Viver o Brasil: conheça o Mercado Central, em Belo Horizonte

    Viver o Brasil: conheça o Mercado Central, em Belo Horizonte
    Beatriz Dilascio

    Por Beatriz Dilascio

    05 março 2022

      O Mercado Central de Belo Horizonte é um dos pontos comerciais mais procurados da cidade, unindo lazer e diversão. Até 1970, ele foi o principal ponto de abastecimento da cidade e, desde então, mistura memória, comidas e um espaço de convívio social.

      Nele, existem corredores temáticos onde se pode encontrar queijos, doces, ervas, raízes, artesanato, artigos religiosos, e as praças como a da feijoada e do abacaxi. 

      História do Mercado Central de BH

      Quando a cidade de Belo Horizonte chegou a seu marco de 31 anos, um prefeito teve a ideia de reunir em apenas um local os produtos destinados ao abastecimento de seus habitantes. 

      E foi dessa forma que, dia 7 de setembro de 1929, nasceu o Mercado Central, unindo as feiras da Praça da Estação e da praça atual rodoviária. O Mercado fica em um terreno de 22 lotes, próximo à Praça Raul Soares, reunindo todos os feirantes e centralizando o abastecimento da cidade.

      Em um primeiro momento, ele era denominado Mercado Municipal, que funcionou até 1964, até o prefeito da época resolver vender o terreno por impossibilidade de administrar a feira. 

      Antigo Mercado Municipal de Belo Horizonte.
      Antigo Mercado Municipal de Belo Horizonte, que funcionou até 1964. Fonte: Diário do Comércio

      Para que isso não ocorresse, os comerciantes se organizaram e criaram uma cooperativa para comprar o imóvel, porém eles teriam que construir um galpão coberto na totalidade do terreno ou, caso isso não acontecesse, eles teriam que devolver a área. 

      Mas não foi nada fácil. Pouco antes do final do prazo estabelecido, ainda faltava o fechamento da área, então três irmãos ⏤ Osvaldo, Vicente e Milton de Araújo ⏤ acreditaram e investiram nesse projeto. Com isso, foram contratadas quatro construtoras, em que cada uma delas ficou responsável por uma lateral do galpão para que este ficasse pronto a tempo.

      E deu tudo certo! Ao final do prazo, estava tudo pronto. Com o local muito bem-organizado e com a ajuda dos comerciantes, o Mercado foi expandindo suas atividades e seus negócios, transformando-se em mais do que um núcleo apenas de produtos alimentícios, como também comportando produtos de artesanato e comidas típicas, o que o tornou um dos principais pontos turísticos da cidade.

      Hoje, o Mercado Central já tem nove décadas e comporta mais de 400 lojas, com um serviço de informações bilíngues, possibilitando atrair milhares de visitantes de todo o Brasil e do mundo todos os dias.

      O Mercado Central atualmente

      Como já falamos, podemos encontrar de tudo no Mercado Central de BH, desde frutas, temperos e carnes até artesanato, panelas e cachaças. Existem até hoje barracas mais simples que vendem suas frutas há décadas, mas com o passar dos anos, surgiram também as lojas mais novas e sofisticadas.

      Antigamente, o local não contava com a higiene adequada, mas hoje isso não é mais um problema, pois todos os comerciantes seguem rigorosamente as normas sanitárias estabelecidas e mantêm suas lojas bem limpas. 

      Outra coisa que mudou ao longo do tempo foram os preços, pois antes o Mercado era visto como um local para comprar coisas baratas, mas atualmente ele é um local para achar bons produtos. 

      Um dos corredores do Mercado contando com diferentes produtos com uma ótima qualidade.
      Um dos corredores do Mercado contando com diferentes produtos com uma ótima qualidade. Fonte: Turismo de Minas

      Os comerciantes sempre falam para seus clientes que a qualidade dos produtos que vendem é superior, por isso os preços acabam sendo um pouco acima da média.

      De acordo com dados de 2016, revelados pela assessora de eventos do Mercado Central de BH, diariamente o Mercado era frequentado por 40 a 50 mil pessoas, nos finais de semana; com um fluxo maior, esse número aumentava para 80 mil pessoas.

      E para dar conta de todo esse movimento de clientes, havia na época três mil funcionários, entre lojistas, seguranças e o pessoal da limpeza.

      Confira 8 lojas que você encontra no Mercado Central de Belo Horizonte

      1. Du Pain

      A Du Pain é a padaria artesanal mais charmosa do Mercado Central. Sua produção é totalmente artesanal e a maioria dos produtos utilizados é feita com fermentação natural, garantindo um sabor e uma textura sem igual. 

      Croissant da Du Pain.
      Du Pain é uma padaria artesanal muito famosa no Mercado Central. Fonte: Turismo de Minas

      Uma das lojas mais antigas do Mercado Central de BH, a Tradicional Limonada é muito procurada. Eles servem uma ótima limonada que está sempre bem gelada, perfeita para tomar naqueles dias de calor intenso.

      Com a limonada, eles também servem bolinhos de acarajé e empadinhas para acompanhar, e você também tem a opção de levar para casa, se preferir.

      1. Roça Capital

      Perfeita para quem quer levar um pouquinho do sabor de Minas para casa. Na Roça Capital é onde você encontra a simplicidade dos produtos feitos na roça, mas com um sabor sem igual, com queijos e doces para experimentar e levar para casa.

      1. Cachaça de Minas

      Gosta de cachaça? Se sim, então esse é o melhor local para ir ao visitar o Mercado Central. Na Cachaça de Minas você encontra as melhores opções de cachaça, com muita variedade. 

      Mas não é só isso, além das cachaças, também são vendidas cervejas artesanais e licores típicos. Aqui você pode experimentar e o que mais gostar, levar para casa e aproveitar os sabores.

      1. Dünn Delikatessen da Cerveja

      Se você é fã de cerveja artesanal, esse é o seu lugar! Nessa loja, é vendida a cerveja Dünn, a qual possui diversos estilos, por exemplo: a cerveja american amber ale que é feita com goiabada. 

      Loja Dünn que vende cervejas artesanais.
      A Dünn é uma loja que vende cervejas artesanais, muito famosa no Mercado Central. Fonte: Turismo de Minas

      Fora isso, o local também vende insumos e equipamentos para fazer cerveja caseira. 

      5. Empório Árabe D’Hana

      Eles são especialistas em produtos e comidas árabes. Aqui você pode encontrar uma variedade de salgados e doces deliciosos, entre eles o famoso charuto de repolho e o patê de abacaxi.

      Além disso, um dos itens mais procurados do empório são as esfihas, tanto abertas quanto fechadas. A casa também oferece presentes e artigos árabes para você guardar de recordação. 

      6. Casa Cheia

      Um dos restaurantes mais tradicionais do Mercado Central, o Casa Cheia é onde você pode encontrar uma comida mineira de qualidade. O prato mais famoso e pedido da casa é o Mineirinho Valente.

      Casa Cheia, um dos restaurantes mais tradicionais do local.
      A Casa Cheia é um dos restaurantes mais tradicionais do local, com comida mineira. Fonte: Turismo de Minas

      O prato leva canjiquinha, queijo, lombo defumado, costela desossada, linguiça caseira e um molho de espinafre por cima, uma delícia de prato para você experimentar!

      8. Café Dois Irmãos

      O Café Dois Irmãos já foi muito frequentado por políticos e jogadores de futebol e é por isso que você encontrará fotos deles no local. É o ambiente perfeito para tomar um cafézinho e comer uma broa de fubá. 

      Bares do Mercado Central

      O Mercado Central de BH possui diversos bares, porém, em sua maioria, eles não possuem mesas para que você passe um tempo lá bebendo e conversando, portanto as pessoas costumam beber em pé mesmo. 

      Pouco tempo atrás, os bares do Mercado ainda eram botecos simples e, até mesmo, conhecidos como “copo sujo”, porém, com o tempo, eles foram melhorando muito e se modernizando.

      Os principais bares do Mercado Central de BH são: Bar da Loira, Bar da Tia e Rei do Torresmo, cujos principais tira-gostos são a carne de porco com jiló e o fígado de boi.

      Bairros próximos ao Mercado Central de Belo Horizonte

      Belo Horizonte é uma cidade grande, com 2,5 milhões de habitantes. É um local encantador, cercado por montanhas, também muito conhecido por seus bares, sua vida noturna e várias outras atrações culturais da cidade.

      Separamos alguns dos melhores bairros de Belo Horizonte próximos ao Mercado Central de BH, alguns deles mais agitados e outros mais calmos, para que você escolha a opção que mais se adéque ao seu perfil. Confira!

      Savassi

      Esse é o bairro mais famoso e preferido dos turistas para se hospedar e passear. Então, com certeza, se você perguntar para alguém onde ficar em Belo Horizonte, o primeiro lugar que vai ouvir falar é do Savassi.

      Ele é um bairro localizado na região centro-sul, muito conhecido por seus bares e sua agitada vida noturna. Além de ser também muito próximo de vários pontos turísticos da cidade, assim como o Mercado Central.

      Além disso, o bairro é composto por um shopping, diversas opções de restaurantes e lojas. Dessa forma, ele agrada diferentes tipos de público, casais, família e jovens. Ele é um bairro um pouco mais caro, porém muito eclético.

      Lourdes

      O bairro também fica na região sul da cidade, próximo ao bairro que falamos anteriormente, Savassi. Ele é muito conhecido por sua gastronomia, contando com muitos restaurantes prestigiados, como a Favorita, Ah! Bom Glouton, D’artagnan, Maria de Lourdes, Olga Nur, Trindade, entre outros.

      Bairro Lourdes de BH.
      Bairro Lourdes de BH, um bairro calmo e muito seguro. Fonte: Pinterest

      Esse bairro é mais residencial, por isso é um local mais calmo do que o anterior. Muito seguro e próximo aos pontos turísticos da região. 

      É o bairro mais caro de Belo Horizonte, portanto você irá precisar gastar um pouco a mais para ficar lá, porém vale muito a pena.

      Centro

      O Centro de Belo Horizonte já foi o local preferido para se hospedar, porém hoje em dia os hotéis estão velhos e o local está perigoso, ainda mais à noite, porém existem muitas opções de hotéis.

      Um ponto muito positivo do centro é que você gasta muito pouco com transporte e há diversas opções de lojas, restaurantes de todos os tipos e é o bairro mais barato das opções que citamos aqui.

      Hotéis para ficar próximo ao Mercado Central

      Por ser uma cidade muito extensa, ela possui muitos hotéis e pousadas para acomodar seus visitantes. É muito importante escolher uma boa localização e hotéis que realmente valem a pena, para que você tenha uma boa experiência na cidade.

      Existem alguns hotéis muito bacanas que ficam próximos ao Mercado Central de BH para você se hospedar e aproveitar esse ponto turístico.

      Uma das opções é o Ibis Budget Minascentro, que fica a 450 metros do Mercado e é um hotel econômico para você aproveitar o seu dinheiro com outras coisas. Já o Hotel Quality Lourdes é uma opção mais confortável e fica a 700 metros do Mercado. 

      Como falamos anteriormente, a Savassi é a região mais procurada pelos turistas e, por isso, é onde estão a maioria dos novos hotéis. Das opções nesse local, temos o Hotel Vivenzo Savassi, o Hotel Ibis Afonso Pena e o Royal Boutique Savassi Hotel. 

      As opções são várias e você pode ficar à vontade para escolher o melhor para você e sua família. De qualquer forma, será possível aproveitar muito bem a estadia.

      Informações importantes sobre Mercado Central de BH

      Como chegar

      O Mercado Central de BH fica localizado na Av. Augusto de Lima, n° 744 e o seu estacionamento fica na mesma Avenida, porém no número 590. Ele possui 400 vagas e tem um preço elevado como os demais estacionamentos do centro de Belo Horizonte.

      Horário de funcionamento

      De segunda-feira a sábado – 8h às 18h

      De domingos e feriados – 8h às 13h

      Para mais informações sobre lojas e estacionamento, acesse o site do Mercado Central.

      Conheça os empreendimentos próximos ao Mercado Central no Apto. Confira os imóveis!

      Quer relatar sobre algum erro?

      Avise a gente
      LEIA TAMBÉM
      Posts relacionados
      News do Live

      Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

      Seu melhor e-mail