Como escolher revestimento para varanda em 4 passos

    Como escolher revestimento para varanda em 4 passos
    Victória Baggio

    Por Victória Baggio

    06 outubro 2022

    O revestimento para varanda tem um papel fundamental nesse espaço que tem tudo para ser a alma da casa, e para escolher o ideal é preciso ter atenção às necessidades de acordo com o uso do espaço e, claro, o estilo da casa. 

    Ao ser um ambiente semiexterior, onde, pelo menos, um de seus lados está praticamente livre, a face oposta normalmente de vidro, que integra a área social do apartamento, o revestimento de piso e as paredes laterais marcam presença e compõem a decoração do espaço. 

    Passo a passo para escolher o revestimento ideal para a sua varanda 

    Para te ajudar a escolher o revestimento para varanda que seja o ideal para a sua casa e rotina de vida, organizamos quatro aspectos essenciais para considerar, que vão desde características subjetivas, como gosto e desejos para o espaço, a pontos práticos reais. 

    Varanda.
    Varanda. Fonte: Pinterest

    Sente-se em um lugar confortável, chame quem mora na casa com você e irá participar desse processo e, juntos, comecem a planejar qual o material ideal de acordo com os pontos a seguir.

    1- Analise quais são os usos e as necessidades do espaço 

    A varanda de um apartamento pode ser utilizada de diversas maneiras, dependendo do modo de vida dos seus habitantes. O mesmo espaço pode ser lugar de fazer churrasco, receber amigos, horta, brinquedoteca, espaço zen, academia e por aí vai.

    Para cada demanda, ou combinação delas, existem revestimentos mais adequados. 

    Por exemplo, em uma casa com crianças e/ou que a varanda é utilizada para prática de exercícios como ioga, pode ser interessante a colocação de um revestimento de piso antiderrapante e não muito duro.

    Enquanto em uma varanda onde o foco é receber amigos e funciona como uma continuação da área social da casa, pode ser mais adequado preferir um revestimento liso, brilhante e sofisticado, como pedra. 

    2- Saiba o seu orçamento

    Quando se trata de objetivo material para uma casa, é essencial ter como ponto de partida o orçamento disponível para tal. 

    Saber o quanto você está disposto a investir antes de começar a procura por revestimentos no mercado possibilita um processo mais acertado, pois, além de evitar gastar mais do que o desejado, serve como um filtro para a busca, afinal hoje em dia existem materiais de uma extensa gama de valores.

    Dica importante: após chegar no valor total de orçamento do revestimento para a varanda, divida-o pela metragem do espaço, pois normalmente este tipo de compra é medida por metro quadrado. 

    Desta forma, você irá poder comparar valores de maneira simples e prática, sabendo o seu limite e colaborando para uma busca mais assertiva. 

    3- Conheça as opções disponíveis 

    Atualmente o mercado oferece um leque bastante extenso de opções de revestimento para varanda, de diversos materiais, cores, formatos, texturas e estilos.

    Saber quais são as opções disponíveis dentro do seu orçamento, prazo de entrega e local é essencial para escolher o revestimento mais adequado. 

    Para simplificar o processo de decisão do material, uma boa dica é, após conhecer as opções disponíveis, selecionar de quatro a seis revestimentos favoritos e, em seguida, avaliá-los melhor.

    Muitas lojas e fornecedores oferecem uma mostra para você levar até o espaço e visualizar como fica, bastante útil no momento da escolha. Observar o revestimento na varanda em questão, com a luz do lugar e os elementos existentes pode ser chave para escolher o que mais se encaixa com o ambiente.  

    4- Veja qual é o que mais combina com o estilo do ambiente 

    Depois de avaliar as questões práticas anteriores, é hora da parte prazerosa da escolha, perceber qual dos revestimentos combina com o aspecto que você deseja que a varanda tenha.

    Para isso, uma boa dica é começar pensando se o objetivo é integrar a varanda com o interior ou abordá-la como um contraponto ao apartamento, um elemento de cor, por exemplo.

    Materiais de revestimentos de varanda 

    Felizmente, o mercado de hoje oferece várias opções de materiais de revestimento para varanda, desde os clássicos até novas opções elegantes e divertidas.

    Varanda com piso cerâmico.
    Varanda com piso cerâmico. Fonte: Pinterest

    A cerâmica, por exemplo, é um revestimento bastante utilizado para varandas e áreas semiexteriores, pois é impermeável, resistente, com longa duração, de fácil manutenção e acessível; um conjunto de características que faz deste material querido pelos brasileiros.

    Varanda com piso em porcelanato.
    Varanda com piso em porcelanato. Fonte: Pinterest

    O porcelanato é o revestimento que está em alta há alguns anos e seus novos modelos fazem com que este ascenda a cada ano. Resistente, duradouro e de fácil manutenção, o porcelanato tem um valor mais elevado do que a porcelana, por tratar-se de pedras mais nobres e peças de tamanhos maiores. 

    Por ser um material que também é utilizado em interiores, como zonas de estar, pode ser a opção ideal para apartamentos onde a varanda é totalmente integrada à sala, permitindo que ambos ambientes conformem um piso contínuo. 

    Varanda com revestimento em pedra ardósia.
    Varanda com revestimento em pedra ardósia. Fonte: Pinterest

    A ardósia é uma bela opção de revestimento para varandas com alta exposição ao sol e à chuva, pois é um material que apresenta alta resistência à água. No entanto, é uma pedra que exige maior cuidado de manutenção, por manchar com facilidade. 

    Inspirações de varandas com revestimentos variados 

    Varanda com piso de cerâmica colorida.
    Varanda com piso de cerâmica colorida. Fonte: Pinterest

    Revestimentos cerâmicos coloridos com padrões geométricos são uma ótima opção para preencher a varanda de vida, além de terem características adequadas para um ambiente semiexterior.

    A cerâmica pode ser utilizada tanto no piso quanto também nas paredes, compondo um ambiente com personalidade e cor. 

    Varanda com piso de ladrilho hidráulico.
    Varanda com piso de ladrilho hidráulico. Fonte: Pinterest

    O ladrilho hidráulico também pode ser utilizado como revestimento de piso e paredes de varandas, dando cor e casualidade para o ambiente. 

    Varanda com piso de madeira.
    Varanda com piso de madeira. Fonte: Pinterest

    Uma opção bastante utilizada para dar aconchego à varanda é a madeira, mas é importante ressaltar que, neste caso, o material precisa ser impermeabilizado, e não é recomendado para ambientes com churrasqueira, espaço gourmet, ou varandas que recebam muita incidência de chuvas. 

    No entanto, quando bem-instalada e em um ambiente propício, o resultado é uma varanda que convida a estar, tanto no verão como também em dias frios. 

    Varanda com jardim vertical.
    Varanda com jardim vertical. Fonte: Pinterest

    Revestir uma das paredes da varanda com jardim vertical é uma alternativa cada vez mais utilizada. Agrega cor e vida ao ambiente, sendo uma ótima maneira de incluir vegetação em espaços compactos. 

    Varanda com piso contínuo com o ambiente interior.
    Varanda com piso contínuo com o ambiente interior. Fonte: Pinterest

    A continuidade do piso interior na varanda leva amplitude espacial e elegância. Neste caso, o mais adequado são revestimentos de tons neutros e claros, como pedras. 

    Nesta varanda, o piso feito no local em cor de rosa é o principal elemento do ambiente.
    Nesta varanda, o piso feito no local em cor de rosa é o principal elemento do ambiente. Fonte: Pinterest

    Para quem deseja uma varanda única e cheia de estilo, o piso feito no local é a opção ideal, pois significa uma infinidade de possibilidades de cores e acabamentos, além de um resultado irreplicável.

    O cimento queimado e o granilite são alternativas muito utilizadas atualmente, sendo possível brincar à vontade com cores e acabamentos. 

    A varanda como alma da casa 

    Cada vez fica mais evidente a importância da varanda em um apartamento, como expansão do ambiente interior, espaço exterior, ambiente de encontro, tranquilidade e tantas outras funções que este pode adquirir.

    Quando entendida como a alma da casa, a varanda merece um cuidado assim como os demais ambientes, e isso começa pelos revestimentos, que dão a primeira cara do espaço, estendendo-se para a decoração.

    A varanda deve refletir a decoração da sua casa e a principal função que você deseja para ela.
    A varanda deve refletir a decoração da sua casa e a principal função que você deseja para ela. Fonte: Pinterest

    A varanda pode ser um lugar para receber amigos, se exercitar, como também para relaxar e brincar, portanto os materiais escolhidos devem ser, primeiramente, pensados de acordo com tais funções.

    Como contraponto do revestimento, algo fixo e duradouro, a decoração da varanda pode ser livre, flexível e adaptável, tal com a essência do ambiente. 

    É importante se atentar a disposição dos móveis e os materiais utilizados em sua varanda.
    É importante se atentar a disposição dos móveis e os materiais utilizados em sua varanda. Fonte: Pinterest

    Investir em móveis soltos, que possam mudar de disposição de acordo com o momento, é uma alternativa muito útil em ambientes como a varanda.

    Na decoração, dê preferência por objetos e tecidos resistentes às intempéries, e não tenha medo de ousar nas cores! O essencial é que a varanda acompanhe o estilo dos habitantes da casa, refletindo sua personalidade. 

    Categorias
    Victória Baggio
    Conteúdo criado por:Victória Baggio
    Arquiteta com formação no Uruguai e Portugal, atualmente mestranda em projeto de arquitetura. Apaixonada pelo fazer e escrever sobre arquitetura.

    Quer deixar um comentário ou relatar algum erro?

    Avise a gente
    Onde você deseja morar?More bem, viva melhor
    BUSCAR
    Logo Apto Branco
    LEIA TAMBÉM
    Posts relacionados
    News do Live

    Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

    Seu melhor e-mail