25 de Março – Que rua é essa?

A rua 25 de Março (Rua Vinte e Cinco de Março) é conhecida como o maior centro comercial da América Latina. Repleta de lojas, visitantes, produtos e variedade, atrai milhares de pessoas, sobretudo perto de datas específicas como o Carnaval ou o final do ano, por conta do Natal e do Ano Novo. 

Dentre as suas especialidades estão as compras de atacado e varejo e, é claro, a oferta de produtos a preços baixos. Fatores que explicam a média de 400 mil pessoas que circulam diariamente pela região. Lembrando que, em datas especiais, este número de visitantes ultrapassa 1 milhão de pessoas.

Localizada entre o marco zero e o Centro Histórico da cidade de São Paulo, a rua 25 de Março está situada no bairro Sé, em São Paulo, próxima ao Mercado Municipal, à Estação de metrô São Bento e à Praça da Sé.

Mapa mostra rua 25 de Março e importantes pontos turísticos da cidade de São Paulo, como o Mosteiro de São Bento e o Mercado Municipal de São Paulo.
A rua 25 de Março está situada próxima a importantes pontos turísticos da cidade de São Paulo, como o Mosteiro de São Bento e o Mercado Municipal de São Paulo. Fonte: Live

As centenas de lojas e comerciantes da 25 de Março estão concentrados desde o Mosteiro de São Bento até o Mercado Municipal, oferecendo produtos e serviços de todas as utilidades imagináveis.

Além disso, a maior zona de comércio popular da América Latina é um verdadeiro sonho para quem gosta de pechinchar e ainda contribui com o sustento de muitas pessoas que atuam no comércio formal e informal da região, sendo uma forte influência nas atividades econômicas da cidade de São Paulo.

História de origem da 25 de Março

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, desde o século XIX, a rua 25 de Março já recebeu diferentes nomes. Mas o nome que a especialista em variedade e preço baixo carrega até os dias de hoje está diretamente ligado aos processos de colonização e urbanização da cidade de São Paulo, sobretudo sua capital, marcada pela presença de imigrantes.

O nome “25 de Março” é uma homenagem à data em que o Imperador Dom Pedro I, o primeiro Imperador do Brasil, conhecido popularmente como Pedro I (no Brasil) ou Pedro IV (em Portugal), outorgou a primeira Constituição do Brasil, no dia 25 de Março de 1824.

Cheia de pessoas e bem movimentada, rua 25 de Março e sua movimentação na Ladeira Porto Geral.
Quase sempre repleta de pessoas, a 25 de Março é um dos principais pontos turísticos de São Paulo. Fonte: Revista Esquinas

Entretanto, o nome somente foi oficializado a partir de uma documentação em 1865. 

De acordo com o livro Mascates e sacoleiros: empreendedores que construíram uma região, Rua 25 de Março, desde 1865 fazendo história, do pesquisador brasileiro Lineu Francisco de Oliveira, a história da rua está ligada à origem da cidade de São Paulo.

Ladeira Porto Geral

Também já chamada Beco do Porto de São Bento, Beco do Quartim e Beco do Porto Geral, a Ladeira Porto Geral no passado era uma rua pacata.
Também já chamada Beco do Porto de São Bento, Beco do Quartim e Beco do Porto Geral, a Ladeira Porto Geral no passado era uma rua pacata. Fonte: Ladeiraportogeral.com

Com início na Rua Boa Vista e final na Rua 25 de Março, a famosa Ladeira Porto Geral é muito conhecida por ser o ponto de partida de muitos visitantes que passeiam pela 25 de Março.

Para se ter ideia, somente na Ladeira Porto Geral estima-se que 3.400 pessoas, em média, visitam o local diariamente.

O nome pela qual é conhecida também está ligado à história de origem da rua 25 de Março e da cidade de São Paulo.

Margem do rio Tamanduatei, cujo percurso incluía o Porto Geral.
Margem do rio Tamanduatei, cujo percurso incluía o Porto Geral. Foto: Guilherme Gaensly

Abaixo do Mosteiro de São Bento, corria o rio Tamanduateí, e dentre o seu percurso encontrava-se o Porto Geral, onde os produtos importados vindos do porto de Santos eram desembarcados, dando os primeiros indícios do potencial comercial da região. 

Durante o século XIX, imigrantes sírios e libaneses abriram as primeiras lojas, incentivando o comércio local. 

Ao final do século XIX, após uma enchente de grandes proporções, o rio Tamanduateí foi drenado e, então, a região, que também era conhecida como “Ladeira do Tamanduateí”, teve muitas casas destruídas. Somente após alguns anos o nome do Porto foi dado à atual Ladeira Porto Geral, a qual foi se desenvolvendo com a capital.

Ladeira Porto Geral vazia.
Ladeira Porto Geral vazia. Fonte: Rede Noticiando

Além disso, os preços baixos também se relacionam com as grandes enchentes da época. Com ocorrências frequentes, muitas mercadorias eram perdidas ou prejudicadas, ou então poucas restavam, então, por esse motivo, os comerciantes optavam por vendê-las por preços menores. 

Alguns registros históricos indicam que a primeira loja aberta no local foi a Nami Jafet & Irmãos, em 1893.

A tradição dos preços baixos se mantém até os dias de hoje, seja entre as próprias lojas, por meio da concorrência e da variedade de produtos, seja entre as barracas dos diversos camelôs que também comercializam seus produtos na região.

25 de Março – Lojas

Vitrine de uma loja na 25 de Março com fantasias, adereços e muito brilho para o Carnaval.
Existem muitas lojas na região da rua 25 de Março que comercializam fantasias e adereços, principalmente próximo a época do Carnaval. Fonte: Marcio Ribeiro | Brazil Photo Press | Startupi

As lojas da 25 de Março possuem diversos produtos, dentro de inúmeros segmentos, indo desde lojas de brinquedos até lojas especializadas em cama, mesa e banho.

Na 25 de Março você encontra presentes, roupas, maquiagens (inclusive no atacado), embalagens, itens em MDF, aviamentos, flores artificiais, bijuterias, artigos para festas, lojas de fantasias, enfeites para árvore de Natal, artigos para casa e muito mais!

Na tradicional Doural, fundada em 1895 pelo sírio Assad Abdalla, um dos pioneiros no comércio da rua 25 de Março, é possível encontrar variados itens para casa, como tapetes, cortinas, cama, mesa e banho, e outros produtos de utilidades domésticas.

Há 42 anos no mercado, a rede Armarinhos Fernandes é uma das maiores referências quando o assunto é variedade. Em suas lojas é possível comprar brinquedos, papelaria, produtos de limpeza, itens de decoração, maquiagem, dentre outros.

Fachada da loja Armarinhos Fernando.
Loja Armarinhos Fernando. Fonte: Newtrade

Na clássica Niazi Chohfi, que se consolidou no setor têxtil, encontram-se desde itens de cama, mesa e banho, até cortinas, decoração em geral e lingeries.

Doural

Telefone: (11) 3328-6228

Endereço: Rua 25 de Março, n° 595 – Centro – São Paulo/SP 

Armarinhos Fernandes

Telefone: (11) 3325-0400
Endereço: Rua 25 de Março, n°s 864/872 – Centro – São Paulo/SP

Niazi Chohfi

Telefones: (11) 3322-6886 | (11) 3325-3325

Endereço: Rua 25 de Março, n°s 607/702 – Centro – São Paulo/SP

Shopping 25 de março

Pessoas passeando no Shopping 25 de Março.
A movimentação na região é bem expressiva. Fonte: Shopping 25 de Março

Além das lojas e dos camelôs, os visitantes que vão à rua 25 de Março também podem fazer suas compras no Shopping 25 de Março

Inaugurado em 1994, o Shopping 25 de Março é considerado um dos maiores shoppings populares de São Paulo. Além disso, este contribuiu diretamente com a modernização do comércio e a valorização da região.

O complexo de lojas comercializa desde roupas, brinquedos e itens de decoração até eletrônicos e ainda conta com praça de alimentação.

Shopping 25 de Março

Endereço: Rua 25 de Março, n° 1.081 – Sé – São Paulo/SP

Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

Comidas na rua 25 de Março

Comidas do do restaurante árabe Monte Líbano, como esfihas, charutos e pastas.
Delícias do restaurante árabe Monte Líbano. Fonte: Veja São Paulo

E para recarregar as energias, não deixe de conhecer os restaurantes da rua 25 de Março. 

Desde 1973, o restaurante árabe Monte Líbano oferece deliciosos pratos como kibe cru, chicória, kafta, arroz de cordeiro, babaganuche e pastas. Já na mercearia Casa Godinho, é possível experimentar doces, pães e saborosas empadinhas, a especialidade da casa.

Fachada da mercearia Casa Godinho na rua 25 de Março.
A mercearia Casa Godinho carrega muita tradição. Fonte: São Paulo Secreto

Além disso, também é possível conhecer o vizinho da 25 de Março, o Mercado Municipal, apelidado carinhosamente de Mercadão, que oferece o famoso pastel de bacalhau e o aclamado sanduíche de mortadela, além de diversas outras iguarias, como frutas exóticas.

Como chegar à rua 25 de Março?

Para garantir que você poderá aproveitar o melhor da 25 de Março com tranquilidade, o ideal é chegar à região da rua 25 de Março por meio do metrô paulistano, descendo na estação São Bento da Linha Azul – Norte/Sul.

Como chegar? Utilize o metrô e desça na Estação São Bento para chegar à rua 25 de Março. Fonte: Live
Utilize o metrô e desça na Estação São Bento. Fonte: Live

É uma boa ir de metrô, pois para conhecer ao máximo a variedade de produtos e lojas, você andará por praticamente toda a região. E já que a rua é praticamente dominada por pedestres, mal há espaço para os carros passarem.

Então, se optar por ir de metrô, uma boa dica é: vá com o Bilhete Único previamente carregado ou então compre as passagens de ida e também de volta, pois normalmente a bilheteria da Estação São Bento tem longas filas.

Ao desembarcar, opte pela saída Ladeira Porto Geral.

Você também pode utilizar o transporte por meio de aplicativos como Uber ou 99, e assim não precisará se preocupar com estacionamento. Mas se preferir fazer a visita de carro, uma boa dica é estacionar na Rua São Bento.

Por fim, não esqueça de levar dinheiro, afinal algumas lojas não aceitam cartão.  

Mapa da rua 25 de Março

Mapa da região da rua 25 de Março.

Atenção aos cuidados!

É importante lembrar que nós ainda estamos passando pela pandemia de coronavírus. 

Este fator, inclusive, contribuiu para a paralisação do comércio formal e informal da região, com a finalidade de evitar mais infecções por Covid-19.

Por este motivo, caso deseje visitar a rua 25 de Março, não se esqueça de utilizar máscara, evitar aglomerações e usar o álcool em gel.

Se atente aos horários de funcionamento das lojas, pratique o distanciamento social, evite os horários de pico e mantenha suas mãos sempre limpas. A sua saúde e das demais pessoas agradecem.

Conheça a série Que rua é essa?, descubra mais ruas encantadoras e confira suas histórias de origem:

Mais em Live

Ebook Busca e Aquisição de Imóvel: A Jornada

Quer comprar um imóvel e não sabe por onde começar? Separamos um conteúdo especial para te ajudar nessa jornada!

Quero baixar
Ícones do Art Déco.
Arquitetura
Estilos arquitetônicos: Art Déco

O Art Déco foi um estilo artístico de caráter decorativo que surgiu na França no século XX, durante o período entreguerras. Marcado pela sua visão de progresso e modernidade, o […]

Brinquedoteca
Mercado Imobiliário
Brinquedoteca: a importância deste espaço nos condomínios

Bebês e crianças são, muitas vezes, o motivo da mudança de apartamento de uma família, em busca de mais espaço e conforto. Por isso, espaços projetados para eles, como brinquedoteca […]

Você Apto
Achados no Apto: condomínios horizontais exclusivos em São Paulo

Morar em uma casa ampla ⏤ com pátio, área verde externa, sem deixar de lado a segurança, a boa localização e a infraestrutura de lazer ⏤ pode até soar uma […]

Qual é a melhor idade para comprar um imóvel?
Você Apto
Qual a melhor idade para comprar um imóvel?

Comprar um imóvel pode ser interessante em qualquer idade, desde que você se planeje bem. Está pensando em comprar um imóvel, mas não sabe se é o momento certo? Essa […]

Artista Tomie Ohtake sentada em primeiro plano. Ao fundo, suas obras compõem um cenário em tons de vermelho e azul.
Arquitetura
Tomie Ohtake – Biografia e obras

Tomie Ohtake foi uma artista plástica de extrema importância, afinal é dona de uma estética inconfundível que encanta e intriga. De origem japonesa, Tomie adotou o Brasil como a sua […]

Área de lazer na cobertura.
Você Apto
Achados no Apto: 14 empreendimentos com área de lazer na cobertura em São Paulo

A área de lazer, muitas vezes, é um ponto determinante na hora da compra de um novo imóvel. Esses espaços permitem uma maior valorização e dão mais segurança e conforto […]