MUBE – Que prédio é esse?

Conhecido como MUBE, o Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia é um dos edifícios mais relevantes da obra do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. Além de exposições, é também lugar de praça, encontro e diversas atividades atrativas.

Um pouco da história do MUBE

Localizado em um terreno de geometria peculiar, na esquina da Avenida Europa com a Rua Alemanha, no bairro Jardim Europa, em São Paulo, o edifício tem como vizinho o  Museu da Imagem e do Som, MIS.

Inaugurado em 1995, inicialmente foi imaginado como museu de escultura e ecologia, com paisagismo projetado por Burle Marx, um dos mais importantes paisagistas brasileiros. Embora tenha sido realizado apenas como museu da escultura, não deixou de ser pensado como um jardim para a cidade. 

Por se tratar de um museu destinado à escultura, obra de arte que frequentemente tem grandes dimensões, foi pensado para receber exposições itinerantes, com a intenção de não conter um acervo para as esculturas, pois isso requer muito espaço. 

O jardim do museu foi pensado para, além de dar uma praça à cidade, possibilitar esculturas ao ar livre. 

Arquitetura do MUBE

Para a concepção do edifício, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha partiu de um desenho extremamente simples, que servisse de apoio às obras de arte que ocupariam os espaços. Dispostas em um lugar quase neutro, as esculturas adquirem ainda mais importância. Segundo Paulo: “o edifício apoia, na sua simplicidade, as outras manifestações de caráter formal”. 

O projeto de arquitetura para o museu foi elaborado de forma tal que a simplicidade é conquistada por meio da integridade da obra. 

Tal como uma pedra no céu, um monolito, uma peça arquitetônica é a primeira imagem que se avista ao chegar ao museu. Um abrigo coberto com pé-direito baixo, de 12 metros de largura, que vence um vão livre de 60 metros de comprimento. Este elemento é o responsável por dar escala ao edifício e a partir dele se pode compreender o tamanho das esculturas exibidas no lugar.

Vista da esplanada do MUBE com o vao livre de fundo.
Esplanada MUBE. Fonte: Archdaily

O edifício e seus vizinhos

Pela inserção deste abrigo perpendicular à Avenida Europa, os eixos fundamentais das vias de acesso são acentuados. Aparece, então, uma praça entre o MIS e o vão do MUBE, um espaço de transição e encontro de um edifício com o outro. 

Foto aérea MUBE. Fonte: Archdaily

A implantação do edifício é um compromisso urbanístico para Paulo Mendes da Rocha. Por se tratar de um bairro de densidade baixa, com construções cuja altura não é superior à de três andares, o arquiteto busca construir um edifício que chame a atenção do público, ao mesmo tempo em que não se exalte em meio à serenidade do entorno. 

E onde está o museu?

Paulo Mendes aproveita as diferenças de nível do terreno e projeta o museu como um falso subsolo, que redesenha a superfície. O edifício é construído com base na forma do terreno. 

O museu acontece ao ar livre, na praça, mas também em espaços interiores. Dentro dessa construção semienterrada há um grande salão de exposições: uma pinacoteca de 60 metros de extensão é criada numa espécie de reprodução do vão de 60 metros da superfície, como uma memória. 

Interior do MUBE, sala de exposiçoes.
Sala de exposições MUBE. Fonte: Nelson Kon

A cobertura do museu é o chão da praça. Lugar de sol e de sombra, uma arquibancada para um teatro aberto. Esplanadas em diferentes níveis, cobertas pela mesma peça monolítica que parece flutuar serenamente sob o museu.

Vista exterior da praça do MUBE.
Vista exterior MUBE. Fonte:  Nelson Kon

Programação do MUBE 

Além de exposições itinerantes, o MUBE apresenta uma programação diversa, com atividades direcionadas desde o público infantil ao adulto. A praça do museu é lugar de exposições ao ar livre, feiras, recreação e apresentações. 

Aos sábados pela manhã, por exemplo, aulas abertas de ioga acontecem na esplanada da praça do museu. 

Já aos domingos, o mesmo lugar transforma-se em feira de antiguidades. Ótimo lugar para encontrar objetos garimpados antigos, que vão de joias a elementos de decoração. 

Visite o MUBE

Endereço: Rua Alemanha, 221, Jardim Europa, São Paulo, SP. CEP 01448-010

Telefone: (11) 2594 2601

Horário de funcionamento: Terça a Domingo das 10h às 18h   

 Entrada franca

Site:

https://www.mube.space/

Mapa do MUBE

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Sala de estar com painel para TV
Dentro de Casa
Painel para TV: um mobiliário versátil para todos os cômodos

O painel para TV é um mobiliário que começou a ser muito utilizado com a mudança das televisões para aparelhos mais finos e leves, assim esse objeto funcional apareceu como […]

Decoração para banheiro: dicas criativas com madeira, higiene e criatividade!
Decoração
Conheça ideias criativas de decoração para banheiro

Muitas vezes subestimada, a decoração para banheiro é fundamental não somente para a estética do cômodo, mas também para o conforto dos moradores. Confira dicas para decorar o ambiente. No […]

Cidade-se
25 de Março – Que rua é essa?

A rua 25 de Março (Rua Vinte e Cinco de Março) é conhecida como o maior centro comercial da América Latina. Repleta de lojas, visitantes, produtos e variedade, atrai milhares […]

imagem de de capa com importantes autores e obras do movimento High-Tech, são eles: Renzo Piano, Richard Rogers, Norman Foster, Centro Pompidou, Edifício Lloyd's e a cobertura do Palácio de Reichstag.
Arquitetura
Estilos Arquitetônicos: High-Tech

High-Tech ou alta tecnologia foi uma corrente de pensamento na qual as inovações tecnológicas foram entendidas como potencial para facilitar o cotidiano, em diversos níveis. Assim, o movimento trouxe uma […]

Entenda como funciona o rodízio de veículos em São Paulo
Cidade-se
Entenda como funciona o rodízio de veículos em São Paulo

O rodízio de veículos em São Paulo, chamado Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores no Município de São Paulo, é regulamentado pela Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP) […]

Decoração
Molduras de gesso: o que é, tipos, como utilizar e dicas

Em ambientes interiores, bons acabamentos são essenciais, afinal são estes que brindam os espaços com sofisticação, estilo e colaboram para uma maior e melhor vida útil dos materiais que compõem […]