Memória e inovação: Intervenções modernas em edifícios tombados

Projetos de intervenções em edifícios tombados ao redor do mundo mostram como é possível olhar para o futuro sem esquecer do passado.

Patrimônio histórico x função

Quando um edifício carrega em si algum valor histórico, artístico ou cultural, é comum que ele passe pelo processo de tombamento e, assim, torne-se um patrimônio público cultural. Esse processo exige a manutenção de suas características e de sua identidade arquitetônica, a fim de preservar a história.

Edificios tombados são, sem dúvida, de suma importância para a preservação da nossa história. Mas, quando a estrutura é mantida em sua totalidade, corre-se o risco de expor a construção ao desuso e à rápida degradação. Isso porque, muitas vezes, a estrutura idealizada para sua função original torna-se obsoleta.

Por isso, mundo afora, há diversos exemplos de projetos que ousaram ressignificar esses edifícios com intervenções arquitetônicas modernas e contrastantes. De forma quase poética, encontram função e eficiência na união entre passado e futuro.

Veja alguns exemplos a seguir.

Matadouro real em Porcuna, Espanha

Em 2004, na cidade de Porcuna, Espanha, um antigo matadouro (datado do século XVI) sofreu uma intervenção projetada pelo arquiteto Pablo Manuel Millán.

No terreno, de apenas 163,5 m², havia um enorme tesouro arqueológico: de aquedutos romanos no plano horizontal a uma torre medieval, passando por ruínas de uma construção abalada por um terremoto em 1755.

O projeto nasce com a intenção de unir todos esses fragmentos históricos a uma arquitetura simples, limpa e moderna. Gerando um contraste rico e encantador, proporciona um passeio cercado por uma atmosfera contemporânea, mas com janelas para o passado.

Matadouro real
Foto: Javier Callejas. Fonte: Archdaily

A nova arquitetura, ao mesmo tempo, sobrepõe e une as ruínas criando novos espaços e usos: sala de exposição e arquivos.

Matadouro real 2
Foto: Javier Callejas. Fonte: Archdaily

Extinta estação de energia da Light, São Paulo

O escritório de arquitetura Triptyque realizou, a pedido da Red Bull,  a restauração completa de uma extinta estação de energia da Light, construída em 1920 na Praça da Bandeira, em São Paulo.

O projeto respeitou as restrições impostas pelo tombamento do edifício, realizado em 2002. Ainda assim, adicionou elementos contemporâneos que agregam a função e a estética esperadas do que viria a se tornar um centro de cultura. 

A nova marquise metálica parece flutuar sobre o edifício, dando um ar futurista à construção histórica.

estação de energia da Light
Fonte: Flickr

Hoje, o prédio abriga estúdios de gravação de música, ateliês de arte, espaços de exposição e eventos. 

Convento Madre de Dios em Sevilha, Espanha

O escritório sol89 apostou em um conceito mais fluido e abstrato para a intervenção no Convento Madre de Dios em Sevilha, Espanha.

O edifício histórico abriga exposições de arte contemporânea. A proposta do projeto é construir um ambiente que acompanhe a natureza da arte: imprevisível, sem barreiras. Sua versatilidade permite que o edifício se transforme a cada exposição, a cada diferente momento e necessidade.

Convento Madre de Dios
Foto: Fernando Alda. Fonte: Archdaily

A intervenção mais discreta, quase despretensiosa, revela a intenção do escritório: “evidenciar o que realmente importa: matéria, espaço e luz em vez de estilos e decorações”.

Convento Madre de Dios 2
Foto: Fernando Alda. Fonte: Archdaily

Mais em Live

Arquitetura
Paulo Mendes da Rocha – Que arquiteto é esse?

Com mais de 90 anos de idade, Paulo Mendes da Rocha segue projetando e construindo cidades. Com uma vida dedicada ao fazer arquitetônico e social, o também professor nos ensina […]

Continue lendo
Arquitetura
Sesc Pompeia – Que prédio é esse?

O centro de cultura e lazer Sesc Pompeia foi projetado pela arquiteta modernista ítalo-brasileira Lina Bo Bardi.  Responsável por notáveis projetos, como o Museu de Arte de São Paulo (MASP), […]

Continue lendo
Arquitetura
Memória e inovação: Intervenções modernas em edifícios tombados

Projetos de intervenções em edifícios tombados ao redor do mundo mostram como é possível olhar para o futuro sem esquecer do passado. Patrimônio histórico x função Quando um edifício carrega […]

Continue lendo
Arquitetura
Lina Bo Bardi – Que arquiteta é essa?

Esta matéria inaugura a nova série “Que arquiteto é esse?” do Live. Começamos com a arquiteta Lina Bo Bardi em reconhecimento ao seu incrível trabalho e em homenagem a todas […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Niemeyer em Belo Horizonte – Que prédio é esse?

Antes mesmo da construção de Brasília, Juscelino Kubitscheck já era um admirador do trabalho de Oscar Niemeyer. Quando ainda era prefeito de Belo Horizonte, encomendou projetos que até hoje são […]

Continue lendo
Arquitetura
Copacabana Palace – Que prédio é esse?

Inaugurado em 13 agosto de 1923, o icônico Hotel Copacabana Palace foi construído entre 1919 e 1923, por Octávio Guinle e Francisco Castro Silva. O pedido da construção do prédio […]

Continue lendo