Atraso de obra não é bom para ninguém

Atraso de obra é um assunto que constantemente está em pauta de jornalistas e na boca do povo

Talvez você conheça alguém que comprou um apartamento novo e o prazo de entrega já foi prorrogado algumas vezes.

É importante lembrarmos que a construtora pode legalmente atrasar a obra até 6 meses, além dos normais 3 anos.

Atrasos maiores que isso já foram bem mais comuns, mas ainda acontecem. Assim como você, as construtoras não tem nada a ganhar com atraso de obra. Ambos só tem a perder em vamos entender os motivos.

Atraso de obra: Entenda os motivos

1. Mão de obra

Com tanta gente podendo e querendo realizar o sonho da casa própria nos últimos 5 anos, as construtoras foram em busca de terrenos para lançar e vender apartamentos.

Atraso de obra - Mão de obra

Lançaram, venderam e para construir, era preciso ter abundância de mão de obra qualificada, insumos e crédito. O que ocorreu é que só não faltou crédito, fornecido pelos bancos.

O Brasil não estava preparado para tamanha demanda de imóveis e faltaram engenheiros, pedreiros, marceneiros, mestres de obras etc.

2. Aprovações dos órgãos públicos

Depois que um empreendimento está pronto, a construtora depende de órgãos públicos para tirar o Habite-se. Só com ele os clientes podem buscar o financiamento bancário.

Com o financiamento bancário feito, a construtora pode entregar as chaves. Ou seja, sem o Habite-se, tudo fica paralisado.

3. Situações adversas e falta de planejamento

Algumas obras precisam de projetos complementares devido a situações adversas e até mesmo falta de planejamento.

Atraso de obra - Falta de planejamento

Existem empreendimentos que preveem alguns andares de subsolo, por exemplo, mas quando se começa a escavar percebe-se algum potencial risco que precisa ser analisado em detalhe, parando parte das atividades no canteiro de obra.

Essas adversidades podem ser realmente casos impossíveis de serem previstos, mas também pode serem fruto de falta de planejamento.

4. Ingerência durante a obra

Chuvas atrapalham obras sim, mas elas não são motivo para atrasos maiores do que os 6 meses legais já previstos. Aliás, nem tem chovido tanto.

Existem canteiros de obras residenciais com mais de 1.000 funcionários trabalhando ao mesmo tempo e manter o cronograma de cada etapa exige muita disciplina.

Em exemplos recentes, deixamos muito a desejar nos projetos da Copa do Mundo de 2014, porém as obras das Olimpíadas 2016 estão dentro do prazo. Estamos evoluindo.

Atraso de obra é ruim também para a construtora

Quando você compra um apartamento na planta, normalmente paga 30% do valor total para a construtora durante o período das obras e o saldo remanescente fica para o financiamento bancário.

Financiamento imobiliário - 30% durante as obras e 70% de saldo devedor

Na prática, quem acaba pagando quase toda a obra é o banco que financia a obra para a construtora.

Portanto, se a Construtora atrasa a obra, não tem habite-se, não tem financiamento bancário para o cliente e o banco não repassa o saldo devedor do cliente para a construtora.

O processo e o dinheiro ficam parados, o que é ruim para as finanças de qualquer empresa.

Soluções para evitar o atraso de obra

Para diminuir o problema de atraso de obra as construtoras tem investido em 2 vertentes: processos e pessoas.

Para melhorar os processos, algumas empresas tem investido na tecnologia BIM – Building Modeling Information, que ajuda na assertividade de projetos e garantem cronogramas com menos desvios. Escritórios de arquitetura como o Aflalo & Gasperini já adotaram.

BIM – Building Modeling Information

E para fazer com que estes processos avancem de acordo com o cronograma, as construtoras tem contratado profissionais com certificação PMO (Project Management Office).

Salvo algumas exceções de empresas que fazem parte da minoria do mercado, o objetivo é realizar o seu sonho do apartamento novo da forma mais agradável possível.

Mais em Live

Arquitetura
Edifício Pátio Victor Malzoni - QUE PRÉDIO É ESSE?

Quem passa pela Faria Lima, em São Paulo, e vê o imponente Edifício Pátio Victor Malzoni com seu vão livre de mais de 40 metros de largura a 30 metros […]

Continue lendo
Arquitetura
ONGs que criam moradias e condições para viver melhor

Nós do Live temos o lema “More bem, viva melhor”, mas e as pessoas que sequer possuem onde morar? O Brasil tem 15 milhões de pessoas vivendo em situação de […]

Continue lendo
Arquitetura
Para ganhar espaço e ver o mundo - Quando a janela rouba a cena

A janela! Pode ser um item corriqueiro, muitas vezes despercebido, mas já inspirou milhares de canções (você vai se lembrar de alguma). Se observadas do ponto de vista poético, as […]

Continue lendo
Arquitetura
Loft, studio, kitnet… O que caracteriza cada tipo de apartamento?

O mundo do mercado imobiliário pode ser um pouco confuso para quem está começando a busca por um imóvel. Muitos termos utilizados com frequência não ficam muito claros para quem […]

Continue lendo
Arquitetura
Ohtake Cultural - QUE PRÉDIO É ESSE?

Em 2001 a cidade de São Paulo ganhou um ícone inconfundível. Até hoje, as cores e formas do Ohtake Cultural instigam e despertam a curiosidade transeuntes. É possível que você […]

Continue lendo
Arquitetura
Desvende de uma vez por todas a certificação LEED

Talvez você já tenha lido ou ouvido esse nome em algum lugar. Você sabe que é uma coisa boa, porque é relacionado a sustentabilidade, mas não entende direito quem concede […]

Continue lendo