Jean Nouvel – Biografia e obras

imagem em branco e preto de Jean Nouvel

Jean Nouvel é um arquiteto francês conhecido como um dos principais nomes da arquitetura contemporânea. Sua trajetória é marcada por obras icônicas com características tão fortes que fazem seus projetos serem reconhecidos facilmente. 

Suas obras são marcadas por sua grandiosidade, imponência e audácia, além de serem muito conhecidas pela harmonização da obra com o contexto em relação aos arredores e com a interferência climática.

Biografia de Jean Nouvel

Nascido no dia 12 de agosto de 1945, no interior da França, em uma cidade chamada Fumel, desde muito jovem era incentivado pelos pais a estudar linguagens e matemática para seguir a mesma profissão que eles, que eram professores. 

Porém, na escola mesmo, Nouvel, em suas aulas de artes, percebeu o seu talento para o desenho e a arte. Ficou tão empolgado com o mundo artístico que pensou em seguir com a carreira de artista. 

Imagem do arquiteto Jean Nouvel.
Arquiteto Jean Nouvel. Fonte: Pinterest

Mesmo com todo o interesse demonstrado por Nouvel pelo mundo das artes plásticas, seus pais não aprovaram o desejo do filho, e foi por esse motivo que ele decidiu fazer arquitetura. Assim, ele poderia seguir no mundo das artes, porém em uma profissão que eles julgavam mais segura.

Jean Nouvel estudou arquitetura na Escola de Belas Artes de Paris, enquanto trabalhava como assistente de dois arquitetos renomados, Claude Parent e Paul Virilio.

Conquistas profissionais do arquiteto

Com pouco tempo de trabalho com esses profissionais, ele foi promovido e assumiu o cargo de gerente. Nouvel foi encarregado de um grande projeto: construir um complexo de apartamentos em Paris. 

Após se formar, em 1971, Nouvel inaugurou o seu próprio escritório de arquitetura e começou a realizar pequenos projetos. Nesse início, muitos dos trabalhos que ele fazia eram voltados para a cenografia com características muito ecléticas. 

Nessa mesma época, em parceria com a George Boudaille, foi cofundador das Bienais de Paris de Jovens Artistas. 

E foi a partir dos anos 80 que ele começou a realizar projetos que tiveram um maior destaque, como o projeto de renovação do teatro oitocentista de Belfort e do Centro Cultural La Coupe.

Outra prova disso foi que, em 1981, Nouvel ganhou um concurso que escolheu o arquiteto que iria desenvolver a sede do Instituto do Mundo Árabe, em Paris. 

Instituto do Mundo Árabe, feito por Nouvel após vencer o concurso.
Instituto do Mundo Árabe, feito por Nouvel após vencer o concurso. Fonte: Pinterest

Ele cresceu muito e a procura pelo seu escritório aumentou, por isso se associou a Emmanuel Cattani, que o ajudou a conquistar a sua fama internacional.

No ano de 2008, Nouvel recebeu o prêmio Pritzker, que é uma premiação do mundo da arquitetura a qual homenageia profissionais que elaboram projetos juntando beleza, funcionalidade e solidez, momento em que consolidou o seu nome como um dos maiores arquitetos contemporâneos do mundo.

Características das obras de Jean Nouvel

As obras desse arquiteto são marcadas por terem características ímpares; elas são imponentes, tendo um destaque especial para a luz, tanto que Jean Nouvel ficou conhecido como o arquiteto da luz.

A luminosidade sempre esteve presente em suas obras, pois, para ele, a iluminação ideal dá alma e significado para elas.

Os edifícios construídos por Jean Nouvel são baseados em como ele ficará no dia, na noite, com diferentes climas e estações:

“O jogo sobre uma vibração de luz, ou sobre as mutações de percepção da matéria pela luz, utiliza esses elementos fugazes: gotas de chuva na luz, um resplendor breve, um reflexo.” – Nouvel, Jean.

Projeto da Torre Agbar, chamando atenção por sua luminosidade e suas cores azul e vermelho.
Projeto da Torre Agbar, chamando atenção por sua luminosidade, suas cores e sua forma. Fonte: Pinterest

Seus projetos chamam muita atenção por suas cores, suas formas e seus cortes, porém, além disso, ele se preocupa em entender a história do local, como ele é atualmente e quais os planos futuros para a região em que será implementado o projeto.

São todos esses detalhes que tornam os projetos de Nouvel únicos e icônicos.

Um ícone da arquitetura contemporânea

Sempre à frente do seu tempo, o arquiteto procurava formas diferentes do estilo Modernista, que na época era o estilo mais influente e mais utilizado pelos jovens para orientar os trabalhos. 

Exemplo de arquitetura moderna na Residência Vilanova Artigas. Fonte: CASACOR

Por isso, ele criou um estilo com linguagem própria, sem ideias pré-concebidas, como ele mesmo dizia: “com a mente limpa”. Ele ficou conhecido por assumir riscos e experimentações criativas em seus projetos. Cada obra feita por Jean Nouvel tem características próprias e únicas.

E é exatamente a proposta de uma arquitetura contemporânea. Resumidamente, ela não apresenta uma estética ou uma proposta única, é uma mistura de tendências, combinando diferentes estilos.

Além disso, a arquitetura contemporânea valoriza uma estética funcional e sofisticada, promovendo a integração entre o projeto e a natureza.

As imponentes obras de Jean Nouvel

São mais de 200 projetos ao todo criados e executados pelo arquiteto, todos eles com características fortes que remetem ao nome Jean Nouvel.  

Conheça algumas de suas obras!

Monad Terrace

Esse projeto está localizado em Miami Beach e foi pensado para garantir a sustentabilidade do projeto e proporcionar conforto em diferentes condições climáticas.

Jean Nouvel teve um cuidado especial com esse edifício, pois, além de integrá-lo com o ambiente natural, ele teve que realizar uma malha estrutural que suportasse tempestades, inundações e furacões. 

Duas torres do Monad Terrace separadas por uma lagoa entre elas.
Duas torres do Monad Terrace separadas por uma lagoa entre elas. Fonte: Ateliers Jean Nouvel

Trata-se de um empreendimento que possui duas torres, uma com 14 andares e a outra com 7 andares. Entre as duas torres, há uma lagoa, e quando a luz reflete no vidro das torres com o reflexo da lagoa cria um efeito incrível. 

Outro ponto muito interessante sobre esse projeto é que ele está a cerca de 4 metros acima do nível do mar e, justamente por esse motivo, existem várias restrições no código de construção. Contudo, o Monad Terrace é o primeiro edifício a cumprir todos os novos códigos em Miami Beach.

Torre Agbar

O edifício foi instalado no novo distrito tecnológico de Barcelona e se tornou parte da paisagem principalmente à noite, quando todas as luzes de sua fachada se acendem, iluminando e colorindo a cidade.

Torre Agbar como parte da paisagem do distrito tecnológico de Barcelona.
Torre Agbar como parte da paisagem do distrito tecnológico de Barcelona. Fonte: Pinterest

A torre conta com mais de 50.000 metros quadrados, onde a maioria deles funciona como escritório. 

Ao total, são 145 metros de altura e 34 andares, conta com um design arrojado e mais de 4,5 mil dispositivos luminosos que, à noite, projetam imagens em toda a fachada.

Museu Nacional do Catar

Um desafio e tanto, eu diria. Nouvel teve que traduzir a transformação do passado nômade de Qatar para uma potência econômica.

De acordo com Nouvel, o museu foi dedicado à história do Qatar, onde, simbolicamente, a arquitetura deveria evocar o deserto, o silencioso e o eterno, mas também a modernidade e a ousadia que vêm para perturbar o imperturbável.

O empreendimento conta com espaços permanentes, temporários e um auditório. São, ao total, 11 galerias dispostas em círculos com um pátio central para eventos culturais, teatro e aulas de culinária catari.

Além disso, o Museu conta com duas lojas de souvenirs, um café, um restaurante, um centro de pesquisas e um parque reflorestado com plantas nativas, em que o projeto de paisagismo remete a cenários típicos do local, com dunas, oásis e pântanos. 

Museu Nacional do Catar projetado pelo arquiteto Jean Nouvel com design que lembra grandes discos
Museu Nacional do Catar com design que lembra grandes discos. Fonte: ArchDaily

Para esse projeto, o ponto inicial foi a “rosa do deserto”, ela floresce sob areias muito quentes. E a inspiração para a arquitetura do projeto surge das pétalas da rosa. 

Sua estrutura possui um design que lembra grandes discos com diferentes tamanhos e curvaturas. Do lado de fora, os discos possibilitam a criação de sombras no entorno, o que garantiu a eficiência energética para a edificação.

O Museu Nacional do Catar é o primeiro a receber a certificação LEED Gold, que é um selo para projetos que são sustentáveis e com eficiência econômica. 

La Marseillaise

Projetado em seu país natal, na França, a Torre La Marseillaise é a segunda torre mais alta de Marselha. 

O objetivo desse projeto é representar o denso ar do mediterrâneo e propor efeitos diferentes, brincando com sombras, formas e cores em sua fachada. 

O efeito da fachada é constituído por uma moldura de concreto leve, com monitores para dar profundidade, e as cores utilizadas nelas criam uma percepção diferente de acordo com os ângulos de visão.

Fachada da Torre La Marseillaise com seu concreto vermelho, azul e branco.
Fachada da Torre La Marseillaise com seu concreto colorido. Fonte: ArchDaily

As cores que foram utilizadas na fachada desse projeto formam um gradiente entre o azul, o branco e o vermelho, fazendo referência à bandeira da França e ao nome da torre que lembra muito o hino nacional francês. 

Esse edifício ficou em segundo lugar no Prêmio Emporis de Arranha-céus no ano de 2018, sendo uma premiação para os arranha-céus mais notáveis. 

O que mais impressionou nesse projeto, para conseguir a premiação, foram as cores da fachada, o design ecológico e a limitação do consumo de eletricidade pelo uso de água fria do mar. 

Cidade Matarazzo

O Brasil não ficou de fora da arquitetura grandiosa de Jean Nouvel. A famosa Cidade Matarazzo, em São Paulo, ganhará uma restauração e ele será um dos arquitetos responsáveis por esse projeto. 

Localizada na Av. Paulista, a Cidade Matarazzo abrigava um hospital e agora se transformará em um hotel de luxo da rede Rosewood.

Esse projeto é voltado apenas para uma parte do complexo, a Torre Mata Atlântica. O hotel terá 150 quartos e 122 suítes particulares, tudo isso com um serviço de hospitalidade completo.

Projeto da Torre Rosewood na Cidade Matarazzo, feito por Jean Nouvel.
Projeto da Torre Rosewood na Cidade Matarazzo. Fonte: Ateliers Jean Nouvel

Uma das características mais bacanas desse projeto é que o terreno dele faz fronteira com o Parque Matarazzo, portanto o arquiteto fez o projeto pensando em tornar o hotel uma extensão do parque.

O edifício terá 25 andares e serão colocadas árvores com mais de 15 metros de altura. A torre terá planos verdes e no terraço serão plantadas espécies de árvores existentes no parque. A ideia é que a arquitetura seja complementada pela vegetação, proporcionando um lindo efeito visual.

Sua arquitetura foi pensada para falar dos três tempos: passado, presente e futuro. Remete ao passado pela escala e pelas técnicas de construção em madeira; ao presente, pois eles optaram por respeitar o estilo dos tijolos e das telhas do antigo Hospital Cidade Matarazzo.

E o futuro, pois demonstra que, mesmo com prédios altos e modernos, podem ser integrados os materiais já existentes e as paisagens que acompanham tantas gerações.

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Quarto de casal com poltrona de descanso ao lado da cama.
Decoração
Decoração para quarto de casal

O quarto de casal é caracterizado pela presença de infraestrutura completa para o descanso de duas pessoas, o que inclui uma cama ampla, armário para guardar roupas, mesas de cabeceira […]

Você Apto
Financiamento para reforma: entenda como funciona

Reformas são sempre complicadas, ainda mais quando falta orçamento para realizá-las. É quando o financiamento para reforma se torna uma opção para garantir que a sua reforma poderá acontecer. Porém, […]

CASACOR São Paulo 2021
Arquitetura
CASACOR São Paulo 2021: um olhar poético às origens

A CASACOR São Paulo está de volta! Conhecida como a maior mostra de arquitetura, paisagismo, design e decoração das Américas, agora, em 2021, a CASACOR retorna ao seu formato itinerante. […]

Jardim suspenso colocado diretamente na parede com plantas de vários tipos.
Decoração
Ideias criativas de como fazer um jardim suspenso

O jardim suspenso, também conhecido como jardim vertical, é uma ótima opção para quem quer tê-lo em casa, mesmo em um espaço reduzido. É uma solução moderna para o paisagismo […]

imagem em branco e preto de Jean Nouvel
Arquitetura
Jean Nouvel – Biografia e obras

Jean Nouvel é um arquiteto francês conhecido como um dos principais nomes da arquitetura contemporânea. Sua trajetória é marcada por obras icônicas com características tão fortes que fazem seus projetos […]

Decoração
Decoração escandinava: o que é e como implementá-la na sua casa

A decoração escandinava pode ser traduzida como minimalista, aconchegante, clean, simples e sofisticada; além de ser uma mistura de elementos clássicos e modernos com cômodos que prezam por funcionalidade, praticidade […]