Descubra a maneira certa de investir em imóveis!

O brasileiro ama investir em imóveis.

E como vimos na matéria anterior, Mercado Imobiliário – A Retomada, estamos no início de um novo ciclo de crescimento no mercado imobiliário, bom momento para investir.

O perfil desse investidor mudou, deixou de ser aquele grande capitalista e passou a ser o poupador.

Aquela pessoa que trabalha, junta um dinheirinho no final do mês e quando acumula uma boa quantia investe em um imóvel.

Grande parte da atração pelo investimento do imóvel é a segurança. Mesmo que o preço caia, ele não costuma cair muito.

Segundo Mauro Halfeld, especialista de finanças pessoais e que colabora para a CBN, “…no longo prazo, imóveis geralmente vencem com folga os ganhos líquidos que você obtém na renda fixa”. Ouça o comentário dele.

Mas mesmo que aconteça de cair muito, é diferente de uma papel que perde valor, pois o imóvel sempre manterá sua funcionalidade.

Existem diferentes abordagens quando se pensa em investir em um imóvel, alguns compram para revender, outros para alugar.

Mas existem pontos em ambas que devem ser analisados.

A localizaçao é o que mais influencia no valor

Esse é sem dúvida o principal fator que você deve avaliar na hora de investir em um imóvel.

A localização de um imóvel impacta fortemente no seu valor.

Pra você que está pensando em comprar para revender, procure um local que está em desenvolvimento, assim o valor do seu imóvel vai crescer conforme a região floresce.

Investir em um imóvel é um grande comprometimento, por isso investigue bem o lugar onde você está considerando, para ter a certeza de fazer o investimento certo.

Fique de olho, principalmente, em futuras estações de metrô ou trem que estejam previstas para serem construídas nas proximidades, afinal esse é o principal motor de valorização de uma região.

Fique atento também para a construção de shoppings, escolas e hospitais na região, fatores que também aumentam o valor do seu imóvel.

Mas se você está pensando em comprar um imóvel para alugar, talvez seja melhor olhar as regiões que já são desejadas hoje.

Nas regiões que já são desenvolvidas você terá muito mais facilidade em alugar o seu apartamento.

Esse é um ponto relevante a ser considerado para que o seu imóvel não fique ocioso, sem locatário, e fique gerando despesas ao invés de renda.

O tamanho é o maior responsável pela liquidez

Esse é outro fator muito importante, escolher o tamanho de um imóvel para morar é diferente de escolher um para investir.

Nesse mundo os apartamentos pequenos são os mais desejados pelos investidores, normalmente studios, e por uma razão muito simples.

Liquidez, é muito mais fácil revender um apartamento menor, justamente por ele possuir um valor mais baixo e atingir uma faixa maior de possíveis consumidores.

E liquidez é um fator essencial no mundo dos investimentos.

Afinal, você não quer ficar com o seu capital comprometido em um imóvel difícil de vender.

Mesmo que o imóvel não perca valor, com uma venda rápida você pode realocar seus ganhos em novos investimentos e ganhar cada vez mais!

Para quem pensa em comprar para alugar existem algumas diferenças.

Um apartamento grande, normalmente, é voltado para famílias já estruturadas que buscam estabilidade. Mesmo que demore mais para alugar, é provável que o seu locatário fique por um longo tempo.

Apartamentos pequenos são mais fáceis de alugar, porém normalmente atendem ao público solteiro, que está mais suscetível a uma mudança de vida, o que implica em uma mudança de moradia também.

Mas existe uma grande vantagem em investir em apartamentos pequenos para alugar, a qual veremos no próximo item.

O preço irá ditar os seus ganhos

Nunca pode se fugir disso quando se analisa um investimento.

É muito importante avaliar o preço do m² do imóvel que você quer comprar, para ver se está compatível com o mercado.

Muitas vezes, uma construtora abaixa o preço dos apartamentos, quando não está realizando muitas vendas.

Se isso acontece em um local que você sabe que irá se desenvolver no futuro, talvez você tenha encontrado uma grande oportunidade.

Outras vezes, quando a procura é muito grande, as construtoras aumentam o preço do imóvel.

A primeira vista isso pode parecer ruim, mas também é um indicador do que as pessoas querem. Interessante para você que pensa em alugar, afinal muita procura significa altas chances de obter um locatário, além da possibilidade de conseguir cobrar um aluguel mais alto.

Historicamente é comum comprar um apartamento na planta e vendê-lo por um preço maior quando pronto. Porém essa prática tem apresentado retorno menor atualmente e se tornou menos atrativa.

Como vimos no item anterior, os imóveis mais baratos são os queridinhos dos investidores que querem revender, pela maior liquidez.

Esses imóveis de valor mais baixo apresentam uma grande vantagem, também, para aqueles que querem alugar.

Quando você compra um apartamento de alto preço, é normal que você alugue por um valor mensal que represente 0,4% do valor total.

Mas se você comprar um imóvel mais barato, em uma boa localização, é possível que você consiga cobrar um aluguel igual a 0,6% do valor do apto.

Vamos dar um exemplo.

Digamos que você possui R$ 1 milhão para investir e possui duas opções. Comprar um apartamento de R$ 1 milhão para alugar, ou 3 studios de R$ 333 mil. Qual a opção mais rentável?

Opção 1: R$ 1 milhão x 0,4% = R$ 4.000/mês de aluguel

Opção 2: (R$ 333 mil x 0,6%) x 3 studios = R$ 5.994/mês de aluguel

Podemos ver que a segunda opção é muito mais vantajosa, oferecendo uma rentabilidade quase 50% superior.

Dica do Vince

Estamos em um momento do mercado aparentemente muito bom para quem quer comprar um imóvel, principalmente como forma de investimento.

Se você pensa em comprar para revender, procure imóveis de baixo valor que estejam sendo construídos em regiões com pesrspectiva de desenvolvimento futuro.

Se você busca um investimento que lhe conceda uma renda mensal, compre imóveis pequenos, em regiões desejadas, para alugar.

Mas uma nova forma de alugar o seu apartamento chegou, o aluguel por temporada. Será que ela vale mais a pena? Leia nossa matéria e descubra!

Mais em Live

Arquitetura
8 dicas que você precisa saber antes de fazer uma reforma

Quando se quer reformar um apartamento, há dois caminhos possíveis: você pode contratar uma empresa especializada, como Decorati e Home Hero, para evitar  preocupações; ou você pode fazer da maneira […]

Continue lendo
Arquitetura
Casa das Rosas – QUE PRÉDIO É ESSE?

Na Avenida Paulista, a mais icônica de São Paulo, há uma lembrança do que foi o glorioso passado cafeeiro da cidade. A Casa das Rosas hoje abriga uma instituição ativa […]

Continue lendo
Arquitetura
Você sabe o que é Retrofit?

Apesar de bastante recorrente no mercado imobiliário e na construção civil, o termo retrofit ainda gera muita confusão. Seria retrofit uma reforma? A restauração de um edifício? Conheça o que […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Pátio Victor Malzoni - QUE PRÉDIO É ESSE?

Quem passa pela Faria Lima, em São Paulo, e vê o imponente Edifício Pátio Victor Malzoni com seu vão livre de mais de 40 metros de largura a 30 metros […]

Continue lendo
Arquitetura
Edifício Gazeta - QUE PRÉDIO É ESSE?

Figurinha carimbada nos marcos da capital paulistana. Quem nunca passou pelo Edifício Gazeta quando está dando aquela voltinha pela Paulista e se perguntou: que prédio é esse? Você conhece a […]

Continue lendo
Arquitetura
ONGs que criam moradias e condições para viver melhor

Nós do Live temos o lema “More bem, viva melhor”, mas e as pessoas que sequer possuem onde morar? O Brasil tem 15 milhões de pessoas vivendo em situação de […]

Continue lendo