Como criar pets em lares pequenos

    Como criar pets em lares pequenos
    Vince

    Por Vince

    13 agosto 2022

      Ter um bichinho de estimação é uma responsabilidade, uma vez que eles são seres vivos e possuem necessidades variadas, entre aquelas fisiológicas e as de ordem afetiva. Cada animalzinho apresenta um desafio diferente, o qual deve ser encarado com dedicação pelo tutor.

      Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, é possível criar um bichinho em um lar pequeno. Existem algumas especificidades, é claro, mas, com o planejamento e as informações corretas, o seu apartamento pode ser a casa ideal para um bichinho!

      10 dicas para criar pets em lares pequenos

      No texto de hoje, eu vou falar um pouco sobre 10 importantes dicas para tutores que estão considerando criar um pet em um lar pequeno. São todas dicas simples, mas essenciais para que o seu futuro bichinho tenha a melhor vida possível. Vamos lá!

      1 – Considere o tipo de pet

      Embora seja possível criar pets em lares pequenos, nem todo animal se adapta bem a um espaço reduzido. Cachorros e gatos costumam ser as opções mais comuns, mas a categoria “pet” também inclui peixes, tartarugas, coelhos e diversos tipos de roedores.

      Gato e cachorro um em frente ao outro.
      É importante considerar que não são todos os animais que se adaptam bem em pequenos lares. Fonte: Pixabay

      A maioria das dicas deste artigo vai focar em gatos e cachorros, mas algumas delas valem também para outras categorias de bichos de estimação. Na hora de escolher, considere aquele cujo comportamento mais se adéqua ao local e à sua rotina.

      2 – Animais de grande porte não são indicados

      Independentemente da sua escolha de pet, uma regra básica é que quanto maior for o animalzinho, mais difícil será a adaptação dele. Cachorros de grande porte, por exemplo, costumam não ser indicados para tutores que não possuem lares com bastante espaço.

      3 – Mantenha o pet sempre cheiroso!

      Um lar pequeno geralmente significa a ausência de quintal e a estadia permanente do bichinho nos ambientes internos da casa. Por conta disso, você deve estar sempre atento para a higiene dele, com banhos e tosas sempre que possível.

      4 – Saúde e imprevistos

      A saúde do seu bichinho é o aspecto mais importante de todos. Para evitar imprevistos, a melhor sugestão é que você possua um plano de saúde para pets. Em qualquer lar, grande ou pequeno, ter essa segurança redobrada é sempre a melhor alternativa.

      Cachorrinho filhote no veterinário.
      É importante pensar na segurança do seu animalzinho, por isso, é necessário ter atenção redobrada nesse aspecto. Fonte: Freepik

      Além disso, lares como apartamentos aumentam as possibilidades de acidentes, requerendo uma atenção a mais. Coloque telas de segurança em todas as janelas e nunca deixe que o seu pet tenha acesso livre a locais além dos limites do seu lar.

      5 – Realize pequenos passeios diários

      Todo animalzinho precisa de exercícios. Em um quintal espaçoso, ele pode suprir temporariamente essa necessidade por conta própria, mas isso não é possível em lares pequenos. Nesses casos, é imprescindível realizar, pelo menos, um passeio por dia.

      Imagem do post
      Os pets precisam se exercitar e os passeios são essenciais para suprir essa necessidade. Fonte: Freepik

      As viagens de carro também podem ser uma diversão e você pode levar seu animalzinho para um ambiente diferente de vez em quando. Porém, lembre-se de carregar o seu animal de maneira segura com a caixa de transporte e respeitando todas as leis de trânsito. Nada de deixá-lo ir na “janelinha”.

      6 – Dedique um cantinho para o pet

      Uma ideia bastante útil é ter um espaço reservado para o seu bichinho, onde ficarão  comida, água, caminha e brinquedos. É importante considerar que esse local não deve estar próximo de onde o pet realizará suas necessidades (seja no tapete higiênico ou na caixinha de areia).

      7 – Eduque o comportamento do seu pet

      Quanto menor o lar, mais regras devem ser estabelecidas. Quais serão elas é algo que depende de você, mas elas são importantes. Se o seu bichinho não for autorizado a subir em sofás, camas ou outros móveis, será necessário educá-lo da maneira correta.

      Considerar o local onde o seu pet fará as necessidades também é um dos passos necessários na hora de adaptar um lar pequeno para a chegada dele. Recomenda-se a colocação de tapetes higiênicos e treinamento para que o bichinho reconheça onde fazer as necessidades.

      8 – Quanto tempo você fica fora de casa?

      Animais de estimação gostam (e precisam) de companhia. Apesar da fama de “solitários” dos gatos, isso é verdade mesmo para eles! 

      Os animais de estimação necessitam de companhia.
      Os animais de estimação necessitam de companhia. Fonte: Pixabay

      Se a rotina da sua casa significar que o pet ficará sozinho por longos períodos, é recomendado considerar uma creche para pets.

      9 – Cheque as regras do local

      Nem todo local autoriza a presença de animais de estimação. Em apartamentos, por exemplo, as regras para pets costumam ser rígidas, o que significa que você deve pesquisar atentamente se o lugar onde mora ou pretende morar permite que tenha um bichinho.

      10 – Ofereça atenção e estímulos

      A afetividade é uma das partes mais valiosas da relação entre animais e tutores. Isso é especialmente verdade quando se cria o animalzinho em um lar pequeno, onde as possibilidades de estímulos são reduzidas. 

      É importante oferecer um lar acolhedor e muito afetivo.
      É importante oferecer um lar acolhedor e muito afetivo. Fonte: Freepik

      Brinquedos variados ajudam muito a “distrair” o seu bichinho de estimação. A ideia é que você consiga torná-lo independente (para suportar momentos de separação), mas que também ofereça um lar recheado de amor e coisas para ele fazer.

      Acima de tudo, o elemento mais importante na hora de criar um pet, independentemente do ambiente, é o amor. Considere as necessidades do seu bichinho e ofereça todo o carinho do mundo e eu tenho certeza que o restante vai se encaixar naturalmente!

      Quer relatar sobre algum erro?

      Avise a gente
      LEIA TAMBÉM
      Posts relacionados
      News do Live

      Cadastre-se grátis e aproveite nossos conteúdos sobre arquitetura, decoração, mercado imobiliário e mais.

      Seu melhor e-mail