Viver o Brasil: Museu Oscar Niemeyer (MON)

    Viver o Brasil: Museu Oscar Niemeyer (MON)
    Beatriz Dilascio

    Por Beatriz Dilascio

    25 fevereiro 2022

      O Museu Oscar Niemeyer (MON) é especializado em arquitetura, artes visuais e design, considerado o maior museu de arte da América Latina, localizado em Curitiba, no Paraná. 

      Ele conta com mais de 20 exposições por ano e um vasto acervo com mais de 9 mil obras, entre as especialidades de arquitetura, artes visuais e design. Existem alguns acervos permanentes no MON, sendo um deles destinado especialmente para o arquiteto Oscar Niemeyer.

      A história do MON

      A história do museu começa muito antes da sua inauguração, quando o governador do Paraná, Jaime Lerner, se empenhou para implantar em Curitiba um museu que proporcionasse à cidade um cenário nacional e internacional de cultura. 

      O prédio principal foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, em 1967, com a ideia de o espaço servir como um instituto educacional. Porém, a inauguração do local, na época chamado de Edifício Presidente Humberto Castelo Branco, aconteceu somente em 1978, e devido a algumas questões políticas o prédio foi ocupado pela administração estadual em vez de servir como um instituto educacional.

      Prédio principal do complexo, que serviria como um instituto educacional.
      Prédio principal do complexo, que serviria como um instituto educacional. Fonte: Vitruvius

      Após alguns anos, em 2001, o Estado do Paraná decretou que o local iria se tornar um museu. E foi no ano seguinte que foi construído o “Olho”, como ficou conhecido, o qual funciona como um anexo do prédio principal, também projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. 

      No dia 22 de novembro de 2002, o museu foi inaugurado com o nome de Novo Museu. O nome que hoje conhecemos como Museu Oscar Niemeyer foi dado apenas em 2003, quando o governo do Estado do Paraná se tornou responsável pela instituição e criou a Organização Social e Civil de Interesse Público. 

      A arquitetura do Museu Oscar Niemeyer

      Hoje o local possui mais de 35 mil metros quadrados de área construída e mais de 17 mil metros quadrados de área expositiva, sendo a área total do complexo de 144 mil metros quadrados. 

      O MON é um ótimo exemplo de arquitetura associada à arte, já que ele não é um simples prédio comum. O protagonismo do museu vai para o “Olho”, como ficou conhecido, um bloco rígido horizontal e opaco, elevado por um bloco de concreto protendido

      Ele possui uma metáfora, que faz muito sentido quando pensamos também na sua realidade arquitetônica, a qual pode ser interpretada da seguinte forma: ele é feito para ser visto, mas também para quem vê. 

      A parte interna do “Olho” abriga algumas exposições e pode também servir como um mirante aos visitantes do museu.
      A parte interna do “Olho” abriga algumas exposições e pode também servir como um mirante aos visitantes do museu. Fonte: Pinterest

      Quando falamos em arquitetura, o edifício do “Olho” funciona como um mirante para ver tanto a cidade quanto o parque para quem está na parte de dentro. Para quem vê de fora, ele é transparente e funciona como uma vitrine de arte, pois é um espaço para exposições. 

      Os dois edifícios são independentes, dessa forma não existem interações funcionais diretas entre eles, em que um não precisa do outro para funcionar. O prédio antigo abriga as salas expositivas, tendo uma configuração mais linear. 

      O complexo ainda conta com um lindo projeto paisagístico que une o edifício principal, o antigo Edifício Presidente Humberto Castelo Branco, com o Centro Cívico, feito pelo paisagista Burle Marx.

      O paisagismo do Museu Oscar Niemeyer feito por Roberto Burle Marx.
      O paisagismo do Museu Oscar Niemeyer feito por Roberto Burle Marx. Fonte: Gazeta do Povo

      Destaca-se também o gramado aos fundos do complexo, usado aos sábados, domingos e feriados pelos moradores das proximidades para passear com a família, proporcionando um momento de lazer. 

      A estrutura do complexo

      O edifício principal é composto por três pisos ⏤ o térreo, o primeiro pavimento e o subsolo. Toda a estrutura do prédio é feita de concreto protendido, pois esse tipo de estrutura permite que o edifício tenha grandes vãos. 

      Além de todas as salas de exposição, o edifício também possui um auditório com capacidade para 345 pessoas, um ambiente para eventos externos para 500 pessoas, uma lojinha do museu com produtos personalizados, um café e um espaço para alimentação.

      No térreo, podemos encontrar a entrada do museu, a bilheteria, o MON Café, a MON Loja e o salão de eventos. Já o primeiro pavimento comporta as nove salas das exposições temporárias do edifício e pode ser acessado por rampas, escadas ou elevadores. 

      Centro de Documentação do MON.
      Centro de Documentação do MON. Fonte: Massa News

      Por último, no subsolo está a exposição permanente do arquiteto Oscar Niemeyer. Nela estão fotos, projetos e maquetes de obras do arquiteto, o Espaço Niemeyer. Ainda no subsolo está o Pequeno Auditório, a sala expositiva Galeria Niemeyer, salas administrativas, o Espaço da Ação Educativa, o Pátio das Esculturas, o Laboratório de Conservação e Restauro, a Reserva Técnica e o Centro de Documentação. 

      Sobre o estacionamento do museu, existem dois que juntos somam 316 vagas, um deles tem seu acesso pela Rua Marechal Hermes e o outro pela Rua Manoel Eufrásio. 

      Os dois edifícios são ligados por um túnel interno.
      Os dois edifícios são ligados por um túnel interno. Fonte: Pinterest

      Já o anexo, conhecido como “Olho”, fica em frente ao edifício principal o qual é ligado por um túnel interno. Ele tem 30 metros de altura e possui um total de quatro pavimentos destinados a exposições.

      Exposições do MON

      No MON, existem duas categorias de exposições: as fixas e as temporárias. As exposições fixas ficam em um espaço ao ar livre, no subsolo do museu; lá estão expostas 18 obras tridimensionais que pertencem ao acervo do museu. 

      Exposições do Museu Oscar Niemeyer.
      Exposições do Museu Oscar Niemeyer. Fonte: Vida Sem Paredes

      Todas elas são obras assinadas por grandes autores que representam diferentes movimentos artísticos, entre eles estão: Oscar Niemeyer, Tomie Ohtake, Bruno Giorgi, Amélia Toledo, Emanoel Araújo, Ângelo Venosa, Erbo Stenzel, Marcos Coelho Benjamin e Sérvulo Esmeraldo.

      Já as exposições temporárias são sempre alternadas, porém você pode ter acesso às que estão em cartaz aqui e visitar as que mais te interessar. 

      Onde fica o Museu Oscar Niemeyer?

      O MON fica localizado em Curitiba, no Paraná, que é um ótimo destino para o turismo, pois possui muitas atrações e belos pontos turísticos que valem a pena conhecer, sendo um deles o Museu Oscar Niemeyer (MON).

      A cidade de Curitiba, onde está localizado o Museu Oscar Niemeyer.
      A cidade de Curitiba, onde está localizado o Museu Oscar Niemeyer. Fonte: Pinterest

      O museu fica localizado na Rua Marechal Hermes, n° 999, no Centro Cívico, muito próximo ao Centro Histórico, ao Memorial Polonês, ao Bosque do Papa e ao Largo da Ordem. 

      Informações e acesso ao Museu Oscar Niemeyer

      O Museu Oscar Niemeyer recebe visitantes de terça a domingo, das 10h às 18h, porém o acesso às salas de exposição e a compra dos ingressos vão até às 17h30. Os ingressos podem ser comprados tanto on-line quanto presencialmente na bilheteria do museu. 

      Os pagamentos na bilheteria podem ser feitos com cartão de crédito ou débito, dinheiro e Vale-Cultura. Já no caso da compra on-line, o pagamento pode ser feito no cartão de crédito ou via Pix.

      Seus valores são: R$ 30,00 para inteira e a meia-entrada sai por R$ 15,00, podendo ser utilizada por estudantes com identificação, professores com identificação, doadores de sangue, pessoas com deficiência, portadores de câncer com documento comprovatório e titulares da ID jovem

      Há também as entradas gratuitas, elas são liberadas mediante a apresentação de um documento comprovatório para menores de 12 anos, maiores de 60 anos, grupos de estudantes de escolas públicas do ensino médio e fundamental pré-agendados, guias de turismo acompanhados de seus grupos, jornalistas, taxistas credenciados à URBS, membros da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP), membros do International Council of Museums (ICOM, em inglês).

      Como chegar no museu

      É muito fácil chegar no MON, isso porque a mobilidade do local é muito boa, pois existem muitas linhas de ônibus em que as paradas passam próximas ao museu. Além disso, existe uma linha de ônibus especial que passa por todos os pontos turísticos de Curitiba, chamada Linha Turismo. 

      Essa linha circula a cada 30 minutos e percorre cerca de 45 km em Curitiba. Para fazer esse passeio, você precisa comprar uma cartela com cinco tíquetes, tendo direito a um embarque e quatro reembarques. Ele funciona de terça a domingo, das 9h às 17h30 e sai da Praça Tiradentes.

      O Museu Oscar Niemeyer é uma das atrações imperdíveis para quem for visitar o Rio de Janeiro, é um local com muita história e que possui um vasto acervo para você apreciar.

      Conheça empreendimentos próximos ao Museu Oscar Niemeyer. Confira os imóveis!

      Quer relatar sobre algum erro?

      Avise a gente
      LEIA TAMBÉM
      Posts relacionados
      News do Live

      Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

      Seu melhor e-mail