Como andar de metrô e de trem em São Paulo

Como andar de Metrô e trem em São Paulo

Andar de metrô e de trem em São Paulo é um desafio para muitas pessoas. Veja tudo o que você precisa saber para começar hoje a se virar sozinho(a).

Ainda que São Paulo seja uma cidade gigantesca, o sistema de metrô e trem é pequeno se comparado ao de grandes cidades do mundo. Mesmo assim, as linhas de metrô e trens existentes já ajudam muito a se locomover mais rapidamente na cidade.

Hoje, existem seis linhas de metrô e sete linhas de trem em São Paulo. Muitas estações conectam-se com outras e, geralmente, esses pontos de encontro podem ser confusos para algumas pessoas. Para os mais perdidos, o mapa oficial não passa de bonitas linhas coloridas! 🙂

Esse é o mapa atual das linhas do Transporte Metropolitano de São Paulo. Para vê-lo com mais qualidade, acesse o site do Metrô.

São seis linhas de metrô em São Paulo (incluindo 1 monotrilho), das quais duas são os grandes eixos, atravessando a cidade de Norte a Sul, de Leste a Oeste.

As principais linhas de metrô e de trem de São Paulo

Linha 3 – Vermelha (Oeste – Leste)

Ela liga a estação Palmeiras – Barra Funda até a estação Corinthians – Itaquera, e passa por diversas estações em regiões bem movimentadas do centro da cidade, como Anhangabaú e República. No extremo Oeste, na estação Barra Funda, há um terminal de ônibus, onde você pode fazer baldeação. Essa é a linha mais movimentada, então, se possível, evite-a nos horários de pico.

Linha 1 – Azul (Norte – Sul)

Ela liga o Tucuruvi ao Jaçanã e passa pela estação Portuguesa – Tietê, o maior terminal rodoviário da América Latina, e por estações importantes, como Paraíso e Ana Rosa, que dão acesso à linha Verde.

Linha 2 – Verde (Eixo Avenida Paulista – Leste)

Conhecida como a linha da Avenida Paulista, ela liga a Vila Madalena até a Vila Prudente e tem três estações na Av. Paulista: Consolação, Trianon-MASP e Brigadeiro.

Linha 4 – Amarela (Centro – Oeste)

Ainda parcialmente finalizada, ela começa na Luz e vai até a Vila Sônia, passando por importantes pontos da cidade, como Marginal Pinheiros, Av. Faria Lima e Av. Paulista. É a mais moderna linha de metrô de São Paulo, com eficiente ar-condicionado e é operada sem maquinista.

Linha 5 – Lilás (Sudoeste – Sul)

Hoje essa linha conecta o Capão Redondo à estação Chácara Klabin, fazendo uma integração na Marginal Pinheiros, pela estação Santo Amaro. Muito importante para a cidade porque corta a zona Sul até a Chácara Klabin, passando por Brooklin, Campo Belo e Moema.

Linha Esmeralda (Marginal Pinheiros – Autódromo)

Conhecida como a linha da Marginal, ela atravessa toda a Marginal Pinheiros de Osasco até a Estação Grajaú. Antes dela tem a estação Primavera – Interlagos, que, após descer nela e andar cerca de 20 minutos, leva aos portões do Autódromo.

Dicas para usar o metrô de São Paulo

1. Bilhetes e valores

bilhete-unico-metro

O valor da passagem é R$ 4,40 (janeiro/2020). Você pode passar usando o bilhete único ou o bilhete tradicional. Com o bilhete único é possível conseguir um desconto ao utilizar o metrô/trem e a integração com metrô/ônibus da SPTrans é grátis.

2. Horário

As estações abrem de segunda à sexta-feira, e aos domingos, das 4h40 à 0h00, e aos sábados, das 4h40 até 1h00. Algumas estações de trens da CPTM possuem horários diferenciados.

Sempre evite os horários de pico, das 7h30 às 9h, no horário da manhã, e das 18h até as 19h30, no período da noite. Uma hora antes ou depois desses horários, os sistemas ainda continuam cheios, mas não caóticos.

3. Baldeações

metro-trem

Essa é a parte chave para você usar realmente bem as linhas de metrô e de trem. Se você está na Estação Vila Mariana (Sul) e quer ver um jogo do Corinthians, na Arena Corinthians, ao lado da estação Corinthians – Itaquera, você precisa pegar a linha azul, no sentido Tucuruvi (Norte), e descer na Sé, nela você faz baldeação, trocando de linha sem pagar nada. Descendo na Sé, você procura a linha que vai para a estação Corinthians – Itaquera (Leste).

Depois que você entende essa lógica, tudo fica mais fácil. Talvez você se perca nas estações para encontrar o lugar exato da linha de que precisa, mas todo mundo se perde nessa hora, então pergunte à vontade.

4. Segurança

Os dois sistemas são muito limpos e seguros, mas, de qualquer forma, atenção aos pertences sempre, especialmente nos horários mais cheios. Teve algum problema? Olhe ao redor porque, quase sempre, há seguranças por perto nas estações de metrô (o que nem sempre acontece nas estações de trem).

5. Mapas e aplicativos

APP, do Metrô de São Paulo

O Metrô de São Paulo possui um aplicativo específico e oficial, que permite ver um mapa de todo o sistema, fazer um itinerário de como chegar ao seu destino, usando as linhas e estações existentes, e saber sobre o funcionamento das estações. A CPTM também possui um aplicativo próprio para o sistema de trens.

6. Não se estresse e aproveite a cultura

Arte no Metrô

Sim, às vezes as estações são super lotadas, mas o paulistano aprendeu a conviver tranquilamente com isso, para evitar o estresse. Aproveite as obras de arte fixas e as exposições periódicas que sempre estão acontecendo.

O metrô é o meio de transporte preferido do paulistano, mas novas opções chegaram com o intuito de melhorar a mobilidade urbana daqueles que moram na capital paulista.

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Você Apto
Investimentos imobiliários: como funcionam e por que considerar?

Os imóveis estão entre os bens preferidos dos brasileiros. Não apenas ter a casa própria e sair do aluguel, mas também fazer investimentos imobiliários e obter bons lucros no longo […]

Continue lendo
chave do primeiro imóvel
Você Apto
Subsídio Habitacional: o que é e como utilizar

Conquistar a casa própria é a meta de muitas famílias. Essa meta representa sair do aluguel, garantir estabilidade de moradia e ter o seu patrimônio.  Hoje em dia o caminho […]

Continue lendo
Cidade-se
Feira da CEAGESP: O que acontece lá?

A feira da CEAGESP, localizada na Vila Leopoldina, é um local por onde passam mais de 50 mil pessoas por dia e onde são comercializados cerca de 10 mil toneladas […]

Continue lendo
Você Apto
Taxa Referencial (TR): o que é, como funciona e qual o valor

Quando falamos dos setores financeiro e imobiliário no Brasil, são muitos os indicadores que influenciam nosso dia a dia: Selic, CDI, IPCA, e muitos outros. Entre todos, talvez a Taxa […]

Continue lendo
vista exterior da casa da cascata.
Arquitetura
Frank Lloyd Wright — biografia e suas obras

Frank Lloyd Wright, arquiteto, designer de mobiliário, escritor e educador estadunidense, foi um dos arquitetos mais importantes do século XX. Considerado “o maior arquiteto americano de todos os tempos”, segundo […]

Continue lendo
Você Apto
Como comprar um apartamento?

Comprar o primeiro apartamento pode parecer um processo muito complicado, afinal, existem algumas etapas a serem consideradas: procurar um imóvel, definir a forma de pagamento e ainda lidar com toda […]

Continue lendo