Como calcular o preço do metro quadrado de um imóvel? Descubra!

como calcular metro quadrado

Ao comprar ou vender um imóvel você certamente se depara com conversas sobre o preço do metro quadrado. Se, nessa hora, você se sente confuso e não sabe ao certo como interpretar ou responder às informações acerca do assunto, é preciso aprender mais.

Entender como calcular o metro quadrado — e, especialmente, como considerar os resultados desse cálculo — é essencial para compreender as particularidades de cada imóvel ou terreno. Então, para quem tem o objetivo de adquirir um bem ou investir no setor, vale a pena se dedicar ao assunto.

Veja neste post os principais aspectos relacionados ao cálculo do m² e a influência dele no preço final de um empreendimento! Acompanhe!

Por que é importante entender como calcular o metro quadrado?

Vamos começar reforçando a relevância de saber calcular e entender os dados relacionados ao metro quadrado de um imóvel. O conhecimento é importante para todos os envolvidos: compradores, vendedores, investidores, corretores de imóveis etc.

Na venda

Se você decide vender um apartamento, uma das primeiras decisões que precisa tomar é em relação ao preço que pretende pedir por ele, certo? A propriedade pode ter um valor afetivo alto para sua família, mas é preciso calcular o preço dela em relação ao mercado.

Pedir uma quantia muito acima da média atrapalharia bastante  sua venda. Assim como colocar um preço abaixo do que poderia receber — nesse caso, você perderia a oportunidade de ganhar o dinheiro que a propriedade vale.

Na compra

Para quem compra, a situação é parecida. Como você se sentiria se estivesse pesquisando imóveis para comprar e se deparasse com um que está com um valor muito acima do mercado? Provavelmente, não teria interesse em comprar, não é?

Em investimentos

No caso de investidores, o metro quadrado ganha ainda mais importância. Afinal, você não tem apego afetivo a um bem. A compra e a venda são feitas com base nas possibilidades de lucro. Portanto, é indispensável avaliar o mercado.

Em todas as situações que exemplificamos para que você entenda o contexto é possível encontrar um denominador comum: o cálculo do m². Saber  calcular o preço do metro quadrado é fundamental para atribuir valor a um imóvel.

O preço de uma casa ou de um apartamento depende muito da situação do mercado, ou seja, do preço do metro quadrado no momento. Então, um dos passos centrais na compra ou venda é conhecer e saber avaliar esse fator.

Quais informações são utilizadas no cálculo?

Para calcular o metro quadrado é preciso não apenas entender de matemática básica, mas também saber todos os aspectos envolvidos na definição do preço do imóvel. Confira a seguir alguns elementos principais.

O comprimento e a largura da área

O m² é um conceito matemático, então, o primeiro passo para saber como chegar até ele é aprendendo a fórmula. No caso, ela depende basicamente do comprimento e da largura de uma área.

É possível chegar ao tamanho total de um imóvel tirando as medidas gerais por fora ou considerando a soma das medidas de cada cômodo. Para isso, basta medir o comprimento de um dos lados de um espaço da casa ou apartamento.

A partir daí, será preciso medir também a largura, considerando o lado que fica a 90 graus de distância do comprimento que foi medido. O m² de um ambiente é a multiplicação do resultado do comprimento e da largura.

A soma de todo o imóvel

Medindo os espaços de um imóvel e aplicando a multiplicação básica é possível chegar ao resultado do metro quadrado do ambiente medido. Assim, a mesma estratégia pode ser aplicada para cada espaço da casa ou do apartamento.

Ao final, a soma de todos os ambientes será o resultado do m² do imóvel como um todo. Entretanto, é preciso ficar atento para diferenciar o que é área privativa, o que é área comum e o que é o total da propriedade.

Área privativa

O conceito de área privativa também é conhecido como área útil. Ele se refere ao ambiente interno e privativo, de uso exclusivo do proprietário. O conceito é especialmente importante para quem mora em condomínios.

No caso de casas e apartamentos em condomínio, existe uma separação diferente entre as áreas privativas e as chamadas áreas comuns. A área útil indica, então, os ambientes da casa e as vagas de garagem, por exemplo.

Área comum

Diferente da privativa, a área comum corresponde aos metros quadrados que podem ser utilizados por diversas pessoas, além dos proprietários de uma unidade. Nos condomínios, podem se referir ao hall de entrada, aos parques, à piscina, ao salão de festas etc.

Muitas pessoas imaginam que, se a área comum não é de propriedade de um morador, ela não deve ser adicionada no cálculo do m². Mas não é assim que funciona. Na verdade, a metragem das áreas comuns é sim considerada, de acordo com um percentual baseado na área privativa.

Área total

O conceito de área total, na fórmula para calcular o metro quadrado, é a soma de todas as medições realizadas em relação às áreas privativas e comuns. Logo, em condomínios, será preciso entender quanto da área comum se refere a cada unidade.

Lei da oferta e da procura

Até aqui, falamos de conceitos matemáticos no cálculo da metragem de um imóvel. Mas você sabe que o preço de uma propriedade não é baseado apenas nos números e nas medidas dela, não é mesmo? É preciso considerar outros elementos.

Um dos principais elementos é o mercado imobiliário. O preço do m² é influenciado diretamente pela lei da oferta e da procura. Ou seja, um mesmo imóvel, de mesmo tamanho, pode valer mais ou menos a depender de como está o mercado.

Então, além das medidas e fórmulas para o cálculo, é importante ter em mente que o preço final depende também de fatores econômicos e até mesmo subjetivos. Quando você tiver a metragem em mãos, precisará ver quanto está valendo o m² na sua região no momento.

Como calcular o metro quadrado?

Depois de saber quais são os aspectos que se relacionam ao cálculo do m² de um imóvel, é hora de aprender a calcular o valor. Além de pegar as medidas, é importante considerar que cada tipo de imóvel funciona de um jeito.

A seguir, você verá detalhes e exemplos para diferentes tipos de empreendimentos, como terrenos, casas etc.

Terreno

O terreno costuma ser um dos cálculos mais fáceis de se realizar. Como não há área construída, basta medir os lados da propriedade para calcular o total de metros quadrados que ele tem.

Por exemplo, em um terreno com 15 metros de frente e mais 18 metros de profundidade, nós temos uma área total de 270 metros quadrados. Vale ressaltar que estamos considerando um terreno regular. No caso de locais com medidas irregulares é preciso adaptar o cálculo.

Casa

Quando o terreno tem uma casa construída, o cálculo do metro quadrado torna-se um pouco mais complexo. No caso, é preciso medir a área construída da casa, além de conhecer a metragem da área externa, também pertencente ao terreno total.

Considerando o mesmo terreno do exemplo anterior (com 15 metros de frente e 18 metros de profundidade), imagine a construção de uma casa com 10 metros de frente e 13 de profundidade. Como resultado, a área construída seria de 130 metros quadrados.

É importante ficar atento ao fato de que construções feitas fora da casa, como piscina e churrasqueira, também entram no cálculo da área útil. Lembrando que há, ainda, a área comum, que se refere ao restante do terreno, onde não há construção.

Sobrado

O que fazer se você está avaliando uma casa com mais de um andar? Quando existe um sobrado ou propriedades com mais pavimentos, é preciso considerar tal particularidade no cálculo. Logo, serão feitas multiplicações da área construída.

Imagine um sobrado. São dois pavimentos, então, a medida do andar de baixo deve ser replicada para o andar de cima (caso os ambientes sejam exatamente iguais). Considerando o exemplo anterior, cada pavimento teria 130 metros quadrados.

Consequentemente, a área total de um sobrado com essas dimensões seria de 260 m².  Em situações nas quais os pavimentos não têm necessariamente as medidas iguais, é preciso realizar a medição para chegar ao resultado real.

Apartamento

Como calcular o metro quadrado de um apartamento? A atividade básica é a que estamos apresentando até aqui: medir a largura e o comprimento da área construída para saber o resultado da área útil ou privativa.

Então, em um exemplo prático, num apartamento de 8 metros de frente com 9 metros de profundidade, chegamos até a metragem de 72 m² na unidade. Ela se refere apenas à área privativa, ou seja, aos ambientes ocupados pelo proprietário.

Mas apartamentos estão em prédios e condomínios, certo? E eles apresentam áreas comuns, como portaria, hall, jardim, áreas de lazer etc. A quantidade e o tamanho dos espaços comuns dependem do tipo de construção.

Área externa de apartamentos

Como ambientes de uso disponível para todos, as áreas comuns também exercem influência no cálculo do metro quadrado de um apartamento. Não é por acaso que os condôminos precisam pagar uma taxa para a manutenção dos espaços, certo?

A taxa de condomínio é cobrada de acordo com uma divisão proporcional das áreas comuns em relação às áreas privativas. Geralmente, ela está relacionada ao tamanho da propriedade, de modo que a taxa será igual se todos os apartamentos tiverem a mesma metragem.

Para saber a parte que lhe cabe na área comum, é preciso realizar um cálculo simples que considera a metragem total dos espaços externos e o número de propriedades. Basta dividir o m² pelo número de apartamentos.

Facilitando o exemplo, vamos considerar um condomínio com 20 apartamentos iguais e 800 m² de área externa. Então, o resultado da metragem proporcional a cada apartamento seria de 40 m² — é o valor que deve ser adicionado ao tamanho do imóvel.

Vale lembrar, ainda, que, no caso de vagas de garagem privativas, você deve realizar as medidas e adicionar o valor à área útil do apartamento. Afinal, a garagem é de uso exclusivo do proprietário. Já se o espaço for rotativo, deve compor a área externa.

Quais elementos interferem no preço do imóvel?

Você acabou de saber como calcular o metro quadrado de um imóvel corretamente. A partir de agora, ficou mais fácil definir o tamanho da propriedade para comprar ou vender, certo? Mas como chegar ao preço final do imóvel?

Sem dúvida, o m² influencia nisso. De modo geral, propriedades maiores custam mais caro, até porque envolvem custos maiores com a construção. Entretanto, não é apenas o tamanho total que determina o valor cobrado por um bem.

Depois de descobrir qual é a medida de um imóvel, veja que outros elementos devem ser considerados para chegar ao preço dele.

Preço do m² no momento

Como você viu neste post, o preço do m² é variável, de acordo com o mercado de imóveis. Então, mesmo que o tamanho ou as características da propriedade não mudem ao longo do tempo, seu preço pode mudar.

É possível pesquisar os valores que estão sendo praticados por metro quadrado no momento. Assim, você consegue avaliar se os imóveis estão valorizados ou desvalorizados em relação ao que valiam antes.

Localização

A localização de um imóvel é um dos fatores mais relevantes no preço dele. Você pode encontrar casas grandes sendo vendidas por valores próximos aos de apartamentos pequenos em outra região da cidade.

Isso se deve às facilidades que valorizam ou desvalorizam um bem de acordo com a localização dele. Alguns bairros são mais procurados, o que faz com que preço do m² aumente. Logo, é um fator central quando se deseja saber como calcular o preço do metro quadrado.

Características do imóvel

Por fim, existem algumas particularidades do imóvel que têm tudo a ver com o preço dele. Imagine visitar uma casa de 100 m² e encontrar apenas um vão com paredes construídas. Certamente a metragem não significaria muita coisa, não é?

É diferente de visitar uma casa do mesmo tamanho, mas que apresenta boa divisão dos espaços, tem arquitetura inovadora, acabamento moderno e conta com área externa construída para o lazer da família. O preço desse imóvel provavelmente seria maior do que o do exemplo anterior.

Neste post, você viu como calcular o metro quadrado de um imóvel e de que forma chegar ao preço final dele com base em informações matemáticas. Não se esqueça de que, além dos números, existem características subjetivas e relacionadas ao mercado para determinação do valor! Você precisa de dicas para saber como adquirir um imóvel? Veja nosso conteúdo sobre como comprar um apartamento!

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Você Apto
Encontre o tesouro escondido em apenas 60 minutos no jogo Escape da Living!

A Living está completando 14 anos de trajetória. Durante este tempo muitos empreendimentos foram construídos, e por meio de milhares de escolhas inteligentes, sonhos foram entregues. Para comemorar esta data, […]

Continue lendo
crédito imobiliário
Você Apto
Crédito imobiliário: conheça as operações de financiamento com imóveis!

As negociações de crédito imobiliário são muito procuradas no Brasil. Afinal, a compra da casa própria é o grande sonho de boa parte da população. Além disso, diversas pessoas buscam […]

Continue lendo
presentes de casamento
Dentro de Casa
15 dicas de presentes de casamento

O presente de casamento é um item importante nas tradições que compõem o matrimônio, principalmente no Brasil. Por se tratar de uma data muito especial para os noivos e todos […]

Continue lendo
Black Friday 2020 - Black Week do Apto
Você Apto
Black Friday 2020: conheça os melhores descontos do mercado imobiliário

O período da Black Friday está se aproximando e o Apto tem uma novidade muito especial chegando: este é o sinal que você precisava para realizar o seu sonho. Vem […]

Continue lendo
Arquitetura
Tipos de piscina: conheça e escolha a sua!

Nos meses mais quentes, só conseguimos pensar em relaxar e se refrescar; com isso, as piscinas tornam-se um elemento desejado por muitos. Além de tudo, a piscina é um ótimo […]

Continue lendo
IPC-FIPE
Você Apto
O que é IPC-FIPE e qual sua relação com os imóveis?

Quem tem algum negócio no mercado imobiliário ou investe em imóveis precisa conhecer mais detalhadamente o mercado imobiliário. Assim, se você aluga um apartamento, está pensando em comprar um bem […]

Continue lendo