Hotel Unique – QUE PRÉDIO É ESSE?

Com design contemporâneo, o Hotel Unique tem formato de navio. Ou seria melancia?

O Hotel Unique é um hotel design 5 estrelas, nas redondezas do Parque Ibirapuera, com grandes janelas redondas de 1,8 metros de diâmetro e um formato curvo de um longo arco invertido de quase 100 metros em sua base.

Por essas características, muitas pessoas dizem que ele tem formato de melancia, mas Ruy Ohtake, seu projetista, já confirmou algumas vezes que ele foi inspirado no formato de navios.

Hotel Unique à noite

Além do Hotel Unique, há ainda um centro de eventos no 1º subsolo e o restaurante e bar na cobertura, famoso pela incrível vista panorâmica 360º para São Paulo.

Em um terreno de quase 6.500 m², tem amplo espaço frontal para afastar o prédio dos barulhos da Av. Brigadeiro Luiz Antônio, que foi utilizado para enriquecer o paisagismo projetado por Gilberto Elkis, responsável por diversos projetos de altíssimo padrão, como 106 Seridó.

Paisagismo do Hotel Unique
Hotel Unique
Paisagismo do Hotel Unique

Inaugurado em 2003, o hotel é composto de 6 pavimentos com 96 apartamentos. No térreo, com pé direito duplo e curvo, localizam-se a recepção, bar e área de apoio, onde foi projetada toda uma parede de vidro transparente, criando uma integração entre o lobby do hotel e a rua da cidade.

O Hotel Unique foi decorado por João Armentano, responsável por diversos marcos na cidade, como o Habitarte e o FL.

Lobby do Hotel Unique
Hall do Hotel Unique

Os apartamentos conceito

Os apartamentos localizados nas pontas do prédio tem uma característica inusitada: o piso sobe em curva, resgatando o desenho da fachada, até encostar no forro, provocando um espaço totalmente diferenciado.

Com as grande janelas redondas, você acaba se sentindo realmente dentro de um navio.

Apartamentos curvos do Hotel Unique
Apartamentos conceito do Hotel Unique

A cobertura com vista panorâmica

Vista aérea do Hotel Unique

Na cobertura se localiza o Skye, com 2 ambientes distintos, o restaurante e o bar. Nessa vista aérea do prédio, você pode ver a separação, pois o restaurante fica na parte coberta de frente para a Brigadeiro Luiz Antônio e o bar fica a céu aberto, apoiado pela parte coberta que parece uma cúpula.

Skye Bar São Paulo
Skye Bar São Paulo

É na área aberta do bar que você pode curtir umas das melhores vistas panorâmicas de São Paulo. Ela é cercada por paredes de vidro, tem uma piscina, chaises e mesinhas para você relaxar e aproveitar. O ambiente é bastante animado a noite, ao som de um DJ. A vista é tão marcante que diversas noivas decidem fazer sua sessão de fotos lá.

Veja mais: Prédio da FIESP – QUE PRÉDIO É ESSE?

Mais em Live

Arquitetura
ONGs que criam moradias e condições para viver melhor

Nós do Live temos o lema “More bem, viva melhor”, mas e as pessoas que sequer possuem onde morar? O Brasil tem 15 milhões de pessoas vivendo em situação de […]

Continue lendo
Arquitetura
Para ganhar espaço e ver o mundo - Quando a janela rouba a cena

A janela! Pode ser um item corriqueiro, muitas vezes despercebido, mas já inspirou milhares de canções (você vai se lembrar de alguma). Se observadas do ponto de vista poético, as […]

Continue lendo
Arquitetura
Loft, studio, kitnet… O que caracteriza cada tipo de apartamento?

O mundo do mercado imobiliário pode ser um pouco confuso para quem está começando a busca por um imóvel. Muitos termos utilizados com frequência não ficam muito claros para quem […]

Continue lendo
Arquitetura
Ohtake Cultural - QUE PRÉDIO É ESSE?

Em 2001 a cidade de São Paulo ganhou um ícone inconfundível. Até hoje, as cores e formas do Ohtake Cultural instigam e despertam a curiosidade transeuntes. É possível que você […]

Continue lendo
Arquitetura
Desvende de uma vez por todas a certificação LEED

Talvez você já tenha lido ou ouvido esse nome em algum lugar. Você sabe que é uma coisa boa, porque é relacionado a sustentabilidade, mas não entende direito quem concede […]

Continue lendo
Arquitetura
Desmistificado: Fachadas de vidro em residenciais

O uso do vidro na arquitetura é uma prática bem antiga. No Renascimento, quando era um material caríssimo, ele foi usado na construção de residências para mostrar poder e status […]

Continue lendo