Cidades Vizinhas – infraestrutura com custo benefício

    Cidades Vizinhas – infraestrutura com custo benefício
    Lucas Vogan

    Por Lucas Vogan

    08 junho 2019

      Compartilhar esse post

      A cidade de São Paulo cresceu de tal modo que impulsionou o crescimento de suas cidades vizinhas.

      Muitas se tornaram cidades satélites, dependendo da economia da capital e passaram a ser conhecidas como cidades dormitórios.

      Ou seja, as cidades dormitórios são chamadas assim pela grande concentração de pessoas que apenas dormem na cidade, mas que trabalham em outra, no caso São Paulo.

      Mas essa realidade vem mudando, essas cidades vizinhas desenvolvem cada vez mais sua economia e infraestrutura própria.

      Isso mudou a dinâmica, as pessoas agora não precisam mais apenas dormir em sua cidade, pois a economia cresceu e diversas oportunidades de trabalho, cultura e lazer se consolidaram.

      planta crescendo

      Além disso, um movimento contrário começa a aparecer, pessoas saindo de São Paulo para morar nas cidades vizinhas.

      Isso ocorre por diversos motivos, alguns querem fugir da agitação da capital, mas um outro grande fator é o preço.

      O metro quadrado em São Paulo tem ficado cada vez mais caro.

      E como as cidades vizinhas estão cada vez mais desenvolvidas, porém ainda mantém um preço por m² muito menor, podendo chegar até a metade do preço, muitos buscaram esse refúgio.

      Vamos tomar como exemplo o complexo da Eztec, o Cidade Maia.

      área externa de condomínio
      Residencial Botânica, do Cidade Maia, em Guarulhos

      Ele tem um valor cerca de 30% menor do que os empreendimentos equivalentes na cidade de São Paulo e está localizado em Guarulhos.

      Guarulhos é uma cidade próxima à capital que já conta com toda a infraestrutura que você pode vir a necessitar no seu dia a dia bons hospitais, escolas e opções de lazer.

      Você sabia que Guarulhos também possui uma ponte estaiada?

      cidade

      Além disso a malha do transporte público se preocupa em integrar cada vez mais as cidades nos entornos à capital.

      Guarulhos já conta com uma linha de trem que conecta diretamente com o metro de São Paulo, isso além do já conhecido transporte de ônibus, tornando o acesso à capital fácil, quando necessário.

      Mas as cidades vizinhas já estão tão integradas com as grandes metrópoles que às vezes é difícil traçar a linha que as divide.

      Olhe, por exemplo, para o empreendimento imobiliário Jardins do Brasil.

      portaria
      Portaria principal, com guarita blindada, do Jardins do Brasil

      Ele se localiza em Osasco, em uma área com excelente infraestrutura, com 3 shoppings ao redor, hipermercados, hospitais e estação de trem.

      E além disso está muito próximo de São Paulo, do lado do bairro Vila Leopoldina.

      Mapa

      Mas o mais importante, esse empreendimento em Osasco possui um valor cerca de 30% menor dos que você encontraria na capital, mesmo estando tão próximo.

      Esse fenômenos também acontece em outras cidades vizinhas de grandes metrópoles, como Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

      Cada vez mais um novo olhar recai sobre essas cidades vizinhas.

      A infraestrutura com custo benefício está fazendo muitos considerarem que uma mudança poderia ser vantajosa, que um abrigo contra os preços altos e a agitação da capital poderia combinar mais com o seu estilo de vida.  

      Quer relatar sobre algum erro?

      Avise a gente

      LEIA TAMBÉM
      Posts relacionados
      News do Live

      Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

      Seu melhor e-mail