Tipos de tinta: um guia completo para acertar na pintura

Uma das formas mais simples de mudar um ambiente, dando a ele uma cara nova, é com uma boa pintura. São inúmeros, porém, os tipos de tinta. Qual é a melhor tinta para a parede? Qual tinta usar no azulejo? Eu posso pintar o chão? Para responder essas e todas as outras dúvidas que você possa ter, criamos esse guia sobre os tipos de tinta.

Primeiramente, antes de pintar qualquer superfície, é preciso que ela esteja limpa, seca e regular. Assim, livre-se de qualquer sujeira, umidade ou mofo, e corrija imperfeições no local com massa corrida ou argamassa. Caso precise aplicar alguma dessas substâncias, recomenda-se deixar secar por 28 dias antes de pintar.

Veja, agora, os tipos de tinta disponíveis no mercado e tudo o que precisa saber para fazer a escolha certa 😉.

Tinta PVA 

Tinta PVA
Fonte: Pinterest

A tinta PVA, também conhecida como látex PVA, é a mais utilizada em paredes internas. É preciso, porém, tomar cuidado na hora da limpeza, pois, se esfregar muito com um pano úmido, a tinta pode sair. Logo, não a utilize em áreas externas, pois ela não é resistente à chuva.

Esse tipo de tinta é à base de água, sua secagem é rápida, não possui cheiro forte, é uma tinta para paredes internas e teto.

Tinta acrílica

Tinta acrílica
Fonte: Pinterest

Esse tipo de tinta difere da tinta PVA por conter, em sua composição, resinas que impermeabilizam a pintura. Isso facilita a limpeza, pois ela pode ser molhada e utilizada em ambientes externos.

Ela também apresenta uma melhor cobertura em relação à tinta PVA, o que significa que necessita de menos demãos.

Esse tipo de tinta é à base de água, com cheiro um pouco mais forte do que a tinta PVA, secagem rápida e indicada para paredes e tetos, sejam eles internos ou externos.

Você encontra a tinta acrílica em três diferentes acabamentos:

1 – acabamento fosco, sem brilho, deixa a parede com aspecto aveludado e disfarça as imperfeições;

2 – acabamento acetinado, com um brilho fraco;

3 – acabamento semibrilho, é a tinta acrílica que reflete mais a luz, portanto realça as imperfeições.

No mercado, também há tintas acrílicas consideradas mais do que impermeáveis, pois repelem os líquidos. Elas são muito utilizadas em quartos de crianças, pois resistem a lavagens pesadas para remover as marcas de canetinhas. Esse tipo de tinta é denominado tinta acrílica lavável ou super lavável.

Tinta esmalte 

Tinta esmalte

Esse tipo de tinta não serve para paredes, pois a pintura pode apresentar bolhas e descascamento. Essa tinta deve ser usada em madeira ou metais. É uma pintura muito resistente, pois cria uma película sobre a superfície, podendo ser lavada facilmente. Por sua alta resistência, esse tipo de tinta é indicado para áreas externas.

É uma tinta à base de óleo, com cheiro forte e secagem lenta.

É uma tinta com muito brilho, mesmo nas versões foscas.

Tinta esmalte à base de água

Tinta esmalte à base de água
Fonte: Pinterest

A tinta esmalte à base de água conserva as características da tinta esmalte a óleo, como alto brilho e boa resistência, mas possui um cheiro mais fraco e secagem mais rápida. Seu uso, porém, permanece indicado  em madeiras e metais.

A resistência desse tipo de tinta é superior à das tintas látex e acrílicas, mas inferior à da tinta esmalte à base de óleo, motivo pelo qual é recomendada para ambientes internos.

Tinta epóxi

Tinta epoxi
Fonte: Pinterest

Esse tipo de tinta é muito durável e resistente, mais do que as citadas anteriormente. É uma boa opção para o chão, pois aguenta até mesmo pessoas andando por cima.

Esse tipo de tinta é muito usado para pintar azulejos, e realmente funciona. Os azulejos, porém, têm uma superfície muito lisa, e essa falta de porosidade diminui a resistência da tinta epóxi, principalmente quando usada em áreas que recebem umidade constante, como o boxe do banheiro.

Você encontra essa tinta com acabamento fosco em cores claras; as cores mais escuras só estão disponíveis com acabamento brilhante.

Ela é à base de óleo e possui um cheiro bem forte, além de uma secagem lenta. Esse tipo de tinta é indicado para pisos e azulejos.

Se você quiser descobrir outras formas de decorar e mudar um ambiente, fizemos um guia completo de decoração para você.

Mais em Live

Arquitetura
Paulo Mendes da Rocha – Que arquiteto é esse?

Com mais de 90 anos de idade, Paulo Mendes da Rocha segue projetando e construindo cidades. Com uma vida dedicada ao fazer arquitetônico e social, o também professor nos ensina […]

Continue lendo
Arquitetura
Sesc Pompeia – Que prédio é esse?

O centro de cultura e lazer Sesc Pompeia foi projetado pela arquiteta modernista ítalo-brasileira Lina Bo Bardi.  Responsável por notáveis projetos, como o Museu de Arte de São Paulo (MASP), […]

Continue lendo
Arquitetura
Memória e inovação: Intervenções modernas em edifícios tombados

Projetos de intervenções em edifícios tombados ao redor do mundo mostram como é possível olhar para o futuro sem esquecer do passado. Patrimônio histórico x função Quando um edifício carrega […]

Continue lendo
Arquitetura
Lina Bo Bardi – Que arquiteta é essa?

Esta matéria inaugura a nova série “Que arquiteto é esse?” do Live. Começamos com a arquiteta Lina Bo Bardi em reconhecimento ao seu incrível trabalho e em homenagem a todas […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Niemeyer em Belo Horizonte – Que prédio é esse?

Antes mesmo da construção de Brasília, Juscelino Kubitscheck já era um admirador do trabalho de Oscar Niemeyer. Quando ainda era prefeito de Belo Horizonte, encomendou projetos que até hoje são […]

Continue lendo
Arquitetura
Copacabana Palace – Que prédio é esse?

Inaugurado em 13 agosto de 1923, o icônico Hotel Copacabana Palace foi construído entre 1919 e 1923, por Octávio Guinle e Francisco Castro Silva. O pedido da construção do prédio […]

Continue lendo