Tipos de madeira: como escolher as melhores opções para sua casa

    Tipos de madeira: como escolher as melhores opções para sua casa
    Lucas Vogan

    Por Lucas Vogan

    29 março 2020

    Ao comprar um móvel de madeira, nos deparamos com vários nomes: cerejeira, mogno, pinho… Mas o que significam todos esses nomes? Foi exatamente por isso que fizemos esse guia com os principais tipos de madeira: para você saber o material que procura.

    Estantes decorativos feitas de madeira.
    A decoração feita com diferentes tipos de madeira pode ser simples e elegante. Fonte: Pinterest

    A madeira pode ser usada de diferentes formas, desde forros internos e externos a móveis e pequenos itens de decoração, que funcionam muito bem caso você queira dar um ar mais rústico e terroso ao ambiente.

    Tipos de madeira

    Existem diferentes tipos de madeira, com diversas características. As madeiras nobres são mais duras e resistentes às pragas e à umidade; já as madeiras comuns, mais moles e mais propensas a ataques de fungos e insetos, necessitam de tratamento antes de serem utilizadas, porém costumam apresentar um tempo de crescimento mais rápido, o que reflete no seu preço mais barato.

    Vamos começar com um pouco de história. Você certamente já ouviu o termo “madeira de lei”, que normalmente é usado para se referir a madeiras nobres.

    árvore pau-brasil
    O pau-brasil foi a primeira árvore considerada “madeira de lei”

    Esse termo teve origem durante o período colonial do Brasil, quando a extração de árvores só podia ser realizada com autorização da Coroa portuguesa, ou seja, por lei.

    Madeiras comuns

    tipos de madeira comuns

    Eucalipto: Essa espécie estrangeira apresenta um rápido crescimento, o que resulta em um preço acessível. Produz uma madeira de cor clara e alta densidade, sendo difícil de trabalhar. É muito utilizada na construção de postes, em janelas, na produção de celulose, pela construção civil e também pode ser usada na fabricação de móveis. 

    Pinho: De tonalidade levemente amarelada, essa madeira é muito usada em móveis por causa do seu baixo preço e da facilidade de ser trabalhada. Esse material é muito usado pela construção civil na fabricação de rodapés, forros e andaimes.

    Madeiras nobres

    tipos de madeira nobres

    Ipê: Essa espécie brasileira pertence ao gênero Tabebuia, que costuma produzir uma madeira muito resistente e pesada. De cor acastanhada, esse material é muito procurado no mercado nacional e internacional por sua alta resistência a cupins e fungos.

    Mogno: Com uma tonalidade avermelhada, é uma das melhores madeiras para a produção de móveis, por ser fácil de ser trabalhada e, ao mesmo tempo, muito resistente. É ideal para trabalhos de marcenaria que empregam torção ou grande compressão; o lado negativo é o preço, pois é uma das madeiras mais caras do mundo.

    Piso de madeira de mogno.
    O tom avermelhado da madeira de mogno é elegante e inconfundível. Fonte: Pinterest

    Esse tipo é muito utilizado em instrumentos musicais por causa de sua baixa velocidade na transmissão de sons.

    Cedro: Essa espécie produz uma madeira muito leve e relativamente mole. Sua característica mais marcante é exalar um odor eficaz em afastar insetos. Além disso, é muito resistente à umidade. Pode existir em diferentes tonalidades, mas a mais comum é a avermelhada. 

    Cerejeira: Muito popular, principalmente no Japão, a madeira da cerejeira é de alta qualidade e símbolo de status. De tom castanho-claro, essa madeira é dura, resistente e difícil de trabalhar, mas muito utilizada na confecção de móveis. Outro destaque dela é o preço elevado.

    Carvalho: Madeira muito dura e resistente, mas ainda assim fácil de ser trabalhada. Pode ser encontrada em duas variações: o tom castanho avermelhado e o branco, que apresenta grande resistência à umidade e, portanto, é indicado para ser usado no exterior da casa, característica que o torna mais caro.

    Sala contendo poltrona, mesinhas, um móvel de madeira do tipo carvalho e plantas do tipo costela de adão.
    Móvel feito de madeira do tipo carvalho. Fonte: Lider Interiores

    Nogueira: Essa espécie produz uma madeira marrom avermelhada que é sinônimo de sofisticação e elegância. Possui um ótimo acabamento natural, sendo lisa e aveludada, além de ser muito resistente e um pouco dura, mas ainda assim fácil de ser trabalhada. É muito utilizada em revestimentos internos e na confecção de móveis.

    Madeiras especiais

    Pedaços de madeira em formato de coração.

    Madeira de demolição: A madeira de demolição pode ser de diferentes tipos de árvores, mas normalmente tem origem em plantas que produzem madeira nobre, que são mais resistentes ao tempo, pois a madeira de demolição é exatamente essa madeira reutilizada de novas maneiras, mas que possui aquele visual rústico que somente os anos sob a chuva e o sol conseguem conceder. 

    Um exemplo de uso da madeira de demolição são os trilhos de trens antigos. Essa é uma opção sustentável, mas que possui grande procura, o que acarretou nos altos preços desse material.

    MDP ou MDF?

    Tipos de madeira: MDF, MDP e madeira maciça, respectivamente.
    Tipos de madeira: MDF, MDP e madeira maciça. Fonte: Live

    Com nomes tão parecidos e materiais similares, é natural que a dúvida fique no ar: quais são as diferenças entre o MDP e o MDF?

    Tecnicamente falando, o MDF não é exatamente uma madeira, mas uma mistura de fibras de madeira com fibras sintéticas. Com densidade média, sua dureza também é média, além de ser leve. 

    Quatro placas do tipo MDF.
    Placas de MDF. Fonte: Berneck

    As fibras sintéticas de sua composição tornam o material resistente à umidade e às pragas, além de ser um produto muito versátil, que pode ser encontrado em diversas cores, e ecologicamente correto.

    O MDP também é formado por uma aglutinação de fibras, mas, nesse caso, são apenas fibras de madeira, construídas em três camadas: uma grossa no centro e duas finas nas extremidades. 

    Detalhe do MDP.
    Detalhes do MDP. Fonte: Sumto Machinery

    A aparência do MDP é parecida com a da madeira maciça, com a vantagem de seu preço ser inferior. É utilizado para produzir principalmente formas retas, por não ser muito maleável. O material também se destaca por sua leveza e resistência. 

    Se você procura por mais dicas para deixar a sua casa do jeitinho que sempre sonhou, veja o guia completo de decoração que fizemos.

    Categorias
    Lucas Vogan
    Conteúdo criado por:Lucas Vogan
    Natural de Porto Alegre. Artificial de São Paulo. “O que sabemos é uma gota; o que ignoramos é um oceano.”

    Quer deixar um comentário ou relatar algum erro?

    Avise a gente
    Onde você deseja morar?More bem, viva melhor
    BUSCAR
    Logo Apto Branco
    LEIA TAMBÉM
    Posts relacionados
    News do Live

    Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

    Seu melhor e-mail