Estilos arquitetônicos: Barroco

O Barroco foi um estilo artístico que surgiu entre o final do século XVI e o início do século XVII, na Itália, que repercutiu em outros países europeus católicos, como Portugal e Espanha, e mais tarde nas colônias, como no Brasil.

A arquitetura barroca, presente principalmente em igrejas e edifícios religiosos, é exuberante, com diversos elementos ornamentais, unindo arquitetura, escultura e pintura. Um estilo arquitetônico sinônimo de riqueza e poder. 

O Barroco

Presente em diversas artes, como na pintura, na escultura e na arquitetura, o estilo Barroco é como um contraponto aos ideais clássicos, com obras que tendem ao extravagante e ao assimétrico, características até então inexistentes na arte renascentista. 

Alguns dos principais artistas barrocos foram: Michelangelo Merisi da Caravaggio (1571-1610), Diego Velázquez (1599-1660), Gian Lorenzo Bernini (1598-1680), Francesco Borromini (1599-1667) e, no Brasil, Aleijadinho (1730-1814).

O estilo Barroco, após seu surgimento na Roma católica, é disseminado pelo mundo, gerando variações específicas de cada lugar. 

Contexto histórico do Barroco

O estilo Barroco surgiu como resposta à reforma protestante que a Igreja Católica sofria na época. Com o objetivo de reforçar a contrarreforma e impedir o avanço do protestantismo, o estilo Barroco aparece para reafirmar o poder da Igreja Católica.

Fontana di Trevi, Roma, Itália.
Fontana di Trevi, Roma, Itália. Fonte: Pinterest

Tal papel que teve o estilo Barroco explica a grandeza e a sofisticação das obras. E é por isso que são em Igrejas, Catedrais e Monastérios os maiores exemplos de arquitetura barroca. 

Para muitos pesquisadores, o Barroco vai além de um estilo artístico, sendo um período histórico, no qual foram formuladas novas maneiras de entender o mundo, o homem e Deus.

As principais características do Barroco

A arquitetura barroca é, na maioria das vezes, trabalhada com a escultura, para a criação de um verdadeiro cenário dramático, evocando o apelo emocional. 

O plano é substituído pela profundidade, gerada por objetos na terceira dimensão, como pela ideia de profundidade na pintura. 

O movimento teatral e o jogo de luz e de sombra também são características presentes tanto na pintura, quanto na escultura e na arquitetura barroca.

San Carlo alle Quattro Fontane.
San Carlo alle Quattro Fontane. Fonte: Pinterest

É evidente o conceito de extrapolar o plano 2D, fazendo com que a arte se torne parte do espaço, quase como algo vivo, em movimento, transportando o observador para dentro do espetáculo. 

O ornamento é uma constante no estilo Barroco, formas orgânicas sinuosas, elementos decorativos, cores vibrantes e o dourado brindam o estilo com o seu perfil elegante.

A arte barroca apresenta uma busca intensa pela plasticidade da obra, em um desenho sinuoso, que resulta em obras emotivas e imponentes. 

Arquitetura barroca

A arquitetura barroca pode ser entendida como continuidade do estilo Renascentista, em que temáticas semelhantes são trabalhadas de formas diferentes. 

Ao contrário do Renascimento, austero, equilibrado e harmonioso, o Barroco trabalha temas que podem ser idênticos, com dinamismo, contraste e exuberância.

Características da arquitetura barroca

A arquitetura barroca apresenta uma série de características que podem ser facilmente observadas nas obras: como excesso de ornamentação, uso da cor dourada, extravagância, formas orgânicas e elípticas.  

A profundidade aparece nas obras com a intenção de levar o público para dentro do cenário criado. 

A luz é um elemento trabalhado em alto contraste, em um jogo de luz e sombra, claro e escuro, reforçando a dramaticidade buscada para as obras.

As paredes curvas, ondulantes, é um elemento que aparece na maioria das obras de arquitetura barroca. Essa característica pode estar presente desde ondulações na fachada principal, até nos altares e nas torres das igrejas.

A unidade espacial é uma forte característica da arquitetura barroca, a qual pode ser percebida através da relação entre plantas, cortes e fachadas de um edifício, por exemplo, em que existe uma busca pela unidade, por eixos dominantes e formas plásticas em comum.

As plantas dos edifícios, até então ortogonais, simples e simétricas, durante o período barroco, são substituídas por plantas complexas e cêntricas; a planta quadrada, por exemplo, passa a adquirir forma elíptica.

O caráter monumental da arquitetura barroca é alcançado através da densidade das obras, que são mais compactas e extremamente ornamentais. O que reforça o sentido propagandístico buscado pelo estilo.

Marcos da arquitetura barroca pelo mundo

Basílica de São Pedro 

A Basílica de São Pedro, em Roma, marca a transição entre o Renascimento e o Barroco, e é uma das obras mais emblemáticas deste estilo arquitetônico.

Com a intenção de transformar Roma em uma cidade moderna, foi proposta a reconstrução da Basílica de São Pedro em paralelo a uma remodelação urbana do seu entorno, a construção da Basílica e de praças que a antecede, como conhecemos hoje, demorou mais de cem anos para ser concluída, com uma obra que aconteceu entre 1506 e 1626, quando foi inaugurada.

Basílica de São Pedro.
Basílica de São Pedro. Fonte: Notícias ao Minuto

Tal construção foi concebida por Bramante, Bernini, além de artistas como Michelangelo e Rafael, que criaram verdadeiras obras primas no interior da Basílica.

O edifício da Basílica conta com uma forte busca pela plasticidade e pela dramaticidade formal. A verticalidade é outra característica do projeto, que é reforçada pela série de colunas na fachada principal e pela imponente cúpula que coroa a obra.

A praça em frente à Basílica segue princípios claramente barrocos, como a planta elíptica. A Piazza Oblíqua é rodeada por uma galeria de colunas, que reforça a ilusão de pressionar o espaço. Antecede a Basílica uma segunda praça, a Piazza Retta, um espaço de perímetro trapezoidal, que aumenta ao se aproximar da Basílica. 

San Carlo alle Quattro Fontane

Construída entre 1638 e 1642, a San Carlo alle Quattro Fontane (Igreja de São Carlos nas Quatro Fontes), localizada em Roma, foi o primeiro encargo independente de Borromini e constitui uma obra simbólica para o estilo Barroco, pois reúne todas as características do estilo de maneira sintética.

San Carlo alle Quattro Fontane, marco do estilo barroco.
San Carlo alle Quattro Fontane. Fonte: Pinterest

Apesar de pequena, a igreja é rica em detalhes e complexidade. A fachada principal é composta por um extraordinário jogo de cheios e vazios através de superfícies côncavas e convexas que dão movimento e dramaticidade à obra. 

O interior é projetado através de uma planta cruciforme oval, com três altares, unindo centro e caminho. 

A fusão entre arquitetura e escultura é um ponto-chave desta obra, que a brinda com uma plasticidade única e uma força que vai muito além do seu tamanho real. 

Palácio de Versalhes 

O Palácio de Versalhes é encomendado pelo rei Luís XIV como sede da corte e governo francês. O edifício que devia transmitir o poder da corte e ser o mais imponente da Europa, por isso, adquire o estilo Barroco, com decoração extravagante na qual a cor dourada é predominante.

Galeria dos espelhos do Palácio de Versalhes, marco do estilo barroco.
Galeria dos espelhos do Palácio de Versalhes. Fonte: História do Mundo

Para a sua criação, esteve encarregado um grupo de profissionais: o arquiteto Louis Le Vau, o pintor Charles Le Brun e o paisagista André Le Nostre. 

Ao longo de sua construção, que teve início em 1664, foram realizadas ampliações no projeto, como a criação de edifícios anexos e a famosa galeria de espelhos.

O Palácio de Versalhes conta com um extenso jardim, também projetado a partir de ideais barrocos, como a materialização do desejo pelo infinito, geometrizando-o de maneira dinâmica.

O Barroco no Brasil

O estilo Barroco no Brasil teve início no século XVIII, trazido pelos colonizadores e religiosos portugueses e espanhóis, e permaneceu até as primeiras décadas do século XIX. 

O Barroco no Brasil é diferente do Europeu, adquirindo influências locais, pois foi construído por descendentes de europeus e caboclos.

O principal artista barroco brasileiro foi Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho. Filho de um arquiteto português e uma escrava brasileira, o artista é autor de uma obra conhecida mundialmente. Seu talento inato foi capaz de superar a doença degenerativa que sofreu, que gradualmente foi impedindo o trabalho do artista, o qual recebeu então muita ajuda da população, principalmente de escravos, deixando um legado único.  

Obras da arquitetura barroca brasileira

As principais obras de arquitetura no Brasil foram construídas nas principais cidades da época, como Rio de Janeiro e Salvador. Mas, além dessas, é em Minas Gerais que podemos encontrar as obras mais conhecidas deste estilo no Brasil. 

Isso pode ser justificado pela época do ouro, que acontecia na época na região de Minas. As principais obras foram construídas em Mariana e em Ouro Preto. 

O estilo Barroco nas obras em Minas Gerais sofreu uma série de alterações se comparado ao europeu, aproximando-se bastante ao estilo Rococó. 

Igreja São Francisco de Assis

A Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, Minas Gerais, apesar de pequena, compôs um verdadeiro marco da arquitetura barroca no Brasil.

Igreja de São Francisco de Assis, símbolo do barroco no Brasil.
Igreja de São Francisco de Assis. Fonte: Mackenzie

Ao observar imagens e desenhos desta obra, percebe-se logo uma diferença relevante entre as igrejas até então construídas: a fachada principal e a nave da igreja têm forma curvilínea, com duas torres de planta circular. O elemento curvo, até então inexistente, foi trazido ao Brasil pelo estilo Barroco.

O altar-mor é o ponto principal do interior da igreja, composto por um minucioso e rico trabalho em madeira esculpida, criado por Aleijadinho, e com uma pintura no teto realizada por Manuel da Costa Ataíde. 

Elementos decorativos no interior da igreja recebem uma pintura dourada, tal como as obras de arquitetura barroca europeia.

Basílica e Convento de Nossa Senhora do Carmo 

Outra região relevante no País durante a época, devido à produção de cana-de-açúcar, foi o Nordeste. Cidades como Recife, em Pernambuco, receberam igrejas novas, construídas seguindo a linguagem do estilo Barroco.

Basílica e Convento de Nossa Senhora do Carmo.
Basílica e Convento de Nossa Senhora do Carmo. Fonte: Mackenzie

Um importante exemplo, de grande porte na cidade, é a imponente Basílica e Convento de Nossa Senhora do Carmo, em Pernambuco. A igreja conta com a torre barroca mais alta do Brasil, que alcança 50 metros. 

Além do altar-mor, o teto da nave da Basílica é totalmente revestido de madeira entalhada, com pintura dourada e azul, brindando o espaço com sofisticação e riqueza inigualáveis. 

Tombada desde 1983 pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a Basílica ainda reúne um acervo único de obras religiosas do século XVIII.

Quer saber mais sobre os estilos arquitetônicos? Descubra tudo, do estilo clássico ao modernista, nesses conteúdos incríveis!

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Ícones do Art Déco.
Arquitetura
Estilos arquitetônicos: Art Déco

O Art Déco foi um estilo artístico de caráter decorativo que surgiu na França no século XX, durante o período entreguerras. Marcado pela sua visão de progresso e modernidade, o […]

Brinquedoteca
Mercado Imobiliário
Brinquedoteca: a importância deste espaço nos condomínios

Bebês e crianças são, muitas vezes, o motivo da mudança de apartamento de uma família, em busca de mais espaço e conforto. Por isso, espaços projetados para eles, como brinquedoteca […]

Você Apto
Achados no Apto: condomínios horizontais exclusivos em São Paulo

Morar em uma casa ampla ⏤ com pátio, área verde externa, sem deixar de lado a segurança, a boa localização e a infraestrutura de lazer ⏤ pode até soar uma […]

Qual é a melhor idade para comprar um imóvel?
Você Apto
Qual a melhor idade para comprar um imóvel?

Comprar um imóvel pode ser interessante em qualquer idade, desde que você se planeje bem. Está pensando em comprar um imóvel, mas não sabe se é o momento certo? Essa […]

Artista Tomie Ohtake sentada em primeiro plano. Ao fundo, suas obras compõem um cenário em tons de vermelho e azul.
Arquitetura
Tomie Ohtake – Biografia e obras

Tomie Ohtake foi uma artista plástica de extrema importância, afinal é dona de uma estética inconfundível que encanta e intriga. De origem japonesa, Tomie adotou o Brasil como a sua […]

Área de lazer na cobertura.
Você Apto
Achados no Apto: 14 empreendimentos com área de lazer na cobertura em São Paulo

A área de lazer, muitas vezes, é um ponto determinante na hora da compra de um novo imóvel. Esses espaços permitem uma maior valorização e dão mais segurança e conforto […]