar da Casa Paraty.
      Sala de estar da Casa Paraty. Fonte: Nelson Kon

      Os interiores da Casa Paraty servem de palco para uma variedade de móveis modernos e contemporâneos, desenhados por importantes arquitetos e designers brasileiros, como Lina Bo Bardi e Sérgio Rodrigues, além de internacionais como Luís Barragan e George Nakashima.

      As belezas de Paraty, no Rio de Janeiro

      Segundo lendas locais, as regiões de Paraty e Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, compõem um conjunto de 365 ilhas, uma para cada dia do ano, é em uma destas ilhas que se encontra a Casa Paraty, uma residência de luxo escondida entre a mata atlântica.

      Casa Paraty vista desde o mar.
      Casa Paraty vista desde o mar. Fonte: Nelson Kon

      Paraty apresenta uma característica única: une história, cidade colonial e natureza exuberante e preservada de florestas tropicais e praias de águas cristalinas, compondo uma atmosfera boêmia e tranquila. 

      A Casa Paraty coloca em evidência, de maneira radical, a relação entre homem e natureza, através de um novo artifício que se instala no natural e é envolvido por este.

      Quer relatar sobre algum erro?

      Avise a gente

      LEIA TAMBÉM
      Posts relacionados
      News do Live

      Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

      Seu melhor e-mail