A explicação do trânsito em São Paulo

Se você mora em São Paulo você com certeza já ficou preso em um engarrafamento.

Depois de um tempo os carros voltam a andar e você vê que não havia nenhum acidente ou obra.

Ai fica a pergunta por que os carros pararam? Qual é a explicação do trânsito?

A explicação do trânsito tem uma lista extensa de motivos, muitos deles causados por casualidades, como acidentes, carros quebrados, alagamentos etc.

Deixando as casualidades de lado, que não acontecem todos os dias, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) decidiu estudar o que eles classificaram como “congestionamento fantasma“, aquele que acontece sem um motivo claro. Aquele que faz você parar o carro sem mais nem menos.

Você dá uma esticada para olhar mais adiante e não vê nada. Segue em frente, olha para os lados buscando a explicação do trânsito, mas não encontra.

A explicação do trânsito

Existem 3 fatores que influenciam diretamente no trânsito, que, quando desequilibrados, causam congestionamentos. São eles:

  1. Velocidade
  2. Densidade
  3. Fluência

Em São Paulo, é fácil haver desequilíbrio, porque a quantidade de carros é grande e nos horários de pico geram uma densidade enorme. Para piorar, a maioria dos carros vão para as Marginais Pinheiros e Tietê e é lá que os fotógrafos aproveitam para registrar diariamente o caos.

transito-ponte-estaiada

A velocidade sempre foi controlada pelo limite máximo, já a fluência do trânsito sempre pareceu algo fora do controle, principalmente em vias expressas como as Marginais.

Porém, segundo o estudo do MIT, quando não há uma fluência constante, cria-se os congestionamentos, independente da velocidade ou da densidade.

Eles identificaram um padrão, mostrando que quando um carro desacelera, os que vem atrás logo são obrigados a frear e isso cria um efeito cascata que pode tomar grandes proporções, porque esse 2º carro que freou, vai obrigar o mesmo ao 3º carro e assim sucessivamente.

O vídeo abaixo é uma gravação de um teste japonês que estudou o mesmo fenômeno, onde os carros apenas tinham que andar na pista circular, para que o efeito cascata possa ser melhor visualizado.

Na prática, a explicação do trânsito paulistano você encontra nas Marginais Pinheiros e Tietê em diversos pontos e situações, que criam o congestionamento diário. Exemplos de desacelerações nas Marginais:

  • Desaceleração para entrar em pontes;
  • Desaceleração para mudar de faixa ou de pista (expressa, central e local);
  • Desaceleração na junção de entradas, como o Cebolão, que conecta as Marginais Pinheiros e Tietê, além de outras avenidas.

A solução do trânsito

1- Melhorar a fluência, reduzindo a velocidade

A redução da velocidade pode ajudar na fluência do trânsito.

Ao diminuir a velocidade média, a discrepância de velocidades de cada carro fica menor, proporcionando maior fluidez. Além de colaborar para a redução de acidentes.

2- Otimizar a densidade

Para ajustar a densidade do trânsito em São Paulo, foi implantado o rodízio de veículos, que impede que cerca de 20% da dos carros circulem nos horários de pico, durante a semana.

3- Morar perto do trabalho

Se você é daqueles que não gosta de esperar a boa vontade do Governo para concluir melhorias de mobilidade, você pode escolher um apto próximo ao seu trabalho.

Muitos resistem a essa ideia para não se distanciar da família, mas normalmente quem toma essa decisão raciocina que normalmente você se desloca para o trabalho 5 dias da semana e para a casa dos familiares ou amigos 2 dias. Seguindo esse raciocínio, faz mais sentido morar perto do trabalho.

Claro que é uma decisão que envolve a família, mas sempre é possível encontrar um bairro ideal para todos. Por exemplo, se o marido trabalha na Av. Paulista e a esposa na Faria Lima, o meio-termo pode ser Pinheiros.

4- Usar o método não convencional do MythBusters

É, ainda bem que por enquanto só estamos com a solução 1, 2 e 3!

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
imagem de de capa com importantes autores e obras do movimento High-Tech, são eles: Renzo Piano, Richard Rogers, Norman Foster, Centro Pompidou, Edifício Lloyd's e a cobertura do Palácio de Reichstag.
Arquitetura
Estilos Arquitetônicos: High-Tech

High-Tech ou alta tecnologia foi uma corrente de pensamento na qual as inovações tecnológicas foram entendidas como potencial para facilitar o cotidiano, em diversos níveis. Assim, o movimento trouxe uma […]

Entenda como funciona o rodízio de veículos em São Paulo
Cidade-se
Entenda como funciona o rodízio de veículos em São Paulo

O rodízio de veículos em São Paulo, chamado Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores no Município de São Paulo, é regulamentado pela Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP) […]

Decoração
Molduras de gesso: o que é, tipos, como utilizar e dicas

Em ambientes interiores, bons acabamentos são essenciais, afinal são estes que brindam os espaços com sofisticação, estilo e colaboram para uma maior e melhor vida útil dos materiais que compõem […]

Complexo Praça das Artes em São Paulo - SP
Arquitetura
Praça das Artes – Que prédio é esse

A Praça das Artes é um complexo cultural, localizado no centro de São Paulo, um local histórico e repleto de cultura e transformações. Assim como outros prédios antes abandonados e […]

Conheça 5 vantagens de investir em imóveis
Você Apto
Conheça 5 vantagens de investir em imóveis

Está pensando em investir em imóveis? Confira as principais vantagens desse setor e veja diferentes maneiras de investir! Investir em imóveis ainda é uma das maneiras mais utilizadas para obter […]

Você Apto
Condomínio-clube: saiba o que é e conheça as vantagens

O condomínio-clube é uma tendência que veio para ficar e está presente em diversas cidades do mundo e também pelo Brasil, afinal, viver com comodidade e infraestrutura é um privilégio […]